LIVE INBEC – Engenharia e Manutenção Hospitalar – A importância para garantir a segurança

474 visualizaçõesTransmitido ao viv

muito bonitos Essa época do ano tá temperatura está agradável assim ainda não é calor e os dias são muito bonitos bem Hum que bom aqui a gente hoje está com seu risco tá chovendo tá não tá não tá aquele aquele calor carioca ainda não chegou ele deve tá passeando em algum lugar entrar no ver-o-rio ainda é Ah mas é um prazer meu podemos nós sabe ouvir mossoro sabemos já passou passando 10 minutos não é 10 minutinhos pode abrir o porteiro da Hot Wheels dos carros tênis Gaúcho aí eu acho que é em homenagem à noite pessoal sejam todos bem vindos eu sou a Natasha representante do investe em Porto Alegre e hoje vamos apresentar a Live hoje o tema é Engenharia e manutenção hospitalar a importância para garantir a segurança EA continuidade da operação estão transmitindo simultaneamente em dois canais luz um YouTube para os convidados do sumo eu peço a gentileza Que permaneça os microfones desligados e os participantes de ambas as plataformas deixa suas perguntas o chefe tiramos responder todas as dúvidas gostaria de informar que ainda que tem apresentado várias lives em diversos temas da área de engenharia arquitetura e caso em alguma e queira se aprofundar em alguma área de interesse elas ficam gravadas no nosso canal no YouTube basta colocar no busca embarq Brasil que rapidamente vocês encontram Além disso O indec dispõe também de outros workshops gratuitos o vários temas ligados à Engenharia e arquitetura Acesse o site workshop. Invest.com.br mais uma vez eu quero agradecer a presença de todos que estão conectados aqui conosco através do Sul YouTube instagram ou ainda que vem os assistir depois que o nosso canal ou mencionei teremos um bate-papo com os engenheiros por por mim o ar aqui e Carlos Martí F sobre Engenharia em manutenção hospitalar a importância para garantir a segurança EA continuidade da operação Oi Carlos Zeni stinger marchek engenheiro civil e Mestrando em engenharia civil pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul com larga experiência em gestão e coordenação de uma diversa Gama de projetos de obras de construção civil nos últimos 38 anos morre o direcionado para a área hospitalar tendo atuado em dois hospitais privados de excelência no Estado do Rio Grande do Sul Hospital Mãe de Deus e Hospital Moinhos de Vento por 13 e 15 anos e 25 anos respectivamente com a previsão de estratégia no segmento hospitalar e profundo conhecimento da gestão das operações de manutenção de impressora e equipamentos liderou o capítulo FMS das certificações internacionais da JC e professor se eu puder me ajudar com esses nomes aqui te agradeço do Hospital Moinhos de Vento Assim como as duas certificações da ISO 9001 com ênfase na qual e na segurança dos pacientes e demais usuários assim como na garantia de continuidade da operação hospitalar sumiu o ar aqui é graduado em engenharia civil pela Unicamp engenharia de segurança do trabalho pela fundacentro é pós-graduado em administração hospitalar pela faculdade de saúde pública da USP atual e construção civil e obras de saneamento básico desde 1979 atura em gerenciamento e consumo em consultoria Engenharia e manutenção hospitalar de diversos hospitais de grande porte São Paulo e fora de São Paulo tais como os Hospital Beneficência Portuguesa Hospital Samaritano Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia Hospital Santa Cruz Hospital nipo-brasileiro grupo Notre Dame Intermédica prestou consultoria em treinamento de engenharia em manutenção em 2008 2009 para que os hospitais de Luanda Angola foi professor e coordenador do 1º Concurso de graduação e pós-graduação o clima fica lá na faculdade de administração hospitalar e PH e na faculdade de engenharia Industrial FEI em São Paulo atualmente é professor e coordenador do curso de extensão de pós-graduação de Engenharia e manutenção hospitalar do inbec Instituto Brasileiro de educação continuada passo então a palavra Professor funil Boa noite Professor vendo aqui na zona estão com seis espaços ó é só seis não é isso o professor mas a gente tá com o grupo publicou no YouTube o YouTube então o pessoal estão ao vivo transmitido ao vivo Tá OK tá bom boa noite a todos é um grande prazer que está mais uma vez aí na Largo playback antes de mais nada gostaria de agradecer a ao Senhor Anderson gerente comercial brilhante por promover Mas esta oportunidade para gente disseminar experiências troca de experiências nessa área de estudo Engenharia e manutenção hospitalar gostaria de agradecer também esta a taxa pela simpatia de sempre excelente administradora de custos e Lajes de estar aqui nos acompanhando e mais esse evento e gostaria de agradecer aqui ao nosso palestrante de hoje é sobre carros mais sexy Engenheiro a cor larga experiência bosta o funcionário de Engenharia e manutenção hospitalar que vai ser possível para promover um bom bate-papo nesta noite e gostaria de agradecer a presença EA participação de todos a estão aqui nos acompanhando pelo YouTube e pelos um vamos o formato da larga de hoje vai ser o formato bem light tá é um assunto bastante importante né então nós resolvemos fazer no formato de bate-papo e pedir perguntas respostas e já ó deixando aberto aos participantes que queiram também já é concurso de bate-papo com perguntas Fique tranquilo pode escrever no chat aqui ó a Natacha vai lembro e Vamos bater um papo um bom papo durante essa noite então vamos começar então encher o Carlos é um prazer enorme receber aqui nessa noite né eu Oi Carlos companheiro dessa área nessa de luta na sala de Arquitetura em geral manutenção hospitalar muitas diferenças e vamos realmente trocar experiências reais que aqui que acontece realmente no dia a dia de quem milita nessa área de higiene e manutenção hospitalar e vamos começar então o nosso bate-papo pelos seus limites já com algumas perguntas e respostas Se eu quisesse quisesse apresentar-se rapidamente que a vontade o s de mais nada muito obrigado pelo convite para estar aqui participando dessa negócio e discutindo esse tema que nós todos somos apaixonados eu acho que essa é uma é uma cachaça no dia cinco e depois que se deve se é difícil de solta a gente vai tomando uma paixão por esse tema e está sempre buscando informações novas e querendo se atualizar eu não vou me alongar falando do meu currículo mas eu já tenho 41 anos de formado sou formado em dezembro e 69 engenharia civil e comecei na área hospitalar em 81 dois anos depois formar eu fui convidado para fazer um trabalho eu já tinha feito alguns essa projeto trabalhava numa construtora que fazer obras públicas e já tinha feito algo o pronto-socorro centro cirúrgico do Câncer socorro municipal a emergência de um hospital aqui de Porto Alegre e trabalhar no Hospital Psiquiátrico também obra de ampliação mas quando eu entrei no Hospital Mãe de Deus é que eu considero que eu realmente comecei a mergulhar nesse tema leitura e engenharia para lá e isso já se vão 38 anos então lá no Hospital Mãe de Deus e foi onde eu comecei trabalhando na parte de obras eu concluir alguns pavimentos que ainda estavam acabados deram Hospital novo na época e que tinha três pavimentos ainda não com blusas e depois mais tarde fiz uma avaliação de 6 mil metros quadrados e depois um um prédio anexo que é um Centro Clínico 18 pavimentos e 10 mil metros quadrados aproximadamente bom Então nesse aí eu considero que começou a minha a minha vida nos hospitais e bom e nos últimos 25 anos eu trabalhei no Hospital Moinhos de Vento E aí além da parte de obras e o assumir toda a parte de gestão da infraestrutura o que me ajudou em muito nos projetos das obras novas porque eu conseguia ao mesmo tempo vivenciar esse problema da manutenção e ver como eu podia é melhorar isso nos projetos Então já antecipando uma que talvez seja algumas das perguntas eu acho que a boa manutenção começa a um bom projeto mas é isto a é muito bom Fernanda como longos de luz de Chão de fábrica né pelos é para quem vive o também vive mais de 40 anos nessa área mas em chão de fábrica hospital é mesmo trabalhamos 10 12 horas por dia sem grandes hospitais né E nessa quando você entra nessa área de arquitetura e engenharia manutenção hospitalar realmente depois que vocês não consegue mais sair Eu até tentei isso aí males da área mas não consegui conversa eu voltei porque realmente não tem graça ashanti a paixão é muito grande é verdade é você acabou se envolvendo com todos os assuntos que qualquer coisa qualquer atividade que você assumir fora dessa área hospitalar dá um vazio né Você sentiu o Brasil porque essa área hospitalar é uma área é muito dinâmica né é uma hora que você lida com m assuntos com vários assim você nem imagina que eu caí de paraquedas terreno grande hospital e não parei mais até hoje né é isso foi O que foi 79 que eu comecei nessa fazer uma área realmente muito apaixonada é realmente o chão de fábrica né a prática do chão-de-fábrica que nos mostra as verdades dois nos mostra a realidade eu eu acho que essa noite esse nosso bate-papo vai ser uma boa pelos feliz na sua experiência nessa área é de que forma a engenharia e manutenção hospitalar pode contribuir a segurança e Na continuidade de operação e o Complexo Hospitalar que o nosso título do nosso pelos né E você pode ser para alguns exemplos aqui então é a grande diferença talvez do do prédio hospitalar é do restante da dos demais edificações edificações complexas existem muitas vamos petroquímicos aí são complexo existe uma série de outras obras de engenharia muito complexo A grande diferença que eu vejo do hospital é um fato de que ele trabalha 24 horas por dia 365 dias por ano e com pessoas doentes com pessoas fora do seu equilíbrio normal e essa toda essa estrutura depende da infraestrutura que está por trás então é muito burro as pessoas enxergarem os hospitais um local de médicos e enfermeiros agora já tem mais especialidades em farmacêutico e tem nutricionistas E fisioterapeutas extremamente necessários a Guaraná na crise da covilhã na academia mas existe uma gama de outros profissionais e também são fundamentais do funcionamento e entre essas Gama de outros profissionais são a os engenheiros e arquitetos na construção desse prédio para que esse prédio atenda às necessidades dos processos médicos assistenciais aí eu falo com os arquitetos lá a mancha havia garantido que todas essas infraestrutura esteja em condições funcionar Imagina assim é hoje nada funciona sem energia elétrica garantir energia elétrica já é uma mega desafio não pode faltar energia e a gente sabe que infelizmente o nosso país tem uma infraestrutura ainda bastante deficiente mesmo numa capital como Porto Alegre o número de falta de Dindin de cortes de energia é muito grande eu agora por conta do mestrado que eu tô fazendo Tô escrevendo a minha dissertação eu tô fazendo um trabalho em cima justamente da polit é só no período da cor verde no hospital eu tô precisando de onde eu trabalhei de Vento tiver 80 falhas na energia no período da corridas foram mais de 80 países que por Óbvio pela influência como é que sei lá elas não chegaram ao paciente por quê Porque existe do que entrada de energia porque existem geradores no-breaks bancos e bateria mas a então aí eu já respondo a tua primeira pergunta que sumiu e e garante a estrutura esteja em condições para que isso não chega e usuário final então quando ela nessa pesquisa agora entrevistei os profissionais da ponta que trabalharam no convite fisioterapeutas enfermeiros médicos ninguém tem registro de falta de energia e uma soltar mais de 80 vezes eu chamo de falta quando hoje uma subvenção que ele transferiu do alimentador o outro é algumas foram faltas mesmo de energia Mas isso é o usuário lá na ponta nem sabe o que aconteceu e É mas isso não é por acaso que ele não sabe ele não sabe porque existe uma estrutura que está por trás e faça o dele não perceba isso não então É mas assim como eu falei de energia podia falar de água podia falar de gases medicinais né agora na pandemia a gente ficou sabendo de realidades tristes de hospitais e ficaram sem das mãos mais não e o perda de vidas já Ah mas então eu acho que a minha resposta seria essa a [Música] Segurança do Paciente Ela depende dos processos médicos assistenciais mas ela depende do bom funcionamento de toda essa estrutura dos equipamentos venha adequados calibradas uma manutenção preventiva feita corretamente na e essa infraestrutura toda funcionando perfeito é isso mesmo na verdade quem cai nessa área né ali no estudo engenharia estuda arquitetura se forma e de repente você cai no emprego no trabalho no Complexo Hospitalar sem a gente nem imagina adversidade grande atividade e instalações que existem dentro do Complexo Hospitalar então nós temos que nos virar nos 30 várias vezes por dia né e várias o pior que já ser uma grande diferença né Eu só contando uma rápido exemplo eu não tenho exatamente eu não me recordo um ano eu tenho impressão que tenho 45 anos mas me recordo que foi no último dia de Janeiro lá mesmo tipo de um mousse Clone e passou pela cidade de Porto Alegre e derrubou menor umidade de árvores Porto Alegre prima eu acho que tu não conhece Porto Alegre né Não eu não conheço Porto Alegre é uma cidade muito arborizada é uma cidade muito arborizar e as redes de distribuição aéreas de distribuição de energia elétrica são são aéreas Então o que por um lado é bonito que ela é uma cidade muito arborizada é um problema porque Principalmente nesse tipo de tem o que vem precedido de dentro tá em galho sobre as redes aéreas e E aí se tem cortes de energia nesse evento específico que eu tô falando foi no último dia de janeiro eu não me recordo bem qual foi o ano mas há uns 4 anos atrás 15 o apoio desastre aqui na cidade a cidade mesmo para recuperar energia de volta 100% 4 dias 5 dias é o restabelecimento foi muito difícil e nós durante toda essa minha já longa nesses 25 anos que eu fiquei no Rio de Janeiro foi o maior período sem abastecimento de energia nós ficamos exatamente 12 horas sem energia das nove horas por um pouquinho mais de 12 horas das nove e dez horas da noite de uma sexta-feira até às 11 horas da manhã 12 Não é piada 11 horas da manhã no sábado seguinte e é eu me recordo que assim que deu eu saí de casa e fui para o hospital eu tentava ligar porque não tinha telefone aqui o diabo as antenas de eu ia ficar sem energia foi o blackout na cidade e eu terminei indo para o hospital e fiquei lá praticamente a pele amanhã já dá para ter certeza de que tudo estava funcionando graças a Deus todos funcionou os geradores entraram tudo funcionou mas a preocupação é porque nós não imaginávamos muito uma falta de energia tão linda e e eu fiquei comecei a ficar preocupado o abastecimento de diesel dos geradores sistema de geradores lá retorno com um diesel EA e eu comecei acompanhar a e tentar o contato com a concessionária aqui que chama-se é a companhia de energia elétrica em Itambé Estadual de energia elétrica e é para tentar saber em que tempo o seria restar a energia porque você é um hospital eu tinha contato com a equipe de frente da companhia e eles nesse Olha a situação é gravíssima nós estamos você são os hospitais são os prioritárias mas eu não sei como te dizer eu não sei se são horas você é um dia inteiro sem energia então a minha preocupação a partir daquele momento foi e atrás de uma abastecer os tanques de óleo eu ia fazer uma conta tudo bom nós temos ainda talvez 6 horas e Diesel saímos para comprar Diesel de madrugada então aprendizados é Deus daquele evento já se melhorou o processo de ter uma companhia já pré contratada para fazer abastecimento cm a paz durante a madrugada em final de semana né naquela época eu não nós não tínhamos ainda isso então nós vamos atrás durante a madrugada ainda para comprar e compramos é durante a madrugada mas a Plano 75/5000 A gente Ferri quem trabalha nessa área existe os planos tem que estar muito bem escritos e estados para nós emblemático e olha o tamanho da repercussão a energia elétrica falhou por 12 horas mas água nós ficamos 5 dias sem abastecimento já porque a cidade 15 dias sem abastecimento lugar é porque os sistemas de bomba Não são ligadas em geradores assustadoramente Então os reservatórios foram secando e e até que se consumia se recuperar a cidade ficou praticamente 5 dias sem abastecimento de água e nós abastecemos um caminhões-pipa uma esse plano nós temos montado Nós já tínhamos é esse plano contado uma empresa para fazer isso abastecimento mas eu me desviei um pouco mais perto da pergunta mas é é só para mostrar o tamanho da importância que tem infraestrutura na na operação do hospital outros hospitais nesse evento tiveram mortes por conta de não ter abastecimento de energia para pacientes críticos sim terminaram um dólar Kurumá para a qualidade da Natura da é assintomática e É verdade é E esses são os ossos do ofício né preguiça coisas que a gente não aprende da faculdade agência principalmente na Vida Prática mesmo sendo Brasil um exemplo dessa mesma linha e deve ter 10 15 anos se tiver alguém nos assistindo por aí Santa Catarina a ilha de Florianópolis né é uma ilha e o abastecimento elétrico de toda a ilha passa por um tipo de uma galeria a técnica que tem dentro da ponte e alguém foi fazer uma operação nessa ponte é uns 10 15 anos atrás e rompeu alimentação da ilha e a ilha ficou os 45 dias saindo de lá então que tinha lá na ilha de Florianópolis se for o que estava na ilha mesmo que com os 45 dias saindo dia então a gente tem que pensar sempre é mais nessa situação de onde vem a energia tem dupla entrada isso vale para todas as estruturas e nessa ocasião pelos vocês vocês não estão bucal UTI por exemplo o padre hospital cirurgia sempre sendo feitas uma da outra mas tudo isso como foi durante a madrugada a cirurgias costume até altas horas da noite na maça azul ter estão voltadas né mas a luz estava lotada Mas como eu disse a infraestrutura que tinha é a estrutura que tinha manteiga é aquilo sempre usuário perceber porque tudo funcionar na rua a nossa grande preocupação naquela época é porque o hospital não tinha o abastecimento de cansar em cima do gerador de todo o sistema de refrigeração mas como a em volta muito demorada mas no horário digamos assim que a temperatura que colocar mais por exemplo foi durante a noite então o problema começou a ficar maior na manhã do sábado quando tinha uma cirurgia já no sábado e parte desse sistema do Chile eles não estavam no gerador então nós precisávamos rapidamente é rapidamente fazer com que voltasse energia por causa é porque não tinha o seu sistema de refrigeração claro que a parte de ventilação e exaustão essa sempre está ligada no sistema de emergência né Então essa funcionou porque ela estava em cima de geradores mas os chinchilas e gela a água no sistema nem todos sistema está em cima de geradores Então esse é um problema é verdade é o quê cara você já respondeu aqui alguns amigos já vão mandando o WhatsApp aqui ia ver uma colega de deve está nos assistindo e me disse que eu tô ruim de memória foi 29 de Janeiro de 2016 desenho Então cinco anos com cinco ou seis anos porque Casou você já já respondeu uma logo após suas perguntas que eu queria fazer mais sim mas eu acho que é tudo valido é muito importante né que realmente nós estamos mostrando a prática é a intenção dessa Live hoje é mostrar a prática que vive um profissional é aqui perto o engenheiro que entra a numa área hospitalar então aproveitando esse gancho ao assumir o cargo do engenheiro e gerente responsável de um Complexo Hospitalar na sua opinião quero os quais são as principais responsabilidades do cargo e o que se implica na vida do Eu nunca disse ele fez a faculdade se formou nunca imaginava né Queria assumir uma o abacaxi mavala responsável da Qual a sua opinião a respeito disso parte disso Eu já respondi na primeira a pessoa tem que ter consciência que não existe mais noite tranquila se a pessoa tem um pingo de responsabilidade e eu imagino que tem assumir essa carga tem que ter muita responsabilidade como eu disse eu não pensei duas vezes e ir para lá e assim como eu fui e isso pelo lado bonito de ver os meus colegas de equipe de manutenção todos prontamente foram chegando eu já não fui o primeiro a chegar quando eu cheguei já tinha um colega lá e parceiros de fornecedores pessoal da empresa que passa a manutenção dos geradores pó e ele sabe da importância que os geradores não podiam falhar e eles prontamente nos mandaram uma técnicos para lá ainda durante a madrugada então tem vai trabalhar nessa área tente entender e assim como o paciente está na mão do médico quando ele tá numa cirurgia ele também está na mão da engenharia que garante no foco não vai apagar e a sala cirúrgica vai tá funcionando é então agora na panelinha da convide e isso foi fundamental i ah é verdade aqui rezar para que o gerador não fale né acabou a energia elétrica e filha uma tremenda de uma responsabilidade pesquisei é isso que eu costumo dizer que as pessoas que entram nessa área acima de qualquer coisa que deixa não é um simples emprego né É mais do que um simples empregos é uma responsabilidade enorme então uma pessoa precisa gostar mas é mais importante gostar do que faz isso que coisa mais linda que você entrou nessa hora sim ou não consegue mais sair há de tão envolvente que era porque você tá ajudando salva-vidas mais como esse hospital e eu trabalhei os últimos 25 anos aí que prontamente tem muito forte a cultura de Segurança do Paciente tanto que ele não é por acaso que ele tem teste certificações ladrão e polícia é isso termina migrando porque isso meio que está nos valores a instituição lá disso permeia todas as camadas do funcionários de quem trabalha no Hospital Tem feito muito claro né EA Segurança do paciente de Depende de toda estrutura na da engenharia do da da equipe médica de 15 coletadores de resíduo do hospital tem cuidado para para fazer da forma adequada com os lixos devidamente fechados os carros estampados porque também depende deles a não contaminação do ambiente né então isso tem que ser trabalhado exaustivamente no dia a dia sem dúvida infraestrutura hospitalar lamentavelmente ainda não é tão valorizada né na grande maioria dos hospitais nem muito menos a manutenção então é com relação à manutenção que é um trabalho e lamentavelmente ainda não é tão valorizada como deveria ser né devido à importância que nós estamos ligando o tempo todo onde ou de pessoas seres humanos correm risco de vida né então a gente não se permite a cometer falhas nós não temos chance de errar né então na sua opinião que elas a equipe de manutenção eu preciso ter vários hospitais e cada hospital que você visita você vê acima aí equipes diferentes fazer alguns hospitais com um monte de gente outros com pouquíssimas pessoas aí você vai conversando se você ver pessoas mais capacitados menos capacitados ocupando cargos cargos e muita responsabilidade quando a sua opinião cama na sua experiência prática ou deve ser dimensionada uma boa equipe de manutenção das instalações de infraestrutura predial hospitalar de forma oferecer a Máxima Segurança do Paciente como se você acabou de dizer agora médicos enfermeiros colaborador o procedimento só seguir Qual a maneira correta de fazer um bom dimensionamento é essa mais uma resposta longa mas eu te digo eu te digo esse primeiro que a pessoa que assume essa seja o cargo que por gerente o chefe a mamãe para tudo não importa quem era responsabilidade de seu gestor da sempre estrutura tem que ter muito claro a importância e ele tem naquela instituição e então for Óbvio a capacitação dessa pessoa tem ser certamente suficiente para dar conta conhecimento são muito grandes eu embora todos esses anos é eu sou engenheiro civil de formação e eu sempre trabalhei aqui eu não sou especialista em elétrica não sou especialista em ar condicionado mas eu entendo que a gente tem que se valer se pode estar na sua estrutura ou pode ser terceiros mas precisa ver pessoas capacitados para poder fazer análise dessa estrutura toda então assim é ah eu não acho e a estrutura tem aqui cena da instituição algumas coisas eu entendo que podem ser terceirizadas mas eu entendo que existe uma equipe ao minha que tem que ser própria da instituição porque os hospitais normalmente são colchas de retalhos e vão sendo construídas ao longo dos anos então existem prédios de datas muito diferentes esse de novo bom me referia ao o evento que eu trabalhei ele é um hospital de quase 100 anos então existe o Prédio Principal e tem quase 100 anos mas existem diversos anexos que foram feitos ao longo desses desses outros anos é muito informação para que o mal uma pessoa tenha sozinha é muito complexo então eu entendo que precisam de várias especialidades médicas quem tiver aprende disso tem que conhecer todas as normas da sua área de conhecimento né então eu não sou especialista em subestações elétricas então sempre me Vale de Engenheiros elétricos que tinham equipe então eu entendo que pede uma equipe No mínimo uma casa e conheça toda a infraestrutura da casa e bom se as equipes de manutenção vão ser próprias ou terceirizadas é isso para dar um vai ver o seu modelo mas eu entendo que a equipe de gestão os engenheiros e vão ter conhecimento esses devem ser na casa e é agora sim trazendo exemplo da pandemia da corrigir as adaptações que tiveram de ser feitas para criar novos leitos em áreas que não eram de UTI principalmente né hum boa parte dos hospitais dobro as suas UTI fazendo ter isso em áreas que não eram um salas de recuperação em outras áreas há sempre uma equipe dentro da casa que conheça o quê que pode e o que não pode não tem como fazer isso claro que se conta com mão de obra de terceiros para executar essas mudanças mas precisa ter alguém na casa e conheço todo e conheça sempre estrutura nos mínimos detalhes e que passe a tranquilidade para a equipe assistencial de que é quando ele diz estudar ele tem a certeza que aqui não vai dar para ser feito né então é isso [Música] e não não existe uma receita de bolo que se aplica a todos os hospitais mas eu diria que o que vale para todos é tem que ter gestores capacitados com conhecimento técnico e comprometimento que a gente já falou antes Além disso pode mencionar a oficial sigo na na pergunta precisa ter todos os processos muito bem maquiados como é que funciona uma equipe de manutenção de ar condicionado primeiro preciso saber quantos equipamentos eu tenho Qual é a frequência de manutenção que eu vou fazer Quantas vezes eu vou trocar os filtros Quantas vezes eu vou limpar serpentina Quantas vezes eu vou revisar os motores de cada um desses equipamentos se não tiver todo esse processo muito bem maquiado muito bem escrito e é igual anilhado eu não tenho como dimensionar a equipe agora eu sei que eu preciso x horas de manutenção por mês agora eu vou fazer aqui próximo eu vou ter que ver qual é a capacidade do meu funcionário para e ela tarefas e conte mencionar irmãos e 2 3 5 10 funcionários E se for terceiro eu também vou ter que saber quantos quantos funcionários do terceiro vai ter para fazer a sua proposta de manutenção lá e boa de novo você próximo terceiro e isso independe mas eu preciso conhecer a estrutura no mínimo detalhe e os processos de manutenção para quantificar a seguir não sei se responde essa pergunta com ele na verdade Respondeu respondeu é só para complementar você mesa com todos que você falou que são colocações reais né Pronto agora vamos nos concentrar Vamos focar focalizar os nossos 7000 hospitais brasileiros entre públicos e privados você veja para gente ter todos os pro é uma pilhados sem esse processo mapeado a gente não consegue fazer dimensionamento de Rio cerveja Varia muito de hospital para hospital não é um recibo que você pega um hospital público por exemplo que tem que atender uma série de exigências de lei hidrografias e assim por diante de repente você vai terceirizar você obrigado a contratar o preço mais baixo melhor preço e acaba se contratando na uma empresa que não vai atender suas necessidades e sempre acaba ficando lá aumentando assim a colcha de retalho como você disse né mas deixa eu fazer um beijo nessa colocação que tivesse agora é claro a realidade de grande parte dos hospitais infelizmente é de uma precariedade e absurda e falta tudo desde o esparadrapo para retirar na parte de engenharia porque aí tem a outra parte que ainda é a cultura de enxergar manutenção Oi princesa não ela é uma necessidade do processo a ela é uma necessidade do processo assim como eu preciso de água na torneira para lavar a mão e eu preciso da manutenção do equipamento para que ele funciona mas é o nosso lá olhando nos hospitais públicos aí a gente tem aqui na nos ouvintes nobres na plateia aí tem José Mauro Carrilho aí que trabalhou anos em hospitais públicos eu acho que a boa contratação eu nunca trabalhei na em hospitais públicos mas eu imagino aqui a esse processo para poder fazer essa essa contratação essas licitações o maior número de detalhes porque essa é a forma de evitar empresas diz qualificadas em um fornecer serviços do hospital e descrevendo minuciosamente etapa por etapa de tudo que se precisa que seja feio Então hoje agora tá começando a se cobrar o pmoc ar condicionado nós temos a mais de 20 anos o pênalti feito lá dizer e o que que eu tenho que fazer diariamente o que que eu tenho que fazer semanalmente o que que eu tenho que fazer mensalmente E aí quando eu vou fazer essa contratação isso tudo tem que estar escrito no menu ciosamente assim como ele também tem que está distrito nas contratações de obra né Sumiu os famosos adicionais das obras via de regra ele surgem projetos ou memoriais e não estão completos e dão margem para isso não deixa eu só aproveitar que você me setou e fez a intervenção aí Exatamente isso é a gente deveria qualificar muito mais os nossos processos licitatórios para que a gente tivesse um Bom desempenho Quais empresas de licitação infelizmente ele já são 38 anos só de administração pública Eu acho que eu vou sair tô fazendo tá aí não vou conseguir ver chegar a um patamar que seja satisfatório infelizmente é isso dói no coração da gente a gente que gosta de escrever que gosta de estudar que gosta de participar mas a gente ver a não qualificação dos profissionais que muitas vezes são participe deste processo licitatório infelizmente é isso o basquete não como dizem os gaúchos aqui não podemos se entregar para os homens claro então é isso nós temos que continuar acreditando e mostrando Talvez esteja o nosso grande papel sensibilizar a alta gestão dos hospitais e dos e tivemos das lideranças públicas sai das lideranças dos hospitais privados da importância isso tem na segurança do processo na Segurança do paciente e que última forma isso resulta linha e custo porque é ou não fazer o curso sempre é maior né eu tive a experiência de visitar alguns hospitais assim abandonados e eu vejo isso norm para a sociedade então custo muito grande para a sociedade de e o serviço à disposição esse curso é esse custa o custo logo aqui não dá nem para mensurar a [Música] pandemia exposto essa essas desigualdades que existem no país e a gente vê que aqueles locais e tem estruturas melhores eu tiveram mesmos existiram as mortes que são e fazem parte da doença da gravidade da complexidade da doença as mortes que são inaceitáveis são as mortes por Lan uma gestão essa essa secções admitidas as da doença a gente infelizmente tem que se conformar com elas né mas é mas a morte e por os falta de estrutura por má condição da estrutura Essas são inadmissíveis tá oi Google Google é muito Olha nós temos assunto para conversar horas aqui eu selecionei algumas perguntas bem bem prática do nosso dia a dia que gostaria de fazer para a gente dar continuidade e também e convidar eu gostaria de como de direita lá que o convite ao público tá E você já podem enviar suas perguntas para que sejam respondida aqui pelo nosso palestrante Carlos mas sabemos que nenhuma instituição seja pública ou privada Né nenhuma esse Só souburg se não tiver lucro financeiro tá não é porque tem muita gente que uma coisa dessa mas tá toda muito enganada tudo tem que ter lucro tem que ter resultados no seu de que forma você vê uma boa equipe de Engenharia e manutenção pode contribuir os resultados econômicos e financeiros de uma instituição hospitalar você pode se tocou Eu costumo dizer negócio dos meus cursos que a gente além de ser arquiteto Engenheiro nós temos que ser advogado psicólogo temos que ser economista tem que ser um pouco de cada coisa tem que ter uma visão sistêmica de tudo das para se fazer uma boa gestão se você não tivesse a visão sistema que você não consegue fazer uma boa gestão Ah sim então vamos lá de novo existe infelizmente uma cultura de que manutenção é defesa na verdade não manutenção esta é um busto que faz parte do processo e como é que a gente mostra isso para outra direção Qual é o B que eu enxergo isso aí como é que eu fui desafiado ao longo de toda minha trajetória profissional ele mostrar que aquela aquela despesa é necessário mas e ela está sendo feita o menor custo possível então vamos lá pegar energia como primeiro exemplo eu não consigo reduzir as contas de energia do Hospital São gigantescas o hospital de grande porte a as contas de energia mensal no hospital Moinhos no hospital de quase 500 metros a ela tem uma sazonalidade verão em Belo mas na média é mais um mês de conta de energia elétrica então mais de 12 milhões na conta de energia no ar bom então só fazer Essa gestão adequada nessa conta de energia e já já é o super trabalho e mostrar isso para alta direção e bronze nós conseguimos fazer com todas as tonalidades e a gente sabe que a conta de energia Depende muito da questão climática porque principalmente a climatização a climatização em Grande Irmão Grande consumidor de energia elétrica mas nós conseguimos fazer uma previsão de energia elétrica de na parte de de quantidade de energia de pilates o erro de menos de cinco porcento do ano com toda variabilidade a gente arrasa em menos de cinco porcento em kilowatt no Ah tá mas eu tenho como é que se faz isso bom aí depois eu tenho que analisar tem que modelo como é que é o meu perfil de consumo É melhor eu tá na tarifa Verde É melhor estar na tarifa azul é o Minha Juventude EA experiência mais recente tá o primeiro Hospital do Brasil assinou o primeiro um dos primeiros a migrar para o mercado livre já passei sanos que nós estamos no mercado nós estávamos no mercado livre de energia e é uma forma que consumiu o hino conhecido como é que eu consumo mínimo possível acompanhando vendo seus motores são eficientes em as luminárias são adequadas e 12 era um hospital antigo que tinha lâmpadas incandescentes e depois se preocupa florescente e já era mais econômica e mais tarde se preocupa luminárias de led e como é que a gente faz isso mas luminárias de média ou menos que para conversar certinho o investimento existiu esse exemplo que é bem bacana nós não temos medições tens atualizadas Se eu conseguisse fazer um piloto para mostrar para a direção como é que como é que eu ia economizar o dinheiro É mas o prédio de estacionamento existe um prédio de 10 andares que a sua estacionamento assistir um perfil muito claro era 4 elevadores e iluminação para consumo de quatro elevadores e e as luminárias as luminárias eram fluorescentes nós fizemos um cálculo das luminárias para substituir LED vimos. Gostaria de luminárias enquanto consumia que o recente e quanto custa em média um nós fizemos um playback de quanto tempo passa se pagava se pagava em exatamente um ano no supermercado e aí tem a criatividade também também o eu quero saber mas eu não tenho esse dinheiro para trocar essas luminárias Tá bom Vamos no mercado busca os fabricantes de luminárias e decisão faz uma parceria dia nos parcelar em 12 vezes nós vamos pagar já que o playback é de um ano a gente paga essas luminárias em 12 meses para ele a medida que eu vou economizando eu vou pagar dia bom quando nós fizemos isso já tem muitos anos esse primeiro piloto erramos o cálculo em dois meses porque o valor do dia de energia nós vamos 14 meses para pagar e eu tinha feito a tabela 12 por que que não se pagou em 12 porque nós somos no MercadoLivre e a nossa energia por mais barata então eu levei um pouco mais de tempo para pagar mas assim essa é uma forma de ajudar os músculos de reduzir 250 de elétrica Mas vamos fazer um outro exemplo gente tem um cidade de ar condicionado de equipamentos e precisam ser trocados se esse processo é uma piada e eu sei quantos filtros eu tenho que trocar e eu sei a pire des periodicidade também que trocar eu consigo fazer o cálculo de quantos minutos de cada tipo eu vou precisar no ano e eu posso fazer como nós fazemos uma grande negociação com o fabricante e comprasse outros uma vez turma a entregas parceladas então isso eu consigo uma negociação melhor então eu tenho eu sei quanto tempo comprar e eu posso negociar que são as duas variáveis a quantidade eo preço é eu tenho que gastar o mínimo de quantidade e pagar o menor preço do sido então assim como o hospital contra grande somos que o cirúrgico soro e determinados medicamentos os grandes hospitais pontos uma vez por ano o entregas parceladas ao longo do ano mas a negociação é anual o bianual então nessa negociação a gente tá ganhando é a a engenharia de manutenção tem a mesma obrigação do dos em suas médicos hospitalares para todos os seus regimes a gente pode negociar por exemplo nós comprarmos tinta cru ano todo também porque eu tenho um histórico de pintura de consumo de tinta eu posso negociar tinta para o ano inteiro o entregas parceladas e isso vale aí no caso dos hospitais públicos também fazer isso E aí ele oportunidades da gente fazer e essa ele é um pouco muito rico para engenharia além de toda a questão de manutenção existe toda uma engenharia de custos aí que a gente pode fazer na um projeto bem bonito que foi feito é um projeto de reciclagem de pé é de papel de plástico entrega para o fornecedor e transforma isso em papel papel higiênico papel toalha sacos de lixo e de bordo nós chamamos isso de projeto Boomerang então toda aquela que resido laço de papel voltava na compra nesse triturado numa central de resíduos ter mandado pelo fornecedor de bom dia ele em sacos plásticos e papéis Então isso é a nossa e a nossa contribuição técnica para a sustentabilidade econômica e sustentabilidade bem a sustentabilidade ambiental EA super importante mas ter sustentabilidade Econômica Eu me recordo lá das luminárias fluorescentes o bloco comercial então não me recordo exatamente em que ano foi obrigatório o descarte correto se não me engano foi lá para 2002 mas nós desde 2000 já mandar Vamos reciclar luminárias é a sua recente da gente a Mazé Mava E aí começa a fazer a compra o círculo completo completo Quando eu compro Eu já eu já deixo negociado o distante e adequado com princípio crescendo luminárias não nós compramos e entregavam as partes e tem a gente comprada as luminárias velhas para que Ele pudesse devido descarte lá Eu dei um pouco mas é isso não na verdade não é que não tem como de uma longa tá guardado na verdade nós temos muitos itens para ser citado aqui quem olha que já começa no projeto um projeto um projeto hospitalar bem elaborado a já tem uma contribuição enorme na área lá no resultado financeiro de qualquer instituição quiser ignorar o projeto de dor eu acho que é um grande equívoco de muitos dirigentes hospitalares ainda hoje infelizmente tá aí o motivo eu vou pegar One Piece part 1 ponto pra mim eu acho que é fundamental E assim a obra hospitalar ela tem uma diferença brutal Da Lógica do Empreendedor imobiliário o empreendedor imobiliário faz uma obra bonita para vender o menor custo possível para que ele consiga ter uma e a obras de falar o grande custo não é fazer a obra grande custa manter ela operando em boas condições ao longo da sua vida útil isso que eu mais barato e eu tô mais converso o a uma obra de hospital eu acho que eu já vi só tem apresentações sua família mas assim eu já fiz essa conta na ponta do lápis a operação do hospital de dois anos da operação é igual ao custo da construção O que é isso é muito fácil de fazer essa conta dois anos da operação é um custo da obra é claro que aí eu tô colocando o salário de funcionários não não dois anos de manutenção né então economizar na obra descubra a grosseria do termo mas economizar na obra não é economizar no bom sentido de fazer uma boa compra mas economizar cobrando mal material O que é burrito porque eu tenho que comprar aquilo que vai ser barato mas tudo bem eu não é o custo de aquisição é o custo de aquisição somado ao custo de manutenção ao longo da sua vida útil quando eu tô fazendo um beijo a vida útil tem minimamente de 50 anos é uma construção eu tenho que por um custo da manutenção de 50 anos lá no meu curso bem Nascimento por quê é um quando eu coloco uma tubulação de boa qualidade quando eu coloco no registro de boa qualidade quando eu coloco um disjuntor de boa qualidade uma bomba eficiente uma bomba Econômica continua econômico a talvez a minha obra que já custando dez porcento mais cara mas esse dez porcento vai se pagar nos primeiros anos de operação EA partir de então ele é lucro o redução de custo como se quiser Depende de como você quer olhar Então esse é essa talvez seja o ponta onde é mais em albergue em albergue até meu tom de voz eu quero inimigo os as mãos nisso é burrice comprando um compram o registro de má qualidade a mesma desse custa metade do preço do ano simples Até o mundo para estragar e da tua alma é só para colocar essa porcaria desse registo Tá ok cara é disso que nós vamos lá depois é muito maior o hospital ele é feito para trabalhar lotado Ah entendeu E aí vai ser não mas isso é o que eu viesse Hospital privado só trabalham em um hospital Privado não no público ele é mais importante ainda porque ele tá fazendo uma função social então fazer um hospital público funcionar sem por cento da sua capacidade é obrigação do gestor público porque ele tá aquilo é um instrumento que está à disposição de toda a população então ele é mais importante do que no hospital privado Sem dúvida pelo Vamos partir para uma próxima pergunta e você respondeu apenas um é um tempinho um ele bugou e amando o espelho do funil e eu vou sair do teu como código como é que está tudo aí sério pode contribuir na parte do resultado financeiro da instituição hospitalar O que é uma coisinha pequena que tem ele tem exemplo eu já começa no projeto e do projeto de arquitetura bem bons para uma pergunta agora um pouco mais polêmica os assim tá mas ela é uma realidade próximo ano Anvisa informa que em função da sua notificações a quantidade de incêndios e hospitais é muito maior do que noticiado pela imprensa Qual a sua opinião Carlos sobre essa quantidade alarmante de incêndios que tem ocorrido nos últimos anos em nosso país e quais as medidas que poderão ser tomadas para melhorar esse cenário que que você acha Carlos A o primeiro que que eu acho eu acho uma tristeza masha uma tristeza como tanta situações do país que são uma tristeza era o clã e uma equipe que está aí junto pensei que um levantamento todos a todos os incêndios reportados à imprensa que são se ele consegue identificar e É nesse ano no ano passado por um 80 incêndios nos hospitais nesse ano de outubro que foi o último mês que foi fechado já estão em 94 incêndios em hospitais no Brasil 94 em 10 vezes não têm novembro e dezembro nessa contabilidade me ajudar quase dez em incêndios forminhas Augusto maior porte do plano e na sua grande maioria eles estão bem é um pouquinho de projeto ruim mas na grande maioria de folga de manutenção e aí é expansões a gente sabe que nos hospitais expandindo igual a vão crescendo e as cargas vão aumentando é um de novo se não tiver uma equipe qualificada fazendo isso da forma correta e fazendo essas manutenções A grande maioria desses incentivos começou por um problema de sobrecarga elétrica ou de falta de manutenção superaquecimento de motores vazamento de óleo próximo de tubulações elétricas ou seja deficiência manutenção não é eu tinha visitado agora me surgiu o nome é esse última todos os o Rio de Janeiro pelo incêndio bem grande nós estamos fazendo mais dinheiro Padilha não babadinho exatamente na nossa nossa mas o que eu acho que foi de babadinho o Bonsucesso Penha perto do Maracanã vamos morreu porque nós fizemos um projeto de apoio para recuperar para melhorar a infraestrutura dos cinco hospitais públicos federais do Rio de Janeiro foi Bonsucesso Bonsucesso Bonsucesso na Avenida Brasil no eixo do Espírito Santo Brasil nós estamos exatamente nós já estamos com o projeto pronto para eles necessitarão quando aconteceu mas eu quando fui conhecer o hospital me deu uma tristeza porque eu via as condições que estavam ali à precariedade eu não quero desviar do foco técnico porque a nossa bom e ali uma obra-prima não é técnica nenhum problema de gestão é um problema político é um problema de outra natureza que reflete no infelizmente reflete na questão técnica mas a origem do problema não é técnica origem do problema é é de outra ordem né falta de gestão É nos últimos dois anos tinha trocado cinco vezes já por seis meses gestor aí não é possível fazer nada direito assim não é lamentavelmente da casa aproveitando a sua resposta eu acredito que da minha visão muitos dirigentes hospitalares os administradores até duro os proprietários de hospitais existentes no Brasil não conhece na palma da mão o hospital que ele está na mão não não conheço por quê Porque não chega e as informações técnicas de uma expressão de uma vistoria bem feita eu tenho visto no tablet até lá equipe de engenharia de alguns hospitais alguns não são hospitais que pode qualquer tipo nos hospitais e pontas é coisa de povo né seja público Perigosa a própria equipe de engenharia não conhece detalhadamente por falta de vistoria falta de inspeções nos Beleza então isso aí é um outro e tem preocupante daí a ocorrência de grandes quantidades de vazamentos de incêndios curto-circuito porque as instalações e ficam esse fogo imagem por exemplo ficam esquecidos abandonados ao longo de anos erros a isso a gente vê fútil rotineiramente mas essa talvez assim só para não perder o gancho funil é eu acho que além de se fazer um bom programa de manutenção O que é talvez essa seja uma deficiência Nossa deserdada tá do pessoal da engenharia talvez a gente precisar se for na nossa disciplina disciplinas de marketing eu dizer eu hoje passa uma meia culpa eu acho que a gente foi muito ovo e cacareja pouco a galinha tem uma noção de marketing muito boa que ela a cada uma lá com a Rija nós colocamos milhares de ovos e cacarejam aos poucos então assim Acho que a gente tem é nosso papel mostrar mais do que se faz bem feito aí talvez desafiado por uma questão técnica acho que a gente além de fazer de Deus processos bem maquiados bem estruturados a gente precisa ter bons indicadores e começar a mostrar indicadores de performance um assim que eu te disse assim nesse período da É nesse hospital lá e ele que eu tô fazendo a pesquisa falhar 18180 vezes teve transferência de energia ou trocou de outra cor de um alimentador alimentador reserva outro corpo que andou gerador durante um tempo mas foram 80 transferências é porque foram 80 falhas quantas vezes isso chegou impacto no usuário final nenhuma aí um belo indicador número que espalha na na da concessionária versus a quanto aquela falha acertou o meu usuário final então Taí um bom indicador para eu mostrar para alta direção apesar de existirem falhas nós não ligamos na Alemanha ou no lugar desse volta aí energia a cada cinco anos uma vez não aqui é a realidade é outra mas a gente de dentro do hospital ela não tenha Impacto lá na ponta lá na assistência e para e acha que isso é uma coisa que a gente pode fazer indicadores para mostrar o que a gente está fazendo eu acho que existe muito trabalho bem feito com pouca com pouca divulgação E aí eu me ponho como ocupar eu mesmo no centro [Música] incompetente na na divulgação de tudo o que se fazia de bom né eu mesmo eu vejo aqui na sala nós temos aqui muitos colegas nossos arquitetos Engenheiros com muita experiência que nos assistiram é gostaria de convidá-los a fazer em qualquer pergunta do chat da fique à vontade Enquanto isso vamos vamos seguindo com nossas conversas nosso bate-papo Carlos mudando um pouquinho aqui de de foco Ok Google Hospital a gente sabe que é uma eterna obra né hospital tem costume de obra Quais são os principais principais recomendações que você daria para os gestores de uma forma geral da série de arquitetura e engenharia não posso fazer um bom gerenciamento de obras e reformas hospitalares desde a fase de projeto quiser Qual que é a sua orientação que você deixaria para esse pessoal a primeiro é eu já falei isso antes da limpeza que a manutenção começa lá no projeto como é que se faz um bom projeto bons albergues bons profissionais e bons profissionais também nos projetos complementares e um conselho se puder aí agregar no projeto pessoas se tem os experiência na operação do eu digo que nesses hospitais que eu trabalhei a gente rápido alimentar nos projetos porque a equipe da manutenção do hospital e as lideranças BH o engenheiro responsável pelo ar condicionado pela parte elétrica participava do projeto lá na concepção do projeto não venha me se a sua voz lá em cima do povo tem que ter casa de máquina pesa demais não é favor tá não é favor ela é necessidade de projeto a serpentina vai ter que ser lavada periodicamente como é que eu vou lavar serpentina de máquina anuncia de nos olhos e possam ser substituídos mas aí eu vou tirar eu vou padronizar um Sampaio pequeno tipo paraguaio de mozelos de dormitórios né E esses eu posso fazer de frango quais os padrões e quando eu for fazer a manutenção aba serpentina eu tiro um folclore e põe outro foi um limpo e levo o outro para lavar e vou trocando os quais de lugar mas isso tem que tá a nossa pois dimensionadas de forma adequada a montagem tem que estar na forma adequada tão bom projeto começa aí né um bons profissionais com boa experiência quando não se tem expertise na casa eu eu acho que o com suas compras com a esse esse conhecimento é e buscar bons Consultores e bons projetos projetos principalmente no Brasil é muito barato que eu já disse que a obra ela é barata frente operação o projeto é mais barato ainda porque ele ele é uma mínima fração da obra então economizar em projeto e um grupo economia e gasto de Osasco porque a hora de a hora de economizar E no projeto isso é essa moldura não felizmente a gente não tem SP e vai fazer um bom projeto para que a obra seja rápida não nós temos a cultura projeto sair rapidinho depois a gente conserta na obra não e essa é a pior coisa né mas da pude nem a decisão na obra é uma decisão tardia e normalmente tomada por quem não tem condições de tomar essa decisão na lembrança tomada pelos profissionais menos qualificados né então é o Projeto se resolve bem lá no início mas de novo aí o nosso papel de mostrar isso e envolver e envolve as equipes de hospitais e a dica que eu dou para hospitais de menores que não tem uma equipe de engenharia de buscar esse conhecimento em outros os pais fazer visitas a outros hospitais dia de regras a manutenção não são refratários a receber colegas a compartilhar com conhecimento e buscar escritórios competentes para fazer os projetos dos projetos e submeter à análise crítica da equipe de operação e aí de novo um projeto bem feito depois uma licitação uma contratação de obra bem feita um acompanhamento da obra na realização das etapas uma tubulação de esgoto ou de dreno e tem o seu caimento mal feito durante a obra bom vai ser o resto da vida um problema no hospital né então a uma uma fiscalização eficiente de cada etapa da obra né a as montagens das tubulações é a minha parte mais importante e quando se lança nos hospitais dias de regra a tubulações caminham pelos corredores centrais organizar essa população para que é hidráulica esteja no local adequado para que a os gases medicinais sejam no outro aquilo que pode vazar que tem que ter manutenção tem que ter em baixo né aquilo que não tem manutenção por exemplo dutos de ar-condicionado joga colado na laje isso tudo está nas primeiras etapas de obra né E aí assim finalizações durante a obra se as tubulações são com caimento correto se as soldas foram feitas de forma adequada preços pressurizada população durante 2448 horas 48 horas mas espécie de ser verdade essa soldas é isso sem quebrar de duto para ver se não tá tendo peru Olá tudo isso são coisas que a gente fala aqui infelizmente no Brasil pessoal pelo que é isso mesmo comissionamento não tem essa de novo depois que tá mal feito com seu pai muito mais consertar o hospital funcionando é muito mais Disney vem conserto eu não tenho como existem tem conserto o famoso ralo do banheiro é um lado e do outro lado o galo morre de sede pelo banheiro inteiro até o rabo receber são coisas primárias mas acompanhamento de cada etapa da obra de cada etapa muitas das vezes as empresas estão fornecedor a construção São pessoas que não estão familiarizados É uma construtora e tá acostumada com ramo imobiliário Olha eu vi que tem uma licitação aqui vou entrar lá e vou fazer mas não sabe fazer o Siena e além do que tem um foco que é assim fazer o mais rápido eo mais barato possível é por isso que tem contrata que somos nós aqui tá sujeira nós temos que saber quanto ela tá né saber contratar empresa só muito memoriais descritivos de palhadas exaustivamente detalhados com os tratos exaustivamente detalhados fiscalizações Na o braillista é eu entendo que algumas sabe se a minha forma de fazer quadros elétricos de hospitais via de regra não é um quadro comprado pronto são quadros feitos sob medida e um projetista de elétrico linha de ré o projeto quadro ele faz um diagrama unifilar aí a empresa que ganhou a obra concorrência vai mandar uma empresa que produz quadros elétricos fazer eu sempre coloquei nada na atribuição do projeto elétrico quando quando tu chegar etapa de obra e o que for definido tem vai fazer o quadro elétrico ele vai fazer um projeto executivo e o projetista vai validar o gol já presente Tipo depois que ele vai lhe dar o Executivo quando o quadro tiver pronto na fábrica ele vai lá na fábrica olhar o quadro sem vim para lá depois que chegou na obra para devolver é um papo né o próximo quadro elétrico me avisa quando tá pronto na fábrica e que eu vou lá na fábrica de pressionar junto com o projetista de elétrica porque lá na fábrica a gente troca o barramento e muda a posição a gente vê se tá difícil acesso para fazer as conexões quando tá na fábrica a gente consegue fazer depois de tirou a nota fiscal e meio para obra elenco banda de música não é muito bom o tempo o tempo infelizmente que elas não tem esse assunto Nossa que um assunto vasto né e deixa de fazer uma Última Pergunta antes que ninguém ninguém pode fazer nenhuma pergunta Ainda mais uma pergunta bastante bolo legal para nós por isso que então a gente pergunta ali no chefe Sim e eu lá no YouTube tá ela tá bom e você fazer o quê pergunta então bem bastante polêmica né só para dar uma apimentada Aqui estamos nos países desenvolvidos investe em manutenção preditiva e preventiva e a manutenção corretiva é praticamente zero é no Brasil infelizmente a manutenção corretiva e ainda é a mais program e eu corri Imagino que seja alguma coisa oitenta por cento e corretivas como na sua opinião o cenário real na maioria dos nossos hospitais e quais são as consequências desse cenário você pode opinar sobre as perspectivas futuras de mudança nesse aspecto de logo eu acho que essa Infelizmente sim essa é uma realidade Nós não enxergamos a manutenção hospitalar né Vamos por exemplo a indústria enxerga Se nós formos do Polo Petroquímico por exemplo para pegar um tipo de indústria a gente vai ver que a manutenção preventiva já faz parte tá ela tá no DNA da dessas empresas né mas é assim como na Aviação a manutenção preventiva tá no DNA nos hospitais até porque os hospital Se eu ganhar isto dizer e se profissionalizaram e várias outras áreas nos últimos 30 40 anos Os hospitais até 40 anos atrás eram geridos por médicos e enfermeiras não tem problema nenhum de ter médicos e enfermeiras na gestão mas eu não consigo enxergar o hospital de qualidade e não tenha um grande gestor financeiro na área de Finanças e não tem um grande gestor de RH no RH que não tem um grande gestor de suprimentos na nos suplementos Então tem um grande gestor de engenharia na área de manutenção Então na verdade do hospital seja ascendência todos os segmentos vencer de excelência mas não havia essa cultura essa cultura é muito recente nos hospitais na ela é muito recente agora as pessoas estão se dando conta disso de a todos esses nesses atores dessa cara dessa cadeira são importantes tá principalmente para Segurança do paciente mas também para a sustentabilidade financeira porque o que é mais irônico dessa situação toda é eu diria aqui certamente hospitais de excelência assim para pegar os mais conhecidos aí de São Paulo as tem filho e pegar aqui eu trabalhava muito de dentro é o Oswaldo Cruz em São Paulo e eu tenho certeza que esses hospitais Gastão – da manutenção do que outros hospitais menores porque eles têm uma melhor gestão e eles terminam comprando melhor e por gastando menos porque é o recurso tá melhor alocado né então a existem formas criat como fazer cama eu tô do Hospital Pequeno do interior esses hospitais poderiam se reunir e trocar aquilo que é comum a eles têm sabe montar uma estrutura compartilhada até a vida e pudesse ou se tu não tem como pagar dois três em dinheiro um time de bom nível ele sabe assim Engenheiro não é compartilhado e faz manutenção de dez hospitais da região e aí não fica tão pesado e em formas criativas hoje da a gente tem uma questão de facilidade que os aplicativos móveis com a internet essa troca de conhecimento e Essa gestão pode ter pessoas locais com menos experiência com alguma consultoria à distância com profissionais mais experientes o maior um ar a ação eu mesmo 40 anos de formado e continuo pedindo consultoria eu não posso quando tem um assunto que eu não tenho problema nenhum de pagar para um colega me dizer como é que se faz determinada coisa então é isso essa para mudar a questão cultural infelizmente um trabalho que a gente está fazendo aqui fazia as lábios trocar conhecimento e mostrando que é a nossa falha mostrando de que nós podemos economizar eu sempre dizia isso para minha equipe Cada vez que a gente vai pedir dinheiro nós temos que levar empresa alternativas domingo mostrar que a gente esgotou as possibilidades e não existe nada melhor o menor em entrevista do que isso que a gente está procurando Ok vamos ao a pergunta do público Natasha se quer passar a pergunta por favor eu vou passar um corte aqui é o Maurício nossos alunos do para tomar um monte de hospitalar vou deixar ele mesmo fazer a pergunta depois do Maurício Maurício fica à vontade pode fazer sua pergunta Oi boa noite pessoal tudo bem Boa noite Boa noite né professores porque eu sou novo ainda é a pergunta é a seguinte na verdade ou ela é bem anterior aí no quando você tava falando lá e segurança ainda mas é o seguinte na questão da criação descontrolado do com vídeo aí que foi versus hospitais tiveram uma ampliações e controladas aí renda dos pais eu acredito de muitos os engenheiros eles nunca fizeram nenhum tipo de análise principalmente de carga né a ser implantados ar condicionado seja o que for é no sistema elétrico e e esse momento agora que a gente tá de retomada nego cirurgias retomada na normalidade do hospital muitos esses atendimentos eles vão permanecer é muitas vezes dessas aplicações elas vão permanecer e eu acredito que também dentro disso disso muitas gambiarra vão ficar muitas coisas mal feitas com a pergunta é Qual a sugestão de vocês uma retomada com seguran o Paulinho tá né porque eu trabalho no hospital que a gente entrou muito nós conseguimos conseguimos fazer toda essa criação com projetos elétricos projetos de renovação de ar com filtro hepa tudo dentro das normas e conforme a Anvisa e as normas elas elas estavam porém eu tenho notícias e colegas que fizeram em recepções fizeram-me upas fizeram essas ampliações uma forma totalmente segurada e esses dias veio uma notícia de que uma UPA pegou fogo porque o sistema elétrico eles apurou e o que que é isso ar condicionado pendurado em locais inadequados em quadros que não eram dimensionados essa forma Maurício isso de certa forma já tá respondido lá infelizmente quando tu fez aqui dentro do hospital cristianismo isso pode até terceirizar o serviço mas tu tem que ter uma supervisão que seja da casa e conheça em eu vou fazer um exemplo prático do hospital se transformou limpa leitos de recuperação em 30 leitos de CTI nessa CPI digamos assim a Rua das novidades técnicas que surgiu e dominou ganhando bastante visibilidade e infelizmente e um aspecto triste triste que foi aquele ator que faleceu e é o Paulo não aquele humorista ele terminou usando a tecnologia da é como é um pulmão fora do corpo assim como a diálise é um rim para do corpo não ético é um pulmão para decorar começa foi uma doença que atacou muito outro mão nela o vídeo o órgão principal atacar Daniela pulmão é uma doença respiratória Esse é o é uma demanda de consumo de energia muito grande os pacientes ficaram muito tempo em UTI então quando os pacientes ficam muito tempo e termina usando muito medicamento muitas bombas terminam determinam fazendo diálise por conta da da quantidade de medicamentos são tomar o outro equipamento que consome uma carga elétrica enorme Então nesse hospital e transformou 30 leitos de recuperação em 30 leitos de corrid numa medida de urgência e tu entende que ela foi tomada durante uma necessidade de ou era aquilo o outro e amarrar esse paciente e a morrer na porta do hospital então ou não feitas adaptações mas como tinha uma equipe de elétrica lá a equipe foi medindo aquele circuito Valeu disponibilidade de carga oi e ela gritou olha nessa área aqui é o máximo de máquinas que podem ser ligadas é x máquinas de diálise simultânea x máquinas BR at simultânea por quê Porque tinham equipes supervisionando e agora infelizmente esse é o máximo que dá nesse lugar aqui e uma sala de recuperação via de regra é um paciente que saiu do da cirurgia e usa muito burro ele tá limpo uma bomba de infusão quando muito é tá consumindo oxigênio bem pouquinho de novo ter uma estrutura que o equipe Que conheça a estrutura é fundamental Não pode terceirizar manutenção assim que deu conhecimento mas infelizmente grande parte dos hospitais não a mínima não conhece o que tem na mão e aí quem não conhece o que tem na mão a chance de fazer bobagem é gigantesca por isso essa trágica número aí dos 94 incêndios em 10 meses Ou respondendo rapidamente a pergunta do Maurício ele perguntou o que fazer né É na no futuro agora com esse monte de gambiarra e foram feitas nas e conviver com suas gambiarras também já minha opinião o seguinte faço uma vistoria posso uma vistoria inspeção minuciosa de metro quadrado por metro quadrado instalação por instalação anote todas as anomalias da isso encher e diagnóstica – princípio da engenharia diagnóstica e também ameaça a sugestão essa faça ou essa vistoria e inspeção minuciosa e faça um bom laudo da apontando cada numa tá começando pelo item mais crítico para o menos críticos e entrega em alta direção do hospital processo para tomar as providências necessárias nosso como arquitetos Engenheiros mas que nós sabemos dar uma previsão de prazos e de custos o Senhor então eu acho que aquele eu sugiro que esse seja os passos que devem ser tomados né Igual a flexibilização que está acontecendo a partir da tua mente e achei isso proteger o profissional que joga o passa o micro adiante e se vai chegar a alta direção mais alguma coisa ele tem que saber o tamanho do risco que ele tem ele tá correndo então aí o que que acontece é nós temos notícias de muitas é muito estabelecimentos de saúde hospitais principalmente e na hora da do a horta pandemia simplesmente se organizaram e fizeram seus os seus ambientes assistenciais sempre ver essas instalações e aí Agora continua com a Rosa tinha uma UTI em cinco Oi como é que se faz vai continuar funcionando quem é que vai fiscalizar ele Oi de novo por um Subwoofer é essa o vídeo é uma foto na verdade Ai disse técnica tem que fazer esse laudo e mostrar Olha isso aqui foi aceito numa situação provisória de guerra porque ou era isso ou a pessoa morria Ok então a gente é aceitou Isso numa condição de precariedade uma situação de urgência mas era transitório agora isso tem que voltar para adequação normal essa Equipe técnica se nessa nesse estabelecimento muitas vezes não têm uma equipe que depende de uma fiscalização de uma vida óssea eu dirigir um outro órgão que seja é mais analisado contrato contrato especialistas Às vezes aqui ó ó se eu tô falando que você tem que eu estou falando eu trouxe essa pergunta por que a gente tem em grupos aí a gente tem no telegram sua sabe disso nós temos aí de norte a sul do país aí tem que hospitais de que são particulares e que tem homens assim um faturamento ótimo e têm que hospitais precaríssimo e pela atender da mesma forma né então é por isso que eu Trago essa pergunta por que não sei se os colegas todos trabalham no hospital mas é o hospital como a gente fala ele é um corpo né não tem como crescer somente um braço né então eu imagino que cresceu dez quinze leitos no hospital e eu tenho que aumentar minha geração de emergência eu tenho que aqui melhorar a minha casa de máquina minha reserva de água e tudo isso quando quando cresce 56 leitos de recuperação ou duas salas de centros cirúrgicos e um corpo que cresce cresce e cresce por isso eu vejo o seguinte as pessoas cresceram desenfreadamente o mesmo organizada agora Tão com objetos em um centro cirúrgico é com quatro salas com os cinco recuperação né Por causa que eles usaram as outras operação fazer o quê aí agora tá credenciadas estão recebendo eu quero receber nenhuma sua que saiu tem hospitais hoje que eu imagino estão todos fora de Norma e os engenheiros nós Engenheiros arquitetos temos muito trabalho pela frente aí para agora consultoria para tentar trazer segurança porque vai pegar muito fogo ainda só pensando nessas no pressões aí dá um lado e infelizmente infelizmente Essa realidade e tem muito leigo atendia nossas emergências olha hoje eu posso do horário só podemos continuar o seu que já passou já passou do horário né Eu não sei se tem mais perguntas do público uma pergunta do YouTube professor só pra gente finalizar ele já também o pessoal que tá lá no o Olá Claro claro Vinícius de Medeiros Santos ele colocou uma pergunta para debate Na Mesa qual instalação de entre infraestrutura seria a opinião a mais frequentemente na igreja negligenciada por assim dizer e que acaba acarretando mas ações corretivas deixa eu deixa eu ver responder rapidamente Quais quais as instalações infraestrutura eu devia que são várias são várias a tem várias instalações críticas como começou a posição pela climatização climatização é uma instalação muito crítica Hum E que deixa muito a desejar na infraestrutura da grande maioria dos hospitais outro outro instalação que bastante crítica e é muito importante muito perigosa e instalação elétrica né e o terminar dúvida depois tem instalação hidrossanitária gases medicinais todas essas instalações e vocês altamente críticas que não nos permite falhar em hipótese alguma assim e resumidamente responder à pergunta do Vinícius na seria mais nome isso é sobre hora o sol produtor o gancho eu acho que essa Live das ontem que repetir mais felizes porque veja só ele é o tempo passa voando Ah eu sei que tem muita gente querendo falar não dá tempo né é eu acho que nós temos repetir mais vezes porque na verdade Olha nós estamos abordando assuntos quando você falar que te tura e engenharia e manutenção hospitalar é uma área muito Ampla muito Rafa se você for falar de arquitetura Nossa você dá para você conversar horas né eu vou falar de engenharia de cada instalação para falar horas mas é isso mas em todo caso beija Natasha aí o Instagram Anderson Qual é o tempo que nós temos disponíveis e vamos responder à pergunta dos colegas que foi possível ainda hoje vamos dar oportunidade para todos falarem Tá certo e tem mais alguém querendo perguntar por que ainda estou vendo a professora vai se eu quiser deixar tudo aberto já foi a próxima Live a gente já com vida toda pessoal que está presente né já participar Então a próxima live com esse assunto e ficou esse monte tema que nem você falou que a gente pode aguardar de repente Ah que bom movimento na área de vocês aí mas quem sabe o pessoal é manda perguntas e a gente depois customiza uma já direcionada no palco de interesse deve do pessoal a gente faz o outro encontro aí e troca ideias com mais direcionado a aos temas de interesse em dúvida sem dúvida a e o pessoal Olha então eu já chegamos ao final de mais uma live né ela possa manter a 15 minutos do nosso tempo previsto Eu agradeço muito a presença EA participação de todos é esse assunto é um assunto que me me fascina muito quiser eu sou suspeito em falar Tá certo tem que eu tô mais de 30 anos nessa nessa nessa área quiser aqui que você começa a falar esquece a hora né quantas horas eu quantas aulas às vezes eu passo do horário E continuo falando não percebo que há de tão fascinante que essa área se alguém me avisa o professor já acabou a aula eu vou embora já chegou meia-noite tô dando aula eu queria agradecer muito ao nosso amigo querido amigo Carlos Marchetti R grande especialista nessa área é uma pessoa que tem muito chão de fábrica quiser eu acho que isso é muito importante porque quem tem eu a presença de Chão de cobre que eu tenho uma outra visão na isso não tem a menor dúvida é isso influi no início faz uma grande diferença e queria agradecer a todos os participantes todos que estiveram presentes nos acompanhando e vamos vamos programar vamos organizar novas Labs novos debates porque esse debate não tem fim gente é um debate que não tem fim tá certo é um debate muito fascinante né é um debate que realmente de e não tem firma tem limite tá nós temos muitos e muitos assuntos que eu tinha mais perguntas aqui para fazer para Infelizmente o tempo não permite que de agradecer Então os colegas a presença e participação Muito obrigado boa noite a todos Se alguém quiser falar alguma coisa por favor tá de agradecer também convite eu queria agradecer o convite aí ela descer também a aos que ficaram e nos aguentaram todo esse tempo aqui e em especial aos e eu estou mais do que nós e ficaram aqui quietinho sabendo aqui tá bom mano um abraço parabéns para você colocar a presença do engenheiro e do professor que o melhor aqui né como sempre foi uma excelente da Live Agradeço também a todo o pessoal que estiveram presente aqui nos um no YouTube o Anderson não é uma filha tô com mais comercial que acompanhou a Live conosco alunos ex-alunos enfim todo mundo que esteve presente aqui nos prestigiando tá bem e vão e já fica o convite então com a próxima Live Professor Carlos para a gente trazer esse esses assuntos assim para debate que foi bem interessante bem bacana Boa noite a todos obrigado um abraço tchau tchau obrigado só complementando aí professor um abraço Anderson um abraço temos uma Live para o professor para o meu dia sete de dezembro em São Paulo e rápido falar importância das instalações ela vai passar na conta de telefone da infraestrutura predial sete de dezembro quem quiser acessar Live vou colocar o link aqui no bate-papo é uma continuação dessa alarme né instalações instalações que não tem fim né então eu espero aprender a participação de vocês estão todos convidados e é um prazer enorme tá fazendo esse tipo de eventos essa troca de ideias e com flexibilização é igual a volta da presidência no ano que vem quem sabe né segurando é só esse tipo de evento serão o evento presencial Vamos fazer um congresso aí e Fortaleza a um congresso ao vivo Então esse tema Arquitetura em geral manutenção hospitalar Porto Alegre PA as coisas para cá fica o Porto Alegre um bom churrasco gaúcho né mas não tem nessa na sua casa o evento vai acontecer à cidade a gente decide depois ok vamos cobrir então gente boa noite a todos boa noite um abraço parabéns Paulo II

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments