Eletrificação, o futuro do Motorsport

948 visualizaçõesTransmitido ao vivo em 9 de nov. de 2021

conversa que terá como tema a identificação o futuro do motor Esporte assim como ontem nosso objetivo aqui é trazer a visão mais completa e promover um debate bem interessante sobre esse assunto com diferentes pontos de vista pessoas referências em diferentes áreas da indústria possa também do Jornalismo e do automobilismo em geral nosso objetivo vai ser então falar um pouco sobre o presente o futuro do motorsport passando desde as categorias de corrida até mesmo carros esportivos que já são mais voltados para uso nas ruas então por isso que eu comentei para trazer essa visão bem completa temos quatro cuidados muito especiais aquela Live então eu vou abrir para você se apresentar em mas temos aí pessoal da Audi quando é Maranhão o pessoal da Rimaq atualmente essa internacional um castigo João eu paro um famoso caixa curto Então sintam-se à vontade para se apresentar acho que a porta alfabética caso fica aí que podem começar as apresentações Caique vai se o Cássio Então por ordem alfabética vai Boa tarde pessoal boa noite aí eu sou o Caique trabalhando na rima eu tô na parte de pós-vendas serviços pós-vendas ele junto com o João eu sou formado em engenharia de controle da promoção na OS em Blumenau aí depois eu fiz um mestrado na Inglaterra de mecatrônica voltada para o transporte aí durante a sua estada para ver alguns projetos de eletrificação e controle até tive oportunidade de participar Em uma competição da Rima o que depois me facilitou a conseguir a vaga aí dentro da empresa e colocar esse do André Maranhão primeiro a gente conversar eu tô fazendo é tudo Engenheiro não tem problema atualizado principalmente em automobilismo e setor automotivo também mais ou menos 20 anos de carreira aí nossa praia e piloto amador serve profissional nas horas vagas e um dos gastos da eletrificação tanto na no automobilismo como nos carros de ovo E aí Oi João bom então continuar sequência boa noite para te dizer boa tarde para vocês é ou é boa noite já Boa noite a gente aqui já tá 15 horas da frente a Olá bem-vindos aí ao Nossa Live a minha formação na sou engenheiro mecânico automobilístico formado pela FEI em São Paulo mas antes de tudo entusiasta dentro esse tom Mística né Sempre foi mexedor gosto de carro sempre você de carro e acho que vou continuar gostando de capas para sempre só a doença eu acho que todo mundo tá acompanhando aí sofre e rapidamente aí sempre trabalho na área de pós-vendas né a junto com o André Maranhão quando estava na Audi A1 e essa experiência que proporcionou nessa oportunidade de trabalhar atualmente na clima em Croata para todo mundo curiosidade aí se fala em uma essa pronto incorreta no Croata para falar o nome da empresa tem mais automobile e hoje não está aí desenvolvendo pós-vendas e terminando desenvolvimento do o clímax Oliveira É isso aí mais detalhes a gente continua aí ao longo da Live Beleza então vamos lá então Os últimos serão os primeiros e os primeiros serão os últimos né é eu sou o André Maranhão né apesar do Maranhão sou de Recife e moro em São Paulo disse na Alemanha né então cara quase internacional eu sou engenheiro de formação na engenheiro mecânico com especialização em engenharia automotiva em pela pela USP atualmente eu tô só responsável pela é pela nossa nacionaliza são né de produção local Aqui no Brasil é pela pela Audi no Brasil Ainda temos alguns projetos futuros não é para frente alimentação aqui no Brasil e paralelo a isso aí também eu tenho um diário muito grande como o João o Cássio Caíque todos nós aqui nós temos né que o pela área automotiva e especialmente para ela é notificação e o 2010/2011 quando eu trabalhei na cena de Sam e a gente fez a introdução do mês playlist aqui no Brasil então desde lá né então eu passei com muito dessa parte dela aplicação concurso Associação dinheiro automotivo dando aula na Faculdade Senai hoje dando aula no novo curso na USP de sistemas na mobilidade também atualização então sempre nessa área é notificação mais fortemente é isso é muito obrigado conversa com o atualização zera e como Engenheiro falei um pouco Naldo alfabética vou ter pressa também mas quem anda falando uns três primeiros e a gente tá todo mundo devidamente apresentado da veste muito bem vindos a Live Então vamos continuar essa mas não sobre motorsport em primeiro lugar que a gente pode fazer uma leve contextualização sobre o que que seria motorsport peça palestra então algumas definições do tema e assim como algumas das principais categorias que a gente tem hoje e a gente a puxa algumas umas perguntas aí de maneira simples alto no transporte pode ser definido como a parte do automobilismo que não tá só restrita ao ambiente compatibilidade conforme a gente é levado a pensar quando fala nesse essa definição do tema na realidade ele vai desde a questão das Pistas com os carros super preparados altamente especializados por uma categoria de corrida Fórmula 1 e Fórmula 1 em 100 as outras também mas também está muito presente em carros do dia a dia na rua todo mundo conhece as linhas esportivas da Audi também de outros lutadores e os carros que são bem esportivos por natureza então e aqui por mais que seja levado a pensar nas pistas ele está presente em diferentes pontos do automobilismo e dos carros em geral falando esse lado mais competitivo achei algumas categorias que a gente quando a gente fala motorsport frequentemente a fórmula 1 mas vale destacar que a gente tem muitas outras iniciativas tanto elétricas estão fibras e também a combustão mais profissionalmente e a gente pode destacar aí o w e ser desde categoria GT3 a tela é um corte preto fórmula aí também muitas outras né então acho que muito talvez alguns dos Ossos visualizadores não estejam familiarizados com essas siglas mas a gente tá falando em carros altamente preparados como carros da fórmula e que são exclusivos para as corridas só falando ali até carros também que são variantes das ruas Então pois é por causa GT3 eles tem uma leve semelhança pelo menos ali por fora com os casos que a gente vê na rua como por exemplo Porsche Ferrari seus carros Ah mas então tá trazendo agora para as suas perguntas caso você quem começou ali a um entusiasta dos carros e trens Pigossi nas horas vagas você consegue listar algumas outras categorias dessas famosas O que você já teve alguma experiência e acabou participando talvez de um caráter mais especial nessas categorias de uma cortadinha aí na sua pergunta vou começar aqui fazer uma crítica porque na verdade assim a gente não pode nem falar em eletrificação seu futuro do automobilismo é o presente do automobilismo Fórmula 1 hibridizada 10/2014 já há muitos anos para você ganhar alemã né principal corrida de Endurance do mundo no leque é os protótipos T1 são híbridos a gente já tem a fórmula e como uma categoria 100% elétrica a gente tem o ex-premiê né da Continental como um rali 100% elétrico então se você pegasse categoria Sofia as duas principais categorias do portfólio da Fiat são a Fórmula 1 é que já já são ele teve casa bastante tempo né eu em mente aqui na nossa realidade brasileira assim como no carro de rua né a gente tava pouco aqui na periferia do mundo as coisas chegam depois gradativamente a gente já tô sim eu tô aqui na minha garagem Eu tenho um xc40 e vai dormir Tiago e tem um carro aqui do dia-a-dia urbano ele roda como carro elétrico né A gente paga bem os motor a combustão então é claro que é ainda é acessível com número pequeno de brasileiro mas a gente sabe como a tecnologia né vai ganhando escala e os preços vão caindo foi ficando cada vez mais acessível É mas aqui no Brasil realmente quando você fala de automobilismo as opções eletrificadas ainda são bastante tímida na verdade não é um ambiente categoria CBA ainda eletrificado o que é o tipo de experiência muito legal com eletrificação no automobilismo de ponta esse ano foi a equipe e já foi Race né com o ex o MD11 TV é por exemplo o centro nacional ou TV híbrido aplicado pela E aí né que explora o nióbio Então usa o nióbio na construção do chassi mas também usam Power trem e vidro elétrico para tracionar o eixo dianteiro com motor elétrico é mas a gente ter uma ideia do como excipientes ainda tá no automobilismo ou extreme B no Sertões ele escutava uma categoria à parte né como a gente tem legal e 56 e lemann para tecnologias inovadoras o ex LB como de veículo ainda não não tava no restante da competição de onde assim não tava competindo com os demais mas onde está falando em relação ao carro de boa mas a coisa vai ser no automobilismo as eletrificação nosso automobilismo vai rolar imagino que até liderada pelas tocar no primeiro momento quem sabe a próxima geração de causas tocar daqui a 45 anos já tenha alguma eletrificação como a Nascar tá indo já por esse caminho na categoria mais um disco de todas já tá falando de identificação Então é só uma questão de tempo no Brasil é o futuro do automobilismo no Brasil e o presente no mundo é muito bom e Cássio pensando assim nossa algumas séries do YouTube do acelerados até mesmo que era de uma olhada Você parece com o jogo uma série de corrida por mais que elas não fossem identificadas como que foi essa experiência e você viu o potencial já começou um pouco mais se vê como aplicar parte da identificação dessas categorias mesmo que talvez não tão conhecidas é como eu falei vai acontecer porque eu tô um deles na verdade ele é uma plataforma de engenharia né de desenvolvimento e de marketing ainda eu só tô bilistki então ele sempre segue de mãos dadas com a indústria automobilística enquanto é já antigamente na Europa no primeiro mundo apesar que eu não gostar muito dessa expressão é a indústria já tá no processo de nitrificação massivo isso é reflete nas categorias do automobilismo mundial esse processo vai chegar tá chegando ainda timidamente mas cada vez mais aceleradamente a própria vulva é uma das montadoras no Brasil por exemplo só vende carros eletrificadas 12 não existe um roubo à venda no Brasil hoje que não seja identificado é quando o vamos lá vamos falar de tocaram é quando o Toyota Corolla e Chevrolet Cruze que são os carros estão ali forem 100% eletrificadas ou só existirem são delicados as suas versões de rua fatalmente as marcas vão querer que a versão de corrida também seja identificado esse processo vai lá é quase tudo no Brasil né uns quatro cinco seis anos depois que acontece no primeiro mundo mais vai acontecer ainda estava e dessas e pensando nessa questão que nem o caso falou de trazer Essas tecnologias uma transporte sair para os carros de rua agora passando pergunta por André mesmo Qual ditando o histórico bem grande em categorias que são as realmente a combustão desde as lendas ali do rádio do Group até também que – carros de Le Mans ou Le Mans até o período para retificação ali com os causos lmp1 Como que você tem visto na prática essa parte da gratificação passando do meu transporte para os carros de rua ou até mesmo com o surgimento de algumas linhas mais esportivas da onde aí se esse movimento de eletrificação que ele que veio do motor resposta é também ele veio um pouco até e paralelo com os carros de rua né a gente nos últimos dois anos a Audi introduziu aqui no Brasil o elétron é o Audi e-tron SUV E logo na sequência o Audi e-tron Sportback não é que foram os carros é que Teoricamente os primeiros elétricos na auditing Eles foram os primeiros tem que ser elétrico da Audi mais nada A sala já não na primeira parte da década passada já tinha a três ó que eram A3 híbrido mas já tinha Q7 e-tron quero que sete híbrido também e outros modelos também que eram de forma hibridizada vão dizer assim na mas não rolou continente europeu a áudio de trouxe é a em a 2 anos atrás o ao direito como falei das duas versões né ao de subir o Sportback com o primeiro carro elétrico sem por cento Eletro da árvore é isso aí é um Marco assim como na década de 80 no início da década de 80 ou Audi quattro veio para transformar né o mundo especialmente das categorias de rally né então veio do rali para as ruas e tá essa tradição da Audi o atração quatro naquela rounds com tosse e e agora com a ação quatro elétrica né com dois motores elétricos 18 defrontar o outro leite caseiro isso aí faz com que a aula e mantenha essa tradição e agora de forma eletrificada e mais do que nunca né até um interessante que os políticos que já tem um pouco feio mas essa essa tecnologia e tração 4 eletrificada ela ainda é mais eficiente do que a tração mecânica ou dá esse totem que todo mundo já conhecem né deveu a década de 80 com o Audi quattro as lendas partindo daí Aí pede desses dois anos para cá é aonde já já lançou aqui no Brasil inclusive o Audi s7 Sportback né que que é um Audi e-tron Audi e-tron Sportback e o semelhante ao direito ao convencional mesma carroceria porém com o Power Trio imagens mais forte né E também trouxe o RS e-tron GT né que é um carro de 598 cavalos até 646 cavalos aí momento Espera momentaneamente né se você apertar o pisão Oi total do pé tá então são carros esportivos já comparar o carro o carro convencional Cloud tinha que é o mais tradicional motivo é o o R8 R8 tem 610 cavalos né então ele consegue ser mais repente ainda porque o R8 tá no seu prova aqui a eletrificação do conceito de uma marca tradicional que é a Audi também a próxima por aí então sem considerar ainda outros carros né que vai ter que vai ter na frente e eu vou comentar um pouquinho mais na frente para não deixar vocês não é com todas as informações agora mas assim a de forma geral a eletrificação veio a gente verifica não só identificação Total com a notificação de hidratação cargo para ambos os mundos nega até com o Cássio falou né do x140 né então ele consegue rodar no modo elétrico algumas situações mais curta mas que você precisa fazer uma um trajeto mais longo porque ele tem essa facilidade também essa peça atividade a gente vai ter nesse período de transição para a electrificação total oi para mim que legal vs como passa essa tecnologia assim como que você começou aqui o ano passado Nossa categoria de rali foi para Rua legal como é que é certificação também está seguindo o mesmo caminho e que nem você falou que bom que estão trouxe todos os detalhes dos carros porque vamos fazer isso e mais tarde saí para frente acho que o pessoal da Rimaq tá se coçando um pouco para falar um pouco do carro dele sobre esse conceito de notificação mas hoje passar especialmente para a visão animais arremate acho que a gente o primeiro por isso que eu tinha um pouco a mobilidade elétrica em geral caso já vou puxar essa bola um pouquinho ali fica poder explorar um pouco mais a resposta mas para fazer uma contextualização e até puxando alguns as da Live que a gente trouxe ontem Vale destacar que o mercado de elétricos o Brasil é uma visão de futuro mas eu também presente nesta também faz parte do presente a gente tem alguns números bem interessantes antenado Alberto começou que subiu muito o número da venda dos carros elétricos há termos de comparação no início desse ano e os destaques aqui hoje a gente tem mais de 45 mil carros em por cento elétricos no Brasil uma Frota que vem aumentando ano após ano o que que hoje ainda tem mais de 38 preparadores ou ou iremos que vendem carros elétricos ou híbridos aqui dentro do país então dá para ver que é realidade Mas a gente não tem um bom caminho pela frente só vindo para vocês poderem um pouco é qual que é opinião de vocês sobre a realidade dos carros elétricos hoje no Brasil no mercado em geral e quais são as principais diferenças que vocês que já tem uma experiência com esse Veículos Elétricos perceberam em relação ao uso dele em relação às causas a combustão o que está se quiser começar a responder os outro para não fechar nada eu posso Cara eu acho que o carro elétrico ele é fascinante no dia a dia e aqui no Brasil como eu tava falando antes a gente tem essa dificuldade de Ticket de de acesso dele é muito alto ainda né Então as pessoas não têm tão facilmente assim a oportunidade de experiência até porque existe muito muito pouco conhecimento muito a ignorância também sobre o tema é a Volvo tem uma iniciativa muito legal com o Volvo logares né que parece uma coisa o patrão ficou maluco né avô passou emprestar a carros é não conhece é um Jéssica né pelo Brasil afora justamente para gerar experimentação nas pessoas e quando você Experimenta o carro elétrico no dia a dia e é claro a gente Air Acho que todos nós aqui né Igual a parte de tentando assistindo a gente tem o carro a paixão pelo carro na veia mas na verdade a gente gosta do Ronco né ninguém gosta é algo motor híbrido a gente quer ouvir o ronco DVDs e tudo mais mas na verdade no seu uso de alho é de ano e para na cidade no trânsito das cidades brasileiras Principalmente um carro que não faz barulho que não aquece do mesmo jeito que não vibra é ele te dá uma experiência de luxo muito mais luxuosa com o perdão da redundância então é a aceleração instantânea no onde para do trânsito né do torque em Santana então é a minha garagem dos sonhos é um carro 100% elétrico como o carro de uso diário e um de oitão para brincar no final de semana um conversível enfim mas o carro de uso de vaca é tricô ele é sim o mais atraente do que o carro a combustão para o consumidor comum né seja ele é um apaixonado por carros ou não e vai lembrar e baías que muitas estatísticas mas é coisa assim de 5 a 10 por cento das pessoas que realmente tem uma grande conexão emocional com o carro né os outros 90 95 usa o carro como como uma praia né e o carro elétrico olhar um appliance muito superior ao carro a combustão já hoje e já há alguns anos há sempre dois que no Brasil Ainda há gente tem essa dificuldade como caso comentou aqui a falta de conhecimento mesmo né com relação a experiência do veículo elétrico ela é muito superior quando você tá usando o carro no trânsito e principalmente quando você tem uma infraestrutura né Por exemplo que tem uma colega Nossa que acabou de trocar de carro ela pegou o híbrido um captor híbrido tem um incentivo do governo o governo dá 10.000 euros e sentiu para ela pegar o carro e ela consegue carregar lá na nossa porta a gente tem carregadores para os funcionários então quer dizer ela tá literalmente indo pro trabalho é de graça né porque no serviço ela consegue carregar o carro então é isso tem uma pack de bateria pequeno mas que é suficiente para ela se locomover na cidade e ir trabalhar todo dia ela tava vermelha da filha eu também e nunca vamos de gastos que eu tenho placa solar em casa Essa moto é bonito você tem autossuficiência e o custo zero para o custo zero custo diluído mas alguns que vou o funcionando valor ao seu imóvel e depois na no reino encosta ali de custo por quilômetro fica zero sem dúvida senhores e aí o pessoal reclamando né do custo do combustível etc é o cenário ideal né meu você ir trabalhar sem gastar a Claro né no nosso caso aqui que ela tá carregando com a energia da da empresa no caso e deixar o Caique faladas ela corre como pessoal também igual que são que o Cássio falou questão do conforto você não tem as vibrações durante o quanto você tá dirigindo o carro elétrico aqui na Europa a gente ver mas atualmente vi uma reportagem também que é o número de carros elétricos foram mais vendidos do que a combustão aqui na Europa então ele tá aumentando bastante a infraestrutura de recarga aqui na Europa que a gente tem bem melhor do que no Brasil atualmente se for por exemplo no caso só para usar na Cidade Baixa quilometragem então você pode recarregar em casa né Mas se for para longas distâncias Aí sim falei para ela falta essa é sempre estrutura mas é mas acho que o futuro a tendência é aumentar cada vez mais e conhecer os preços vão baixando também no Brasil e eu vejo um pouquinho de forma cética entusiástica ao mesmo tempo né É para o mercado Premium leva o João falou bem o caso também o Caique comentou também a gente tem a eletrificação o carro 100% elétrico uma base para o dia a dia né o carro que você pode ter no dia a dia para quem roda 40 70 80 quilômetros por dia né noventa e cinco porcento da população roda vem de 80 quilômetros por dia para qualquer carro elétrico o menor tu não ia que ele tenha Ele atende essa situação o ponto é esse cinco por cento e que utilizam o carro para maiores distâncias e aquela necessidade horário que você tem para fazer uma viagem por exemplo de São Paulo para Curitiba de São Paulo para o Rio de BH para o rio ontem para Brasília e tem gente faz tá que nesse caso Aí teria que utilizar transporte aéreo né então eu vejo a eletrificação ainda tô no uma solução Urbana mas não para um para uma situação urbana que a a população utiliza É de fato uma Tecnicamente falando atende pela infraestrutura o carregador em casa ou no trabalho atende Porém para uma forma genérica Eu acho que o híbrido ainda seriam a solução muito interessante para transição que a gente tá tendo atualmente né a hibridização ela não mandou um diria que vai vai ser tão rápida neste momento de saída da equalização com a identificação 100% acho que vai ter um filme um pouco mais longo e aqui no Brasil ainda uma com a questão do etanol como é que você tem um ciclo mais interessante né justamente pela pela recuperação naquele tá aqui a boldo que o que foi emitido justamente pela pela plantação e Canadá sobre que vai reter aquele carbono então tem uma é uma solução muito interessante no curto prazo até o Grupo Volkswagen no caso a Volkswagen do Brasil está contando sair de investimento de 7 bilhões p2026 justamente formas e essa parte de hibridização tá então algumas marcas que fazer para Audi e outras marcas vou focar mais na eletrificação mercado crime ou então tem tudo a ver nesse momento então é uma realidade porém a preocupação começou no começo o preço dos carros elétricos ainda assim são muito caro né então se você pegar o gol por exemplo que custa ela 70 mil reais e transformar elétrico hoje Ele gostaria pronto 200 de reais vai então acaba que você não tem uma equiparação para carros de entrada né já tá Carlos Coimbra da parte de 47 506/7 minerais você tem aqui para ação de valores nas de preço então fica mais de Luca para para o consumidor comprar mas eu diria que têm essas três Mas tente não ficar são a hibridização E no caso específico do Brasil ainda a solução de etanol e facilita melhor eficiência energética e você consegue ter homologações mais fáceis aqui no Brasil é muito legal previsão que vocês têm diferente é mais que eu mais tempo se complementam indo desde essa parte mais prática dentro da implementação dos carros da física têm pela frente até também aquela questão de ver o carro não só com o carro mas também toda a cadeia de serviço como que ele se comporta em relação seus hábitos do dia a dia o que que ele realmente representa e mudanças e quais sobre a eletromobilidade quatro presentão que a gente conseguir se conectar com ele possa agora por motorsport mas motorsports mais votados pela rua mas também pela influência da parte elétrica e agora sim já jantei aí criam que vão poder falar um pouco mais aqui dentro mais as marcas até o caso comentou ali que tem aquele sonho estamos então e tem muita gente que tem essa questão de esse filho com carro e tudo mais então é bem razoável dizer que dentro da identificação não só a gente tem que as cascas desafios convém designer a preocupação com autonomia o custo dos casos hashtag adquire mas também é só outra parte mais interessante do meu transporte né performance som e o Finn que não vai passar pelas pessoas é justamente para os carros elétricos dessa alta performance seria um pouco novidade fica esse mistério fica um pouco misterioso como é que isso vai realmente se antes na prática da performance do carro então eu também se abrindo para vocês da Rimaq é essas colas encontrar um pouco mais para empresa mas basicamente mais uma leve introdução à bastante conhecida por trazer Veículos Elétricos de altíssima performance mas também com pessoas recebem exclusivos antes sentido vocês podem comentar um pouco sobre a empresa e a filosofia por trás desses carros de rua com esse foco no motorsport e também já adiantando Quais foram os principais desafios que vocês tem observado no desenvolvimento e comercialização deste tipo de veículo elétrico Tá bom acho que eu agora eu caí que a gente pode fazer um um bate-bola não 12 aqui mano a tabelinha ou eu acho que a filosofia da empresa ela tá traduzida em função da fundação né a Remar que ela tem 10 anos 80 tem 10 anos eu vou para 11 anos nós vamos ver assim e há 11 anos atrás era uma garagem e uma BMW Santo M3 com motor estúpido certo mata ele mata ele começou a empresa dessa forma fazendo Swap da BMW que ele tinha estourado motor fazendo drift e colocando um Power trim elétrico com esse mesmo carro ele bateu alguns recordes de velocidade de veículos a 100 porcento elétricos E aí que começou esse sonho né de desenvolver um hipercarro uma empresa criar uma empresa para desenvolver um hipercarro um veículo que entregasse a performance de um hipercarro só que sem por cento elétrico Oi e aí que começou a esse desafio nessa jornada que culminou com o lançamento do universo esqueceu alguma coisa que a gente acha que nossa filosofia acho que é isso na relação a filosofia e sempre uma atende Sempre gostou dessa parte de competição então a empresa por se tem o seu DNA competição Esse é o melhor no mercado em performance exatamente aí é isso estou falando mal mas se deve tá pensando não o cara tinha empresa dê certo não ele comprou esse carro como o dinheiro que ele ganhou uma competição de engenharia que ele morreu uma época que não existia smartphones etc Ele desenvolveu uma luva que tinha um reconhecimento e uma atuação uma comunicação computador deu alguns prêmios mundo afora E daí que ele conseguiu financiar esses esses projetos dired né do começo da carreira então muito bem a história né fala não esse cara tinha dinheiro não tinha gente ele é do Bal a idade entendeu E tu não feito a gente né foi para escola de Engenharia e desenvolveu tudo na literalmente na raça e hoje o acho que os principais a segunda parte da pergunta são desafios né Rafael que a gente já passou eu vejo a eu vejo três pilares né Eu acho que a gente tem a tecnologia da bateria né Com relação à a química da bateria densidade energética eu vejo a o controle né dos motores elétricos com a questão dos inversores né que vão dosar a corrente para controlar o motor elétrico e quando a gente pensa no veículo a inversor é uma coisa que é é nova não tem um ônibus elétrico a 600 anos-luz um pouquinho exagerado mas tem a o problema é esta que é tecnologia para entregar performance que hiper carro tem que te entregar então é um grande desafio você comprou a temperatura dos componentes e garantir que ele vai conseguir curtir lá tem duas repetibilidade de performance a que o cliente vai querer usar por exemplo uma pista ou no final de semana dando os amigos aí no Autoban na vida eu acho ele mais um ponto aqui é não ia complementar desafios como empresa em si que a gente pode ver ao longo da história como o mate rima de sempre gostou de sempre aplicativo ele gosta de fazer as coisas ele mesmo produzir tudo em casa então desde a BMW dele até o primeiro conceito introduzido pela rima é tudo feito em casa nosso novo modelo também bom então isso cria muitos desafios também que em vez se você poderia procurar alguma solução já pronta no mercado Talvez o curso de ser um pouco mais elevado mas não ele gosta de fazer em casa e desenvolver tudo em casa é isso traz alguns benefícios também desenvolve muito a tecnologia e única também no mercado mas também pode trazer muitos desafios ao longo do desenvolvimento e também como a gente está falando de um carro de alta performance que ele é feito tanto para Rua comprou como para pisca e muitas vezes carros são Poços estão postos no limite né então o João tava falando a contrato e controlar a temperatura dos componentes você tem um carro andando na cidade na rua um pouco mais tranquilo mas se ele vai esse carro para pista então aí começam outro outra outro tipo de desafios né pensar no engenheiros na pessoal a gente está falando de há 300 400 500 amperes quando o carro tá acelerando tá então você imagina o tamanho da dos contatores é para conseguir de usar essas todas essa potência então é difícil controlar as E aí marca está desenvolvendo está na linha de frente aí para os movimentos tipo de componente tem um comentário não sei se eu posso fazer essa menção Rafael no nosso nosso nossos comentários aqui o Juliano Rambo ronco do carro é outros 500 mesmo concordo mas o Cristo Eu gosto de uma motor etc mas a aceleração que o veículo era consegue entregar a partir de zero por hora não tem carro promoção que consegue entregar pessoal é surreal e acho que é uma sensação diferente também tanto você não tem o o ronco do motor Então você se concentra é um filme totalmente diferente e se concentra na aceleração e você ouvir o barulho dos inversores motores então sim você não tem o ronco que é legal tudo mas é é tão bem diferente muito legal também eu tava com Turbo S aqui até anteontem e passei alguns dias no uso real né é o carro a gente a mãe pista mas quando você usa no dia a dia na cidade e você se percebe fazendo coisas a capacidade de coração é tão grande e você a experiência de vendado no trânsito vira outra você vê brechas e abrem-se espaços que não existiriam de outra forma e o Tiger os fios mas eu não sei exatamente não tive essa experiência ideal ainda mas o pai que não tem um modo Sport ele tem um barulhinho meio Jackson usariam é gostoso também ó porque não é um mas não é uma experiência totalmente não V8 né é uma coisa de freio motor freio da Regeneração de energia então a gostoso também o brasileiro um resultado Desculpa mas esse ruído do táxi né que tem no então gente também foram dois anos de desenvolvimento para você chegar nesse ruído existir no os caras de uma piano do pão de tudo de Drone de tudo para conseguir chegar essa e materiais estão que é usado o time Nitro GP comentou também essa questão de percepção diferente no trânsito diferente é outro passar o carro com o carro elétrico de alta performance é muito fácil e simples rápido assim você começa a ter outra percepção diferente pode ser um e o emprego É bem interessante ver que por trás de toda a Remar que já começou com a Jandira começou ali com um cara tentando Inovar buscar recurso da parte desse tentando só que esse negócio realmente trazer uma visão nova para o seu organismo e até já estava brincando selinho nos Bastidores mais alguns desafios Vocês trouxeram constante tensão temperatura a gente aqui na equipe de Ampére conhece um pouco talvez não está um pouco melhor mas é tão familiarizado com os sistemas o bom é passando então agora para o foco na áudio a marca entrou nesse comentando era a gente começou bem alguns carros mais de rua na partida mas também não ao transporte ela surgiu com mais força ali para 2014 com R18 em Le Mans mas lá para cá claro que seu pai diferentes frentes a gente também tem áudio da Fórmula gente também tem áudio alguns projetos Dakar a gente conversar um pouco mais para frente então seguindo a mesma linha da pergunta da Rimaq é qual que é a visão da Audi sobre a notificação mais com esse foco nos carros de alta performance e também mesma linha tem alguns desafios que seja pode comentar talvez na parte de vendas também na parte introdução das novas tecnologias no mercado E desde 2014 né a Audi já participa da fórmula e na inclusive na 2016/17 de Lucas de graça e foi foi campeão mas se não me engano nesse nessa aí seis sete temporadas aí o áudio foi junto para BT é chato né Daqui a empresa que o Audi Sport aberta é chato né que era a o nome da equipe foram doze vitórias no se eu não me engano ta do teve algum ano passado no talvez some alguma coisa aí mas ela fez sucesso na forma aí só que se você pensar na tradição da arte era doido para lhe na resposta anterior ao de sempre prezou muito pro Endurance por ali né Então tá no DNA da Audi é a chance da Fórmula 1 por exemplo a hora então não está lá né então DNA da Audi é mais é de TM 24 horas de Le Mans na está o foco na durabilidade na resistência do carro das atraçõ E aí o foco principal yaounde ela decidiu recentemente focar no nesse estado mantendo essa estratégia né tanta que você até corretor que vai participar do Rally Dakar é com o veículo que é o RS que entrou um carro até ser procurado na internet aí vocês vão achar a foto dele bem diferente o carro não é um carro de rali né o design tá de rally mas esse carro aí interessante que é um carro elétrico né que tem atração elétrica das rodas porém pela classificação e se ele é um híbrido insere né porque ele tem um motor de combustão não é um tfsi no perficient naquele gente joga na na atmosfera aí no máximo 200 gramas é porque lote hora de bateria então assim é uma eficiência muito grande Esse motor é basicamente Esse motor de combustão basicamente para carregar a bateria que vai funcionar os motores elétricos e ele tem que ir na praça que são 33 montanha moto the generator yuriatin MG o que a gente chama isso é um na frente e gira o eixo frontal um atrás não é para tirar as coisas de trás tem um outro MG o que fica para fazer justamente nessa essa impressão nela de energia aquela transformar a corrente contínua e alternada do motor de combustão para carregar a bateria Então esse conceito da eletrificação tá vindo também para o automobilismo focado especialmente essa parte de rally em duas Oi Ué só fazendo adicionar outra pergunta agora no 17 de novembro quem quiser anotar aí 17 Novembro a Dezenove de dezembro 32 Dias algo vai fazer um evento aqui em São Paulo chamado aos of programs a quem quiser participar desse Rosa floresce domingo vai ser aberto ao público sobre inscrição pela internet né então tempo você vai lá Audi aos pobres Audi com o inglês não é alemão é. Com.br você pode se candidatar lá para fazer a visita nesse Rosa flores onde a gente vai vai colocar lá alguns modelos ela é praticado entre ele vai ter o RS e-tron GT é o superesportivo vai estar lá presente não quiser conhecer presencialmente ter a oportunidade e também vai ter um o Audi e-tron Vision GT e para quem gosta de videogame Talvez o público ele gosta de Playstation o Gran Turismo é é o carro é justamente nesse Gran Turismo é aquele carro que tava lá naquele jogo e ele se materializou e foi criado o esse carro conceito ele vai estar lá também além de um carro que Possivelmente existe possibilidades futuras vivo Brasil e arro Audi q4 e-tron Concept né O que quatro é um carro semelhante ao então um pouco menor é possivelmente vai ver o preço mais atraente desse Brasil e ele vai estar lá também presente de tiver autoridade moral da história só para resumir tudo aonde vai foca na mantém o foco na atração quatro em duras ali para frente e vai trazer seu portfólio de eletrificação junto paralelo essa essa tendência ao público Tu já tá no tá Daqui adapte bem legal ver essa nova para escovação eletrificação chega limpeza através da Aldeia através desse legado quem tá vindo das Pistas então caso voltando para você você já até adiantou um pouco essa resposta mas enquanto os jornalistas youtuber já deu para ver se tem uma experiência bem interessante com diversos carros desde as causas a combustão de alta performance mas também passando por alguns híbridos bem especiais Pois é falou 102 países e os elétricos que adiantou o time tendo ensinou esse filho e com esse diferentes carros modo de piloto e também consumidor Como que você acha que essa experiência do motorsport tá afetando a identificação dos carros de rua influenciam melhor dizendo você acha que essa a gente tá partida de uma visão e os carros elétricos São vi só colar alternativa ambiental e para o dia a dia para também carros com mais emoção e tals que vão engajar mais as pessoas no dia a dia É sim é na verdade como está falando né o carro né porque ele vai se tornar o padrão na indústria né então é e a BMW outra marca está começando a ter os primeiros n elétricos né Eu acho que até uma discussão um pouco mais e tag assim vai ter talvez a questão de legislação da Europa ainda vai evoluir para Alice fala muito em manter uma pequena corta né de casa combustão para combustível sintético para que marcas como Lamborghini possam continuar entre aspas fiéis ao seu DNA mas na verdade isso vai ser uma coisa muito início né até questão do combustível sintético a outra coisa que pode influenciar aí mas enfim o ponto é que os carros elétricos eles assim como 20 anos atrás o portfólio de uma grande montadora aí uma montadora comum em Grupo Volkswagen da vida você tinha desde o vamos falar de dez anos atrás desde o Gol 1.0 no Brasil a gasolina até o Bugatti Veyron uma gasolina eu tinha todo esse Range aí você vai ter esse mesmo rende com os carros eletrificado bom então é eu acho que eu acho que já tá chegando quase que num ponto em que falar de carro elétrico É é quase quase não faz sentido Alex é o carro é a mudança massiva né o shift massivo de pesquisa e desenvolvimento das montadoras já foi feito isso é uma coisa que muita gente no Brasil não se dá conta esse debate não tá funcionando mais ele já aconteceu nos países que determinam os rumos da indústria automotiva para não falar basicamente de Europa ocidental Japão e Estados Unidos e carro elétrico e Graças ganhou pelo menos no horizonte aí dos próximos 10 15 anos de repente a gente vai ter outras tecnologias mais adiante surgindo e com correndo com o carro elétrico mas fato é que o padrão da indústria nos próximos 15 20 anos vai ser o carro elétrico carro combustão vai ser banido né hoje é as vendas de carro combustão dependendo de cada país mas a Califórnia é um 2030 na Alemanha estão vendo era 2040 eles vão para mim lá ele disse que várias marcas estão cozidos e antecipando a está online né a Volvo vai só em termos de indústria que é 2030 é doido ainda falta 8 anos e poucos são um a dois ciclos de produtos só que a gente está distante de todos os carros desde o popular Urbano até o SUV massivo até agora não sozinhos ele tem F150 Lightning nela a Picape nível pesada rápido ter da Ford já tem uma versão é óbvio que hoje uma f-150 elétrica ainda não faz tudo que o Marco 150 Super Duty diesel é capaz de fazer mas isso tudo faz parte desse processo e dessa evolução da tecnologia mesmo então é felizmente os adultos da sala então tomar essa decisão aí o carro combustão Ele tem ele é um cabra Marcado Para Morrer né é a partir do momento que não vai existir mais o carro combustão novo O carro elétrico Ele vai cumprir todos os papéis que um carro cumprir hoje para o centro e os mais diferentes tipos de consumidor em todos os segmentos do mercado em todas as faixas de preço inclusive um animal em extinção antigos assim ela e pensando aqui nessa linha Já que os causaram que vocês vão vir ao sinônimos de carros basicamente aqueles vão ser amplamente é bom para rua e vão ser ou a grande realidade pessoalmente assim essa corretora do time que você tem uma experiência bem interessante que até mesmo a questão do som foi um ponto muito positivo que surpreendeu mas pessoalmente se acha que ainda tem alguns desafios e quais a fiz a gente ainda tem que meio que melhorar em relação a essa parte mal transporte e esse filho esportivos carros elétricos em muitos desafios né a gente tá a gente não tá na era do iPhone automotivo ainda a gente tá na era do Star Tac do Motorola startac é quando a gente fala de carro elétrico não causa AIDS ainda são muito pesados causa elétricos algumas coisas que até a gente nem a experiência no Jardim São Paulo a gente percebe com o meu Volvo aqui o nosso muito isso é contact Afinal notei também cara no trânsito caótico de São Paulo o pedestre ET nota menos o motociclista de nota menos é algum tipo de sinalização sonora do carro elétrico para quem está do lado de fora é pelo menos um instante inicial vai ser necessário até porque a gente também tem que mostrar uma outra coisa né que que é uma outra discussão para um outro debate que vai ser o carro autônomo né E aí essa questão do barulho com o pedestre também não vai ser necessário mas falando especificamente de motorsports mesmo né se você quiser buscar o máximo do pacote de performance Neco e é a fórmula 1 não é o as categorias de topo é onde o carro elétrico ainda Precisa focar acham duas coisas né duração da bateria quando você tá falando de uso extremos ea a temperatura isso não é a fórmula e que tem 56 anos de vida aí ela passou até um carro que acaba e começa e acaba a corrida faz dois anos já foi 2018 para três anos ela começou a ser que trocar de carro no meio porque a bateria não aguentava então tem a questão de a densidade de energia da bateria né quanto peso de bateria você precisa para ter uma performance x e hoje ou você vai ter muito peso ou você não vai ter toda a performance ainda tá eu falei a gente tá na era do celular tijolão ainda puxando anteninha mas a gente se viu que 11 anos o tijolão ver o iPhone né a gente tá um pouco nesse nessa curva aí ela tá os carros também só para complementar e também na casa para debater esse acho que dois aspectos também é a parte térmica e ainda essa parte refriger refrigeração de baterias Ainda tem muito a evoluir E também outros aspectos podem melhorar o tempo de recarga também é para uma aplicação de motorsport ou é dura a vida inteira ou como na fórmula antigamente em troca de cabo que o tempo de recarga é muito alta né então a gente troca chamar teria né E também pode ser uma aplicação que leva um pouco de tempo né então acho que aí é tecnologia tem que evoluir um pouco também fazendo um comparativo nessa questão da evolução que tá muito rápida o Audi e-tron tem um pack de bateria de 700 kg em 95 quilowatt-hora o é um carro de 2016 não Zezinho projeto lá foi lançado na primeira importante 2016 o clímax na feira tem uma bateria de 120 quilowatt-hora e os mesmos 700 kg então em 4 anos aí a gente atende uma evolução significativa na densidade de Claro analisado é claro que a gente tem células Diferentes né no áudio que a gente tem aos céus com uma química diferente no clima que a gente tem a célula Oi e a casa de Baixo Carbono etc de segmentos diferentes mas é significativa assim a melhoria da densidade energética na mesma mesmo peso não é mesmo pacote só que com muito maior densidade energética nós temos um caminho pela frente mas acho que as perspectivas são da do desenvolvimento são bastante positivas tá beleza a gente passou agora para próxima etapa de nossa conversa a gente vai trazer um foco na Emac depois na Audi então caso sinta-se à vontade para complementar e qualquer resposta tipo assim como o nosso também mas com aquele ponto de vista de consumidor e quem já tem o amor Expressa com os carros estão começando com vocês arremate é preciso contar um pouco da história e da filosofia por trás da empresa mas atualmente qual que é o line-up dos carros e o que que a gente teve aí no passado nos primeiros protótipos igual o primeiro protótipo da Rima som falou assim foi o conselho do ano geral tipo um protótipo feito em casa João assim corrige aí o número Acho que foram oito unidades fabricadas não foi mal unidades então não não teve muitas unidades e é agora tenho rimas Oliveira e vão ser produzidos 150 unidades é um carro aí com 1.900 cavalos e para o João falou 120 km hora então é um carro destinado a mente para performance mas que ele também tem seu foco para conforto algumas coisas interessantes dentro do Carros tem diferentes modos de direção é esse portanto pista ou para para autonomia para ter mais autonomia mas também tem o modo drift que o moto em uma se ele é uma coisa que ele ama fazer triste então ele fez questão de incluir esse modo no de dentro do carro E aí João se quiser complementar qual até o final de semana ele destruiu dois pneus gravando um vídeo esse final de semana né é que foi um salto interessante e [Música] e acrescentando na pessoal eu acho que essa questão do conforto que o carro entrega né vai servir para caso você me senti elétrico é eu vi gol de Michael maior aceleração é o local mais rápido em aceleração do mundo hoje né a gente quebrou o recorde do quarto de milha a gente fez um quarto de milha em oito. 15 segundos até o carro de produção homologado mundialmente né com o padrão de croche teste mais rigoroso homologados para Estados Unidos todos os mercados Então 8.5 pessoal de um quarto de milha surreal a gente tava lá eu caí que estava lá no dia do rapaz que foi meu absurdo que faz o carro senão não dá a gente correu contra o Cleide Apesar Model S preto não dá não Não dá não tem como comparar é muito superior a performance então 8.5 é muito rápido no corte de mim é Oi tá bem abaixo das exigências de Dominic Toretto né que é um carro de 10 segundos exatamente aqui tem reforço quem acompanhou o pelas Furiosos lembra né claramente aqui um carro de 10 segundos é rápido para panela elétrica Eu adorei mais primeira tá fazendo 8.5 pessoal negócio é feroz já ficou fácil bater a barreira dos 10 tipos vão seu comentário ele não só dizer ciúmes mas também alguns outros dados mais técnicos ali da parte das Baterias parte de mais projeto do carro mas se alguns outros Highlights ou mais tons dessa parte mais técnica dessa parte projeto que vocês acham interessante comentar aqui É sim os desafios eu acho que a que a gente ainda está finalizando mais comumente devolve tudo em casa então desafios a parte de sócio né que são muitas interações e o Caique consegue dar até mais informações formação é isso a gente está constantemente atualizando para fazer esse controle mas toda essa parte de gestão de bateria toda essa parte de gestão dos inversores a comunicação do carro por completo né que é uma empresa totalmente nova Então são um dos grandes desafios nessa parte da da Integração solta a essa questão da gestão térmica nas mesas baterias que a gente tinha elas não eram refrigeradas a folha revestimento né e um dos pontos principais e que eu acho que é um vários tons que o programa atenderá tem é que ele tem um circuito de ar condicionado né Tem um compressor ar condicionado é de dos ligar o sistema de alta tensão do carro o lado para controle térmico das Baterias então ele tem um compressor delicado para a um circuito de ar condicionado dedicado pela gestão tempo das Baterias isso eu desconheço qualquer outro carro tenha essa essa estratégia na digestão térmica do das Baterias Então acho muito interessante e é isso que faz com que você consiga ter repetividade performance que hoje é o principal não é o principal gargalo é de um veículo que você queira ter ele sempre senti elétrico rodando numa pista você tem que controlar a fazer essa lição assim para suas baterias e com um sistema dedicado de ar condicionado a gente consegue fazer isso de maneira muito satisfatória assim superior aos demais concorrentes no mercado trazendo outro aspecto interessante sobre o carro mas na parte de software e o carro ele tem quatro motores Independentes Então são um para cada roda Então a gente tem o sistema de Tokyo electron que a gente consegue controlar quanto torque aplicado bom então isso pode dar-lhe podem surgir os projetos mais absurdas Mas é você está nos que eles têm tá te ajudar na direção mesmo então se você tá na pista tem uns ajustes para pista para te ajudar na condição durante a pista é inclusive no modo drift tem ele te ajuda a manter o slime então facilita muito o na direção né então acho que ele tem muita tecnologia aí muito desenvolvimento aí tu traz também e eu acho que eu moro só interessante vai trazer também que a gente vai ter o drive Colt né que você vai conseguir fazer o upload do traçado da pista do do Racing Line Claro que pode a terra contou a melhor né o A Estratégia do Excel E aí ele vai te orientar por exemplo uma pista que você que gosta de um dia exatamente tem uma linha verdinho aí para você conseguir traçar e ter o melhor tempo de volta e ele consegue ter graduações isso aí né Então você começa não uma tocada que você vai ser ficar mais confortável até você ir no navio slime de verdade para você ter o melhor tempo de volta possível naquele traçado e tudo isso integrado com a direção autônoma do carro então é É surreal carro e surreal pessoal é o primeiro carro hipercarro até Camera360 Então se manobra ali mais fácil então se tipo de detalhes que eu acho que sou mais Stories desse desse desse projeto também nesse lado até tava comentando com o João hoje é o conforto dele então é o carro direcionado para performance para pista mas também você pode usar ali no seu dia a dia aí tem um gente entrou nos seus 500 quilômetros mas ele é de fácil acesso no carro também comprado com os carros por exemplo o conexão que é muito muito mais complicado entrar dentro do carro isso aí então tem algumas alguns diagonal Mia o projeto de volume do carro fantástico para um hipercarro Se você comprar não sei se já tiver oportunidade de entrar no Miguel no Conexão divertir é um inferno pessoal se tem que ir literalmente se jogar lá para dentro a Unirio a primavera você abre a porta se literalmente sempre não se fosse um carro um carro baixo um Porsche 911 digamos assim então essa questão ergonomia uma coisa que é diferencial no nosso carro também eu ia mais bonito também né ficou na igreja feio fora da curva da Rima e agora eu vou falar certo 20 minutos de um dia que Brasil e não coloca mas o fato da Bugatti né Volkswagen uma coisa aqui que a gente não tinha visto ainda né a gente viu as montadoras tradicionais investir em né está tático uma Ford com aí vem mais mas a gente não viu esse cobrei né de você pegar o nome tão história e não colocava de algo tão novo de um país está um pouco tradicional mostra realmente o peso do que é o que a empresa desenvolveu nesse tempo curto aí hein né Esse é o é um projeto tá indo já dois anos já que tá rolando nessa esse desenvolvimento quando a gente chegou já tava rolando já e O Grande Desafio né Eu acho que é trazendo agora é justamente você conseguir continuar e trazer a Bugatti para essa nova geração né porque Bugatti era um dos últimos carros ser totalmente por está na digamos assim não tem poucos outros veículos até motores motorizações sem ter essa limitação da responsabilidade é muito grande né com essa toda essa história que a Bugatti ainda de mais 100 anos de história de tradição Oi e aí mais vai ter que desenvolver já está desenvolvendo na verdade e trazer a Bugatti para um futuro né o presente digamos assim que eles estavam com renda com w16 ali parado não tem nenhum projeto dos anos 90 naquele boca mas é fantástico só acho que a cereja do bolo né aqui que comprova que eu o mato tá no caminho certo sim outra coisa interessante dele também é que ele sempre fala que ele que já perguntaram para ele que na Croácia às vezes questão de logística não é o melhor lugar para se ter uma empresa acontecer esse porte né mas ele disse que ele quer manter o 7 cordas na Croácia e ele quer ajudar o país a se desenvolver aspecto importante ele não quer buscar os lugares pode que seja mais fácil ele quer manter tudo aqui no no país dele em diversos e pode ir muitos anos as histórias sendo carro também bem interessante ver todas as mais toques bom o caso ele vai ter que sair um pouco mais cedo então acho que só para fechar essa página a participação dele aqui pensando que eles trouxeram ele doente aí você também dessa dessa nova tecnologia que tá vindo devido ao processo de identificação caso dessas preste pela ciência deve também em contato com fórmula e as outras peças trouxe você acha que a identificação pensando nas pistas vai ficar um pouco mais fácil para as pessoas podem acessar e terem de faço a progressão na performance é a curva natural né de desenvolvimento alto beleza Existe Para isso para a e eu acho que daqui a um pouco difícil ainda fazer essa comparação e eu confesso que eu deveria ter feito e não fiz mais o Taekwondo Turbo Oeste cara é eu não eu não corro Recreio que tempo de volta da Fazenda Interlagos com ele até porque eu tava falando também com a câmera né a gente de aliar oito décimos no máximo nove décimos mais o quê que é muito interessante é na mesma semana numa quarta-feira eu gravei com o protótipo mcr Coyote aos corrida P2 aqui né mais rápidos do Brasil acima dele só os peões Jr Mas então um protótipo de tubular baixo centro de gravidade 900 kg motor V8 oyot Ford 600 cavalos e eu dei nesse carro muito extrema eu dei 270 no fim da reta em Interlagos 260s elas uma reta curta Nacional 200 m a subida quatro dias depois estava de novo em Interlagos com o pai quando Turbo S e dei no fim da reta 260 é sentado no banco de couro ar-condicionado com tudo mais agora voltando ao que está falando um pouco antes do que falar OK até uma comparação justa no carro de rua não tem pneu né com carro de corrida ser uma comparação não muito justa vamos chamar assim mas é o que que chama muito atenção ainda por exemplo é o taicon o primeiro carro que eu vi em Interlagos que a galera de moto fala muito isso não é de moto o café uma curva e carro não é culpa é um cafezinho uma curva porque ele tem muita potência ele tá chegando ali saindo da junção toda aquela se ligação já tá chegando no Café numa velocidade alta e ele não tem gripe para essa para esse peso e essa potência naquele lugar ali né É então faz parte desse processo aí mas como acho que o próprio João falou a densidade energética Bom dia de um universo hoje versus o que quer um Y 56 anos a praça é essa progressão vai ser vai ser muito divertido acompanhar inclusive competições interessantes pela frente aí bom que está chegando até falei que você tiver disponível queria agradecer a presença uma flor pessoalmente esse Palco Foi muito legal a gente vai continuar em algumas perguntas para e Max para áudio mas novamente para desligado pela presença sobre ela ter vindo aqui conversar um pouco sobre a questão novidade elétrico como que isso já não é mais o não é mais o futuro é um presente do motor sport eles e comentou de plásticos populares de alta-performance quiser um dia da volta os carros para convidado também Maria eu falo meu gerenciamento de carreira como piloto é muito simples Você é rápido e é de graça eu tô dentro’ Valeu pelo gostosa aqui tá realmente é um painel Estelar aqui com pessoas que realmente entendendo essa parada né que são os é só sempre fala abobrinha então Obrigado aí também a toda audiência e espero que o papo continue aí é isso acontece para continuar em Alto Nível Valeu demais galera grande abraço é muito obrigado passo abraço Tá bom eu acho que para fechar então essa parte da rimax é uma pergunta que não estava no roteiro mas a gente conversa um pouco antes e até o pessoal perguntou um pouco ali na Live é como é que se dá o acesso a uma empresa que é uma Startup com essa também então alto nível faz Veículos Elétricos nosso performance tão ruim assim como é que essa carreira para nós brasileiros que a gente Às vezes tem um pouco de dificuldade de inserir nesse cenário internacional chegaram a sua empresa começa aqui aí que eu começo não pode conversar eu acho que o primeiro você tem que ter à disposição para sair do país na terra está disposto a encarar esse desafio né que não é fácil largar família largar muito sair já eu tenho carreiras né que construíram no Brasil e uma vez tão disposto e só um ponto Bacana aqui aqui na próxima faz pequeno país novo digamos assim na Croácia tem 93 Se não me engano aqui que depois que terminou a aí eu usava né E então não tem profissionais qualificados né para o nível que Arena que está buscando no mercado para desenvolver um veículo desse tipo então ele tem uma política muito forte de contratar profissionais de fora então na empresa tem mais 35 nacionalidades diferentes e uma vez que você está disposto está a fim né de participar das seletivas der certo eles vão te dar todo suporte né É para a recolocação então essa parte que é um pouco obscuro atendendo parece tar indo aí E no caso né A empresa dá suporte total para você ser Colocar Com relação à documentação Vista etc o RH da Sport completa aí para quem tá a assim né Então vale a pena aí que em pé quem tá interessado né se dá uma buscado ainda no site da empresa todas as vagas estão lá tem bastante vaga aberta tá a previsão de crescimento aí para 2023 vai cair é para 2.500 funcionários atualmente está em 1201 pouquinho então tem espaço aí para para quem tiver afim né de conhecer os balcãs e é isso é bem legal também a gente a gente tá ali na empresa tudo toda semana a gente vê 10 15 pessoas novas então é uma está crescendo bastante empresa e tem muitas oportunidades então incentivo todo mundo a dar uma olhada que tem tem oportunidades por aí E eles também vão comentou né tão procurando pessoal de fora não precisa estar inclusive na Europa extra sem pessoal do mundo inteiro e que eles estão buscando profissionais mesmo E outra pessoa outra questão da pressão pessoal pode pensar que Barreira do idioma É acho que eu tanto do João apresenta um quadro eles antes de vir também que o crosta é um de uma bem diferente mas aqui todo mundo fala inglês você vai no mercado taxista motorista de ônibus sobre o fala inglês é um grão no primeiro início assim você não precisa se preocupar com essa com essa Barreira do idioma é mesmo tempo E aí bom então pessoal que tá empresta para curar está já fiquem ligados acho que ela possa oportunidade para vocês viram empresa a única e em acessível para conseguir entrar só portunidade de trabalhar com o transporte bom pessoal da marca precisa ficar um pouco para incentivar que a gente vai passar por foco o download vai ser volta no final para gente fazer o encerramento da Life Tom André agora contigo acho que a minha bolinha te pergunto ali nessa falou um pouco a início a gente tem alguns novos modelos e tons no Brasil e ele tá sempre mais peso agora principalmente final do ano passado esse ano é quais são os modelos da onde hoje elétricos ou híbridos presente no Brasil e como que está sendo essa experiência em lidar com essa intenção da edificação no mercado eu até antecipem aos modelos atuais que estão presentes atualmente 100% elétricos né senão o elétrons UV e o e transporte Beck o entram é s Sportback e o RS e-tron GT aí então esse umas quatro veículos que estão o Brasil disponíveis entre aspas porque o RS e-tron GT por exemplo a fila de espera muito bom a moto muito boa notícia para a aula e ao mesmo tempo ruim porque a gente quer disponibilizar para cliente e não ter a disponibilidade do produto porém eu os UV e o Sportback tem existentes com a habilidade Então tá sendo uma experiência muito boa para os clientes e de forma geral e na Califórnia eu vi falar que tiveram alguns clientes que fizeram o movimento contrário foram foram para retificação e depois retornaram para os veículos convencionais é promover bem forte Especialmente na Califórnia acontece o horário que a mente sim esse o Alguns alguns países mais principalmente pelo amor da forte lá e aqui no Brasil com a experiência que nós estamos tendo Cleiton não atende esse movimento né atendo até até porque quem tem esse tipo de cliente geralmente têm interesse de carro geralmente é um dois três carros reservas também tá onde ele utiliza no dia a dia eu entro para fazer uma viagem mais curta utiliza o Edson vai fazer uma viagem de ruga e vai fazer de carro ele utilizar um carro de motor regional tá é do ponto de vista de manutenção e reparação não tá tendo grandes problemas também não é a bateria tem tem se mostrado bem robusta né não tem os meus problemas assim que o Brasil animais que é um carro superesportivo né que ele tem uma muito forte na refrigeração forçada na Audi tem também leva o as baterias tem uma potência para 400 para 600 e mais de 640 cavalos a porém ele não tem essa necessidade extrema que no caso da animados né da rival utiliza lá então é um ponto de é de atenção sim ao a questão da Refrigeração de bateria porém não não tá sendo um gargalo hoje dia não tá sendo um grande problema e não acende a luz no painel e formado que o carro vai perder potência porque a bateria chegou no nível de temperatura muito alta para a robustez do projeto foi o ponto bem bem importante naquela hora que fez mais de 1 milhão de quilômetros é de testes antes no Deserto em locais no Ártico enfim todas as condições mais severas né de acelerações de repetitividade que acelerações Para comprovar que o veículo ele consegue em qualquer situação extrema matei aquela a pela dirigibilidade e aquela performance que ele tem qualquer condição então é o feedback tenho tido de 500 e dos concessionários aqui tá sendo o muito bem aceito pela população e prova o carro legal até o pessoal garimpados pela ordem confirmar isso aí E qual é que é o carro elétrico da aceleração Inicial prazerosa questão da da falta do ruído e da da vibração também na bem interessante para um forma geral seria isso E também temos aí vamos alguns modelos bem estabelecidos entre os novos desafios que estão vindo aí dá a questão da cidade é bom dia Desculpa foi mais um ponto de vista de desafio né Existe algum modelo já além desses estão vindo novos modelos né que nossos podem até já imaginar Quais são os modelos que vão vir pela frente lá não só a parte de elétricos mas também existe possibilidade é o hospital já a certeza né que vou vincar os vidros também não só é plugin Rider Ou seja aquele híbrido que eu sair eu te espero aí na tomada e carrega também como tá bem mais raimi daqui aqui são aqueles Assistente tem um outro convencional e tem o sistema lá que faz a ver vamos ver do alternador e motor de partida que auxilia o carro em algumas situações né hoje a gente já tem as seis a sete enviou é que sim ou entre outros veículos 17 e de outros modelos que utilizam a tecnologia mais raiva então a e agora em diante todos os modelos da ordem convite no mercado mercado brasileiro essa meta Mundial eles vão ter uma versão no mínimo online raio e as grande maioria também vai ter seu público também né vai ter um mix aí para qualquer gosta né acredita que tem uma montadora de clichê meu mas que não aqui tem um certo é um bicho que você específica de acordo com o tipo de cliente e tipo de utilização da calça permitir de todo todo o perfil possa ter um áudio o carro o carro tabaco é a gente também perguntar se vamos nos Vai tu já se adiantou na resposta então bem legal Sabe que coisa interessante por aí mudando um pouco foco da aula de novo só nos carros de rua mas agora para competição só fazendo uma quem comentou anteriormente tá fazendo uma breve contextualização a linha áudio Ela já tem essa participação na fórmula e alguns anos e tem justamente esses novos assertivas no rali Dakar acho que uma coisa que por mais que sejam categorias novas pessoas normalmente não percebe o tamanho que elas estão tomando então trazer alguns números por exemplo da fórmula e os canais as redes sociais delas oficiais tem mais de 850 milhões de visualizações em termos de visualizações ao vivo de corridas a média de 300 milhões de espectadores batendo alguns arcos de 1 milhão de espectadores se Mutantes send Claro os grandes em eventos presenciais e parece pode comentar um pouco sobre como que ainda é essa relação com audi a fórmula e eles ainda estão competindo Quais são os planos bom E como eu até falei até SP alguma coisa não é no início né a Audi fez 17 temporadas na fórmula e é tempo foi campeão na fórmula ir né teve muito sucesso não é e e teve vários aprendizados na coluna aí né tô vale na parte de desenvolvimento especificamente né de um pouco sistemistas conseguiu ser muito a melhoria especialmente no ponto de vista de robustez que que eu falei anteriormente não é para fazer esse movimento dos carros elétricos não orei tradicionalmente a Audi em ela foca gosta de Endurance e rali e esse é o foco que que tá em mente agora tanto que a áudio tá saindo da forma aí nesse momento lá e tá focando neste é a partir de agora do rali Dakar ou o e-tron o que o RS que entrou na ah e também com outras categorias em duras Então é isso vai ser o foco da Audi a partir de agora e consequentemente agora agora Obra não é isso é uma coisa obra sempre se utiliza essas categorias e de automobilismo para focar na parte de testes de desempenho na pra tudo que você faz lá levar para para o consumidor para ter ele cliente né áudio mais focar nesses clientes e se você parar para pensar um pouco o mundo hoje né Tem uma de 10 anos para cá mais ou menos a gente tem uma tendência de os sucos estarem cada vez mais participativos aí no dia a dia já tivemos aí quando chegar antes das minhas de voz no começo dos anos 2000 e um pouquinho antes 2010 deve falar para cá a gente tem uma tendência de suvs mas isso aí não só do Brasil mas no mundo todo nós somos pequenos sobre remédios e subiram e é que os focos nesse mercado também aonde vai focar no rali Dakar que utiliza os estúdios e vai pegar essa experiência não é de Suspensões mais robustas de freios mais robustos de aguentar altíssimas temperaturas né no deserto para trazer das Pistas nessa experiência aos mercados para o mercado o consumidor e naturalmente Vai ter não vai ter sócio ver o que realmente né mas as focar bastante dessa questão do arroba os dentes da experiência que você tem aquele com aqueles terrenos aquelas situações mais adversas né então vai o foco mais para frente vai ser na nesse desenvolvimento certamente vai ter muitos UV mas vamos continuar com um beijo não poderá conhecer das os restos que que tem público para tu não e novamente mas veja pode escutar inovação grátis nas ruas até 50 bastante ele sobre essa questão da carga puxando algumas perguntas da Live que você pode falar um pouco dessa relação do rali com a eletrificação você falou um comprimido para transplantes mais puder começar um pouco sobre a prova que essa estão esperando de resultado de perspectivas Esse é o a prova Audi tradicional mente quando ela entra ele ela não entra só para fazer o teste né Tem a questão de marketing Claro e para você conseguir um Pomar que não tem provar que o produto é bom que o desenvolvimento é bom você precisa ter resultado a Alguém tem uma divisão de ao esporte ela é uma divisão focada no na parte de algum Lisboa é a automobilismo esportivo e ela vai entrar certamente para ganhar né tanto que esse desenvolvimento É bem interessante eu falei para vocês é um híbrido insere aí você vai ter três mcgu lá pra de dois motores elétricos mais interessante a bateria ela é uma bateria para intermediária vamos ver assim né o arremate por exemplo utilizando revela o 120 quilowatt-hora né os carros da Audi 100 trouxe 95 a gente 90 e 100 kilowats é quilowatt-hora né de a bateria nesse caso do entro que vai lá do deserto você não pode imaginar ele vai colocar uma bateria gigantesca lá então o ideal seria utilizar a bateria + intermediária né então a bateria desse carro é de 50 quilowatt-hora porque ele tem aquele motor tfsi mas é turbinado de alta performance e eficiência que vai carregar a bateria Então você consegue ter um controle energético ou da bateria neopentecostais da bateria muito bacana tem naquela bateria intermediária mas nem tão grande com o carro puramente elétrico nem tão pequena com o carro híbrido e nem para você ter um uma forma intermediária e você tendo esse essa bateria de tamanho intermediário você também consegue ver como usar o peso vai então bateria de 600 700 kg que são os carros maior subs maiores lá nesse caso aí você vai ter uma bateria que a metade do peso então 370 quilograma-força de massa então é uma bater o que você vai afundar lá no deserto encontrar na areia fofa não vai afundar por causa daquele peso de bateria então tem uma série de fatores que você tem que determinar e e tenho compromisso né nem tanto peso Mas também eu tenho que ter eficiência energética é por causa da questão da sustentabilidade mas eu não posso pensar só na sustentabilidade tem que pensar na performance desempenham porque a marca vai entrar para fazer para ganhar né assim com ele entrou no passado e nem ganhando Le Mans falar com o híbrido e que a gente tem que pensar na mesma forma agora nós então a Audi tem a tradição da Audi é fazer o que ela pega novas tecnologias vê em corridas tradicionais com lápis aí na frente né com até quando forte um dos técnicos que é o slogan da Audi né É seria o a Vanguarda da técnica é você colocar naquele meio tradicional é uma tecnologia nova um farol a laser o motor diferente uma tecnologia diferente e É nesse caso tá acontecendo e trazer bons resultados não é colocar lá para enfeite só você colocar agora uma novidade lá pessoas podem até novidade inicialmente mas você consegue performance e a base momento que você consegue como resultado os outros vão copiar é o tradicional vamos dizer assim na na máquina as patas rosas a prefeita Tá bom finjo estar fazendo aqui que promete bons resultados e uma nova tecnologia uma parte diferente para o veículo elétrico bom pessoal estamos aí nos últimos dez anos de Live então para fechar esse esse painel eu gostaria de fazer uma pergunta que é simples mas é complexo ao mesmo tempo e aí todos vocês vão poder responder que é na visão de vocês Qual que é o futuro ideal por motorsport em conjunto com a identificação para os carros de rua É pô eu acho que o futuro talvez não tão a curto prazo Mas eu vejo sim e o futuro o motor sport vai se tornar para eletrificação a gente provavelmente vai ver outras tecnologias aí surgem como tem da hidrogênio de hidrogênio que já tem algumas pesquisas nisso nós ainda não se vê muito mas eu com certeza vejo que motorsports vai se tornar para eletrificação de maneira geral uma vez que as categorias mais assistidas por exemplo Fórmula 1 vamos levar mais tempo e ser substituídas por alguma categoria elétrica e vamos dizer assim mas é no futuro e ainda assim eu acredito que vai continuar tentando corridas com carros e motores a combustão como nós temos hoje corridas de carros históricos talvez em um futuro que todo o motor suporte seja elétrico mas ainda vão continuar corridas assim de causa a combustão partes fanáticos do Ronco quer dizer assim e essa minha visão e eu vejo como o com muito espaço ainda a tecnologia híbrida né que é você consegue combinar A então é querido melhor é entre a performance do Toca instantânea que o elétrico consegue entregar e a diversão e a experiência sonora né que motor a combustão consegue entregar ainda numa transporte então eu vejo que a gente a gente ainda vai ter bastante tem muitos anos aí muita muita quilometragem dá para rodar de maneira híbrida é é com muita performance Então você tem o melhor dos dois mundos né o toque tentando no motor elétrico com a diversão motor a combustão EA questão da redução do peso da bateria né que você com quebra porta nem e vida ser um Sila carregado Aquela quantidade enorme de baterias que aí pior a performance Quando você pensa em fazer um veículo que tem um rente legal então eu acho que ainda a gente vai ainda tem bastante lenha para queimar e no mundo ido Tá bom é só antes de ir para a tendência é que eu acho aí no futuro da mobilidade uma pergunta o Gabriel aqui se alguém vai voltar para o wrc Gabriel tem possibilidade sim tá de voltar para esse campeonato ou hibridização e eletrificação o aqui de pergunta o que é que tem escrito no quadro já aproveitar fazer uma propaganda aqui é na associação de Engenheiros automotivos aí a e vai ter um curso na semana que vem veículos vidros elétricos módulo 1 e também tem existe modo dois que a gente é que no caso é o ministro neste curso as 7 anos não quem quiser entrar no site da Ai aa.org.br que tem a inscrição lá tá certo eu acho que foi isso a pergunta aqueles e como fica a questão de esfriamento das Baterias no ambiente como o rally Dakar é uma situação parecida com os colegas arrebates falaram tá não se precisa de uma eu sou forçada a e bastante líquido de arrefecimento as é bastante de arrefecimento sim eu não tenho decorado aqui eu tenho uma ficha técnica do RS que entrou e bastante ele que tá reconhecimento mesmo tá então e a bomba muito muita potência para conseguir subir Aquela aquele respiramento volta para pergunta do ponto de vista técnico do que eu acho da do automobilismo lá eu também tenho uma ideia bem parecida com o Caique com João ela edificação é o é uma realidade hoje lá com ele já tem o’tradicionalista Tá o que que ele vai ter que fazer do a gente ela tem dois pontos que eu acho que a gente tem que tratar Este é um técnica mas já foi falado aqui densidade energética de bateria tem que aumentar Isso é Um Desafio tá é potência é pra você descarregar aquela a energia do motor da através daqueles cabos né O João falou de contato hoje dentro de inversores é outro desafio refrigeração de bateria é outro desafio recarga das Baterias também o tempo de recarga de baterias também é outro desafio né então esses são os principais fatores né de desafios técnicos agora no ponto de vista comercial de marketing a gente em outro desafio também não Aí talvez não sei se o a idade média da do pessoal que está assistindo aí a Live mas o pessoal mais tradicionalista especialmente se gostam do ruído do motor não vê 1018 seguinte todos os seguintes 16 cilindros 6 cilindros vai para aquele ruído do motor é relembrar porque na infância agente mas não tenho 39 anos eu tenho a lembrança de Cheiro de gasolina quando eu ia para a corrida e quando eu morava lá em Recife aí eu ia para corrida de era o ah entendi é de borracha queimada aquele cheiro de gasolina isso aí remete a vida ao passado né o e do remédio ao passado Então hoje pensa em Fórmula 1 e o ruído do carro falando que teve a oportunidade Sabe tem que colocar até a mão no ouvido que e Sudeste e aquilo ali vibra o coração né então a tradição dos motores de combustão interna eles também é uma força muito grande não é paralelo a isso aí a gente é questão de marketing das empresas estão querendo era de ficar e aprova a população Também e tá no evento necessidade terá que ficar são eu não consegui chame tal Então olha só que a gente tem dois e duas coisas duas forças se chocando uma o racionalismo que ele que vem do coração e o outro tá responsabilidade e responsabilidade em relação ao meio ambiente responsabilidade social que ele tem então os dois vão entrar né é o que tá acontecendo agora já que forma aí só elétrico vai crescer e crescendo como um tem hibridização e vou começar a introduzir de pouquinho pouquinho pouquinho de pelo elétrico também lá e aí vai se fazer isso aí até que daqui a um tempo a identificação que não queira ela vai dominar também a as corridas de neve de forma geral o que o mercado vai ficar elétrico Então a gente vai ter vai levar ela que fica baixo a gente vai ter uma necessidade também da gente topa o meu carro que eu tenho o carro que eu vi lá na fórmula aí pô por exemplo elétrico igual o carro que eu tenho aqui em casa então acho tem essa essa ligação e fora que tem a questão do do próprio Laboratório das corridas é que a gente conexões fazem falei para você ainda tá aqui é o a questão de marketing a Audi é para ganhar ter vitória lá porém tem atenção que desenvolvimento também por outro aspecto então ele não queira é vai vai servir E como sempre foi né o local de desenvolvimento de novas tecnologias para depois colocar nas duas tá então ele só para fazer o que eu falei muito longamente aqui e de forma curta a gente vai tela que ficar são sim da dos das competições não é porém o óculos motores tradicionais mas o motor de combustão ainda que estão na feia né das pessoas que gostam de carro de carro desde sempre aí pendurar e não diria que vai acabar daqui a dez quinze vinte anos não eu acho que vai se manter por um período maior Mas cada vez com a participação menor vai ter os elétricos E aí o futebol de novo as visões se complementam a sua pergunta mas é certa é que mais repetiu ali no chat não levaram flores pensamos inicial Oi desculpa cortou um pouco que foi pergunta vamos ter um nevera presencialmente ano que vem Floripa no Floripes rapaz vamos ver se a gente põe seu fazer o mate para fazer uns direitinho você é bom eu vi que teve o pessoal pediu um rolo de prega também a gente tem bastante lá no nosso laboratório de carbono João prepara ideológica para fazer uma velha hein mas aqui mas aqui na hora pra gente a espada também a logística não tem problema não a gente bota ela no avião e manda aqui não tem problema não haviam é você já pode mandar juntos ovos de pegue pode trazer o mate juntos é a gente não reclama essa daqui certeza que vai curtir igual mas acho que é finalizamos então as perguntas pessoal novamente Muito obrigado a todos Obrigado Caíque André e João e o caso que já saiu de novo foi muito legal papo novamente as trouxe uma visão bem geral sobre diferentes temas diferentes pontos de vista sempre mostrando que a tecnologia EA identificação já é uma realidade no Brasil são muito obrigado a todos os convidados quiserem se despedir fique à vontade a sagrada brigado pelo convite e agora essa todo mundo aqui conector aí na nossa Live no grande abraço e fique ligado aí que você quer enviar no site da animados e dei uma olhada nas vagas a que vocês e tem bastante oportunidade aberta então é possível humanidade WhatsApp uma estável os números brasileiros aqui na Croácia tem pouco ainda é e eu agradeço também é pelo convite Rafael última canta daí também a participação do João Caique e do Cássio foi bem interessante ponto de vista bem diferente no caso nós do jornalista e outros bichos mais técnico do Caíque do João dessa nova dessa nova empresa não pode dizer que posso dizer que ainda ainda assim a nova aí que está revolucionando aí o mercado é Exatamente estamos muito obrigado por gases de novo Muito obrigado a todos que viram a Live só lembrando que agora na sequência já temos mais o evento do Felipe somente a Live que será sobre as cidades inteligentes e como elas serão conectados a futura então fiquem ligados é o link novamente Muito obrigado pela atenção e continuem penas fazer esse evento e é tão inovador na parte da

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments