Sicredi Mulher | Valor ou Preço com Kari Spada

1.092 visualizaçõesTransmitido ao vivo em 9 de nov. de 2021

pra trás passou eu não me importei Foi até melhor [Música] ainda vejo que criança só quer brincar e não tanta responsa Mas a vida cobra sério e realmente não dá pra fugir poder sorrir sim livre pra poder buscar o coração [Música] livre para poder passar [Música] E aí [Música] o estado de reencontrar seu caminho [Música] mesmo eu [Música] estou sozinho eu vou sonhar [Música] sorrir vivida poder a [Música] a sorrir para poder [Música] caruru louca falar amor [Música] é assim [Música] é a paz de Deus meu amor e [Música] e eu digo clube de água Olá Barbie na cara de deu uma mais ninguém como você digitar fazer sorrir sim livre pra poder estar louca para usar [Música] nessa rir vive para comer um [Música] Ah sim Claro três foi burro o eu tirei a pleno sol era o símbolo não sabe [Música] esperar não [Música] quem precisa [Aplausos] sou daí vem pequena eram [Música] morangão e [Música] o dinheiro pode nos dar conforto e segurança mas ele não compra uma vida feliz o dinheiro compra cama mas não descanso o dinheiro compra ansiolíticos mas não a capacidade de relaxar compra um quadro de pintura mas não a capacidade de contemplar compra Seguros mas não habilidade de proteger a emoção compra informações mas não autoconhecimento compra bajuladores mas não amigos compra presentes para uma mulher mas não seu amor compra o bilhete da festa mas não alegria quem paga a mensalidade da escola mas não produz a arte de pensar comprar lentes de contato mas não a capacidade de ver os sentimentos não expressos o dinheiro compra um manual de regras para educar quem amamos mas não compra um manual de vida você precisa conquistar aquilo que o dinheiro não compra caso contrário será um miserável ainda que seja um milionário Augusto hoje muito boa noite a todas vocês mulheres que estão aqui conosco saudação e aqui é necessário fazer uma referência mulheres no estado de Minas Gerais mulheres do Estado de Santa Catarina mulheres do Estado do Rio Grande do Sul hoje nós temos um depoimento muito bacana de uma colega uma mulher que já esteve conosco participantes escreve mulher em outras edições lá de Minas logo logo mais vocês vão conhecer ela é um prazer para nós ter Ah E hoje nós vamos falar sobre o que é que tem valor e o que é que tem preço para nós está conosco aqui no estúdio hoje uma colega muito especial e querida ela tem um bom conhecimento educação financeira tem sido facilitadora da cooperativa Sicredi alto Uruguai em diversas oficinas em diversas formações que nós temos entregado para os nossos Associados com mais uma ação de relacionamento com mais uma ação de transformação social que nós entregamos para comunidade Onde nós estamos o nome dela Car espada ela é colaboradora da Sicredi alto Uruguai ela foi minha antecessora aqui no Sicredi mulher foi mediadora na edição anterior e ela vem hoje Para nos trazer várias dicas educação financeira Karen muito boa noite Boa noite Ana boa noite mulheres tava com saudade já vi estar aqui Apesar de que eu acompanho todos os momentos né seja aqui o som do estúdio ou de casa tenho acompanhado aí o programa Sicredi mulher que é um programa muito querido Nossa aqui da cooperativa e é muito bom tá aqui novamente para falar para estar me sentindo um pouco mais próximo aí pertinho de vocês hoje legal cara e seja muito bem-vinda cara os nomes encontro hoje é sobre educação financeira né O que é que tem preço O que é que tem valor como é que a gente diferencia isso e eu tenho ouvido cárie aqui a gente vai abrir estamos entre mulheres né que a mulher ela tem muita relação com a decisão da família ela quem decide efetivamente muitas vezes a roupa que o marido e o filho veste e às vezes eles também né é quando querem investir eu ouço lá nas agências do Sicredi ó tem que falar com a minha mulher antes de fazer as investimentos isso também acontece E é verdade também que a mulher sofre muito assédio né cara e hoje em dia que aparecem para nós no Instagram total de arraste para cima né muitas informações de consumo muitas coisas bonitas que tem aí e que por vezes nos desvirtuam de um equilíbrio financeiro Sim Isso é real acontece mesmo acontece não é uma regra né é são situações da vida real né Eu acho que a mulher já talvez tem a determinado muito mais esse esse poder de compra sim de opinar e isso cresce cada vez mais pelo espaço que a mulher também vem ocupando aí né Depois direito na sociedade e o nosso objetivo hoje é justamente tem esse né é abrir essa reflexão sobre o que tem valor o que tem preço né E como isso e como os valores e os preços eles podem influenciar a nossa decisão de compra ou a decisão da minha relação com o dinheiro né então quando você fala em assédio sim é nós vivemos um assédio diário né especialmente pela pelas redes sociais pelas mídias Né tava vendo uma pesquisa lá de 2014 da SJ insights que é uma é uma empresa de marketing inteligente e ela disse que em média 5 mil marcas nos bombardeiam todos os dias claro que a gente não consegue identificar isso no nosso dia-a-dia né mulheres Mas se a gente parar para pensar 5.000 marcas é muita coisa e isso vai com certeza influenciar na nossa decisão de compra né aonde eu vou as escolhas que eu vou fazer com o meu dinheiro e aí lá em 2016 o SPC Brasil também fez uma pesquisa e Já identificou que 65 por cento das mulheres já estavam mudando seus hábitos de compra e influenciadas pelas redes sociais e pelas mídias né E aí a gente vê especialmente nesses últimos cinco anos e acho que vocês vão concordar comigo que as mídias também mudaram a forma de comunicar né isso para as mulheres é a gente vê por exemplo as os comerciais de tv ou das redes sociais mostrando mulheres um pouquinho mais verdadeiras mais próximas da realidade porque a gente começou a entender muitas vezes que aquelas mídias que a gente assistir ano passado não fazia parte de um mundo real que talvez né então a gente já vê comerciais mais próximo da realidade é a gente vê as mulheres nós mulheres sendo bombardeados na mídia especialmente por aquilo que é mais comum pesquisar por exemplo moda beleza né é família enfim e o mais interessante dessa pesquisa é que o que menos as mulheres procuram nas redes sociais e os meios digitais é procurar se educar financeiramente buscar informações sobre Finanças na busca o consumo nós buscamos ver coisas diferentes né e entender o que tá rolando aí no mundo né do consumo mas a gente está pecando no buscar informação sobre educação financeira E aí a gente vem numa a gente vem numa batida E aí é muito importante isso e necessária cada vez mais a educação financeira sendo tratada e discutida desde as escolas né até pelo banco central como a gente vive nessa semana essa semana nós estamos vivendo a 8ª Semana Nacional de estratégia de educação financeira que a Simone F né Então o quê e o que que eu quero falar para vocês e trazer assim inicialmente sobre essa questão do assédio primeiro é um ponto que a gente precisa tomar cuidado se eu tenho um comportamento muito imediatista se eu tenho uma tendência a comprar por impulso por quê porque a internet é tudo volátil é muito na hora então se eu tenho uma tendência a ser imediatista nas minhas escolhas Então eu preciso tomar um pouco de cuidado Respira fundo conta até três né porque senão é muito fácil como você disse Ana o arrastar para cima aí né a compra aqui arrasta para cima ou saiba mais e aí quando você viu você já efetivou aquela compra né É isso aí agiu por impulso e é isso aí e o empoderamento também né quando a gente fala sobre o empoderamento sobre a essa sobre essa Ascensão da mulher nessa nessa questão não tem como a gente deixar de lado as Finanças e não falar sobre dinheiro então e deixar o dinheiro tem que deixar de ser um cabo para passar estar no nosso cotidiano porque ele é muito importante né É isso aí para realização dos nossos sonhos da caixa aí cara eu vou te convidar para o nosso se você não sabe por favor vou aproveitar e convidar as mulheres daí para quem está nos assistindo vocês querem seguir a Karen@Karen espada no Instagram se vocês quiserem vamos marcar marcar macaco Operativa@Sicredi alto Uruguai fiquei muito à vontade com uma cara e falou esse tema é um tema importantíssimo de uma valia muito importante para todos nós Porque precisamos deixar de tratar o assunto financeiro como Tabu recentemente né carinho nas palavras que nas escolas hoje a base comum curricular e já estabeleceu como um tema transversal educação financeira Então ela é notório que cada vez mais a gente vai tá tratando de Edu a cera lá das escolas lá nos anos iniciais anos finais da educação básica para que a gente comece a tratar isso com o tema merece e mais uma reflexão que eu faço é que quando nós vamos na escola né carne tem alguns temas que algumas disciplinas que é natural a gente não gosta muito né ou não se identifica não é muito aquilo que eu gosto não é minha praia mas quando a gente fala de educação financeira não é uma prerrogativa ao gostaram não gostar não é uma prerrogativa eu ir bem nessa disciplina mas é uma prerrogativa assim eu entender de educação financeira e eu saber realmente quando a gente traz aqui o módulo né O que tem preço e o que tem valor é para gente entender o que realmente eu posso adquirir Quanto custa do meu tempo do meu dia das minhas horas e trabalho aquele investimento e eu preciso exatamente agora ou eu posso deixar no momento né E claro que dá sequência aqui ó tu tá falando aí com mulheres né Nós ela sair nesta edição mais de 600 mulheres inscritas hoje a gente tá um número bacana de mulheres assistindo nós aqui e tem uma coisa que a gente tem falado muito com elas aqui cara que é sobre as emoções todas nós né todas nós temos emoções exigente tem uma raiva que outra lá ou uma água né E aí tem algumas pessoas que descontam né ah Eu Fiquei frustrado eu eu com mais outras eu tomo alguma coisa ou Eu consumo alguma coisa e tem pessoas que às vezes quando ficam frustradas gostam de passar numa loja e compra alguma coisa fiz sem muitas vezes ter essa condição quem nunca quem nunca ricari faz sentido as emoções interferem no nosso equilíbrio financeiro se as emoções elas são Nossa aquele financeira as emoções elas contribuíram atrapalham a nós e o nosso equilíbrio financeiro antes de responder essa pergunta na Enquanto você falava sobre valor hoje sobre Eduardo o nosso tempo eu queria só lembrar que tem um vídeo muito bacana do PPI anjos que é o valor das coisas então procure no YouTube depois aí e assista o é uma reflexão bem bacana sobre não é sobre dinheiro mas é quanto tempo a gente doa né para para ter esse dinheiro que vai é o nosso tempo com a família e tudo mais que a gente está deixando de lado muitas vezes nem detrimento do trabalho Mas respondendo à tua pergunta a Ana é o que é mais comum a gente ver quando se fala em educação financeira é a gente entender de que forma que eu vou conseguir guardar o meu dinheiro ou equilibrar minhas contas né chegar este tão esperado equilíbrio financeiro só que a ter uma planilha ter um aplicativo anotar num caderno as suas contas é saber Oi e o seu dinheiro em ações enfim entender de fundos de investimentos são ferramentas e são conhecimentos que fazem parte no processo de educação financeira Porém quando a gente fala sobre o equilíbrio financeiro nós temos que um pouco atrás nós temos que entender a causa do meu desequilíbrio muitas vezes né e aqui eu não tô não há julgamento e não é dizer que a gente é louca não não é isso É nós sempre temos algo a melhorar né E talvez você já seja uma mulher educada financeiramente que você tem as suas reservas que você tem os seus investimentos né mas talvez alguma alguns dos pontos que eu vou trazer aqui vai ter remeter a memórias né E talvez você vai ter insights e que sim ainda é possível melhorar em algum né porque a gente não é perfeita a gente está em constante transformação né e na Ana e a educação financeira é uma transformação de comportamentos E aí quando a gente fala em trans e comportamentos ela não é da noite para o dia ela é um processo que vai ter várias aprendizagens ali no meio e aí quando a gente fala sobre gatilhos que influenciam nessa transformação de comportamentos ou de atitudes ou de ações nós temos algumas bem interessantes que eu vou trazer para vocês né Nós temos dezenas de possibilidades enfim de comportamentos mas tem algumas que talvez vai remeter aí ao cotidiano de você sou a vida de vocês por exemplo a as crenças limitantes né quando a gente fala em crenças limitantes e eu sei que você já falaram aqui em outros momentos com outros profissionais a gente lembra de situações que talvez ocorreram lá na nossa infância ou que a gente cresceu ouvindo algo e que não são verdades absolutas que ao longo da vida a gente vai descobrindo que pode ser diferente e eu vou dar um exemplo hoje de crença limitante que é só pode ser mulher no volante bom né é Aline ser uma expressão machista por quê que mulher não a Mulher dirige Superman Então vamos pegar as estatísticas de acidentes para ver quem bate mais o carro né então inclusive o seguro para mulher é mais fácil sim porque a mulher é mais cautelosa as cuidador é a que a mulher que a mulher é gastadeira né que a mulher é muito Consumista então a gente já vê evoluções nisso e muitas vezes a gente cresceu ouvindo em casa que a mãe não sabe cuidar do dinheiro ou uma outra crença que o dinheiro não traz felicidade né que o dinheiro é sujo Enfim então São não são valores mas são crenças que muitas vezes nos foram sendo repetidas ao longo da vida e que hoje pode ser que influencie na nossa tomada de decisão outras situações por exemplo que eu já falei a questão do imediatismo quando a gente tem esse assédio aí das mídias a previsão do consumismo na então nós podemos ser uma pessoa já ser uma pessoa com tendência a ter em qualquer ser um pouquinho mais ansiosa e aí se eu sou uma pessoa que tem uma tendência a ser um pouco mais na ciosa Talvez eu vá vá tomar decisões é sem refletir muito né aquela decisão E aí eu trago uma estatística aqui da do SPC Brasil que oito em cada dez brasileiros que estão inadimplentes e é cidade de 2020 e hoje nós somos 60 milhões de inadimplentes então oito em cada dez a confirmam que compraram por impulso desses oito desses oitenta por cento dos consumidores que compraram por impulso 25% ainda acabam comprando mais porque tamanha ansiedade de comprar e via e não vai conseguir não vai conseguir resolver a situação dele Então veja que é uma questão muito séria de comportamento e emoções que não são equilibradas o medo de ficar de fora né também vem atrelada ao imediatismo a gente vê e aí eu trago de novo as redes sociais mas daí não com assédio de consumo mas com assédio de vida perfeita digamos assim né que a gente vê aí olha nossos meus amigos a essa que eu conheço tá viajando o outro trocou de carro o outro é muito mundo na praia menos eu e sair e aí por vezes eu faço dívidas para me manter no grupo para me sentir que estou tendo um determinado status sendo bem sincera né e a gente acaba não refletindo sobre isso e cárie no encontro passado se vocês podem lembrar a gente falou sobre relações familiares a pena garlate ela falou sobre um dos princípios das leis sistêmicas que é o pertencimento então muitas vezes para mim pertencer a uma comunidade ou pertence a uma família ou algum grupo de amigos eu preciso muitas vezes me vestir daquilo que eu não tenho daquilo que eu não posso naquele momento para pertencer E aí ao que isso me leva né então se dar conta de que muitas vezes eu estou é gastando o meu meus meus horários o meu dinheiro meu recurso em algo que talvez não vai me levar tanta prosperidade assim acho que é bacana e ele é só a carne nos comentários aqui veio algumas questões assim de que os homens são muito mais alguns não todos mas muito mais gastadores do que mulheres né olha só que bacana né E aí tem também outras pessoas colocando aqui como depoimento que descontam a frustração na comida né E algumas pessoas desconto no gasto né Hum hum ou e colocando uma reflexão muito bacana que aprenderam a fazer educação financeira com os pais Que ótimo que bacana isso e assim eu acho que é esse o desejo quando a gente fala aí né cárie do Banco Central olhando para uma semana de educação financeira Esse é o desejo nosso enquanto cooperativa também levando o tema de educação financeira adentrando inclusive nas escolas para que esse tema não seja um tabu para que a gente aprenda e quando a gente aprende em casa com os pais a gente trata e os com mais naturalidade e ele deixa de ser peso e aí a gente tá falando da a gente tá falando da inserção da educação financeira nas escolas mas se atendem ainda vai levar um longo prazo para a gente dar essa essa volta na educação financeira aqui no Brasil e aí até lá qual é o nosso compromisso de entender que melhorar esse exemplo para os nossos filhos também né exemplo de educação financeira mas também além de proatividade em dialogada em família que a gente também vai trazer aí logo mais para você senão na sequência da nossa cara e vem para pergunta da Daiana tá que dicas você pode dar na se livrar dessas crenças né daí ou deixar de comprar por imediatismo ou por ansiedade dai a besta tô com saudade da Dai dai Olha só com relação as crianças eu vou trazer um exemplo pessoal meu tá e eu acho que cada um é muito é muito individual a questão das crenças tá porque não é uma ou duas cada um segurando viveu é mas quando eu era criança a minha mãe dizia assim para mim olha o dinheiro é sujo ela me dava o dinheiro para ir no mercado ou as moedas duas eh duas e aí ela dizia a primeira aula dizia traz o troco E aí depois quando eu chegava em casa com o troco ela dia o dinheiro é sujo Vai lavar a mão e eu cresci com essa com essa não vontade de p o dinheiro porque para mim o dinheiro era algo sujo e aí eu o que que eu comecei a perceber quando eu fui amadurecendo esse meu pensamento eu não conseguia manter dinheiro dentro da carteira e eu acabava gastando todo o meu dinheiro porque porque o dinheiro era sujo então não queria ter algo que comprometesse a minha carteira ali né isso é uma coisa inconsciente gente não é consciente Mas a gente pode se resgatar isso e entender melhor o que que eu passei a fazer então eu entendi que se eu não tivesse dinheiro na carteira eu não iria gastar e por conta disso eu equilibrar ia melhorar minhas contas e eu passei a organizar toda todo o meu orçamento todas as minhas contas a partir do cartão de débito e crédito e aí eu tenho cartão dentro da carteira eu dificilmente tenho dinheiro eu vou ter dinheiro na carteira se eu necessitar e fazer uma viagem que aí a gente não sabe onde vai aceitar ou não o cartão então foi algo o meu com relação ao imediatismo elas E aí é o Respira fundo né porque não tem se você tem tendência apontar por impulso tem que ser muito vivo o processo de educação financeira porque se você esqueceu até você lembrar de novo você já comprou então se você é imediatista Respira fundo e pensa vou deixar para amanhã vou deixar pra amanhã uma outra dica interessante também é você tá prestes a fazer aquela compra Então pensa no valor da compra numa pilha de nota de 2 reais que aí o teu cérebro vai entender meu Deus quanto dinheiro vou ter que deixar nessa conta então quem sabe isso também ajuda também olha aí Carla Vanessa outro seguinte comentário né que é uma outra criança limitante você acha que dinheiro dá em árvore né Vanessa quando a gente pergunta para as crianças na ingenuidade deles e na transparência eles a gente perguntar da onde é que vem o dinheiro e eles dizem da árvore e né mas aqueles Inter a pelve da folha e quando a gente é criança sim daí rápido depois a gente não tem que vem do papai e da mamãe da maquininha Lá do banco da cooperativa É isso aí legal assim a gente está falando aqui com diversas mulheres de diversas profissões Ramos atuação né outro dia a gente pediu para elas colocarem aqui no chat as profissões então nós temos costurei era manicure temos pessoas que trabalham em padaria temos pessoas que são empreendedoras temos pessoas que trabalham em loja Comerciantes enfim né e e aqui mas também temos algumas que talvez ainda não tem o trabalho delas não tem uma renda fixa não tem um salário como que faz carne para fazer essa educação financeira esse equilíbrio no a situação que talvez eu não tenho a renda naquele momento bem importante Ana porque as a plantação vai ser talvez que você seja a matriarca da família né que você seja mãe aí você não trabalho fora mas trabalho em casa e ao emprego como qualquer outro né ou talvez você ainda mora com os pais e não esteja trabalhando esteja estudando Enfim então você não tem essa receita no mesmo mas o que que eu posso falar com relação a isso eu entendo o que por mais que você não tenha uma receita que é sua um salário que é seu ainda assim você convive no meio em um ambiente onde existe uma receita que entra Onde existe um dinheiro que entra e aí o que que é importante né é o diálogo principalmente o diálogo marido mulher e marido mulher e filhos tá com os pais também mas muitas vezes você vai ter que provocar esse diálogo nos pais porque nós enquanto pais não eu não vive um processo de educação financeira não se falava sobre dinheiro só se falava de dinheiro quando tinha que pagar as contas para saber qual você a fazer-se que não tinha nem o valor para pagar as contas do mês né então o diálogo é muito importante tem uma pesquisa que fala que 46 por cento do dos conjuntos de sniper de marido e mulher discutem quando falam sobre dinheiro e é bem normal né Bem normal porque em algum momento quem nunca né Não vou não vamos falar em brigar mas discutir a relação né ter uma Dr por conta de dinheiro mas talvez porque falte o hábito né E quando entra o assunto financeiro ainda discute a cara ainda faz uma brincadeira que ele 46 por cento discutir os outros 54 mente legal mesmo assunto financeiro ele gera uma discussãozinha e é bem natural esteja divergência de ideias na exatamente eu acho que é bem como você falou às vezes não tem lá é é um outro um outro ponto só para finalizar nessa questão de quem não tem renda é dialogar é você entender qual é a tua real situação esse se você é o interesse você pensar em um plano de um plano b que a gente chama né ou em alguma renda que você possa muitas vezes sem sair de casa ganhar um dinheirinho seu né Pensa aí a gente já teve ao longo do Sicredi mulher dos outras dos outros momentos né O que que você ama fazer e o que que é teu talento que tu faz com muita maestria com habilidade com facilidade talvez você poderia fazer em casa eu sei que a Nilva Aparecida está nos assistindo e ela participou do Sicredi mulher lá do ano passado e a Nilva começou a produzir licor e hoje ela é uma mulher extremamente realizada por esse empoderamento por ela ter colocado em prática essa ideia que talvez ela entendesse lá no começo que não era não ia ser fácil que não ia dar certo não é sobre ficar rico mas é sobre você se satisfazer consigo que você ano né Legal carne aqui você também temos o depoimento a Adriana para Luana ela colocou que a doutora hoje ela tem uma agroindústria de panificação e eu fiquei pensando nela que a água indústria de panificação ela precisa ter muito cuidado com ingredientes com a quantidade com o desperdício tentar não colocar é fora e para realmente conseguir ter o resultado passeando aí quando a gente fala e economizar dentro de casa ou na própria agroindústria né no seu negócio se a gente olhar para os nossos gastos de energia de água e desperdício de alimento a gente consegue a ou par do nosso orçamento do mês entre vinte e trinta por cento se você entende que é essa torneira que está mais aberta aí no nos seus vai indo o seu dinheiro então Olha se você não está desperdiçando alimento Olha se você não consegue aí diminuir Ainda mais nessa tarifa né vermelha vi Lusa e é sempre bom gente polpa nesse sentido esse você talvez não tenham casamento em algum e não dá para reduzir a pressão da água para você lavar a louça em fim né a gente consegue entre vinte e trinta por cento de Economia nas despesas da casa olha aí que dado importante né eu vou aproveitar tá e vou falar para as mulheres que estão aqui conosco amanhã à noite nós temos também uma live é as 20 horas se vocês quiserem assistir fica convite aqui essa Live vai ser mediada pelo diretor executivo da cooperativa e vai ser com a Giane guerra que é comentarista da RBS né e ela é uma colega da Caixa assim muito conhecedora do assunto de educação financeira E aí ontem o alinhamento ela trazia muito assim é do quanto muitas vezes não é sobre o quanto você ganha mas é sobre como você gasta né E aí eu vou tomar a liberdade de trazer um exemplo que ela trouxe ela disse assim que ela tem uma pessoa conhecida né que se consulta financeiramente com ela que é um médico que atualmente é uma remuneração aí bem considerável e ele gasta muito mais do que ele ganha e ele é totalmente desequilibrado financiamento e ao mesmo tempo que ela tem uma senhora que ela vende marmita né E ela trabalha e mora numa uma região muito palpável pobre né assim com dificuldades e essa senhora faz sobrar dinheiro na carteira dela do mês então não é a sobre conta a gente ganha mas é sobre aquilo que a gente escolhe comprar e como a gente escolhe investir cada centavo do nosso tempo né e uma outra referência que eu gostaria de fazer aqui que a cara e falou no vídeo do PPI angers né é eu acredito que faz uns três anos nós tivemos uma palestra com o Piaget diz na cooperativa e tem uma coisa que ele falou assim muito relevante eu quero aproveitar o momento para trazer né porque às vezes nossos filhos pergunta não o que você precisa trabalhar para aqui né Aí eu preciso trabalhar para pagar as contas da casa para pagar a luz para pagar água né e é bem natural Todos nós temos que trabalhar para isso E aí naquele momento ele trouxe o Insight assim bom e se você disser para o teu filho que você tem que trabalhar com você a feirinha que você quer realizar seu sonho que você quer que atua que a família tenha condições para alcançar coisas diferentes sonhar junto então mudar um pouco também assado percepção de que a gente só trabalha para pagar a conta e eu acho também né Carly que viver com essa internalização de que a gente trabalha só para pagar boleto não é feliz né é usar também E aí tem um livro que é a sabedoria do dinheiro do Roberto Navarro né E aí eu quero trazer que lá na lá nesse livro ele traz ele fala sobre bem isso Ana que é não olhar e como aguardo que é para pagar as contas mas é treinar o nosso olhar de abundância para entender que nós vamos realizar sonhos e aí eu já estou abrindo a minha discussão em família e aí ele traz Aí a receita da riqueza né segundo ele que ser rico não é a quantidade de dinheiro que você tem muitas vezes Mas o que você faça o seu dinheiro e ele dá cinco dicas aqui é dicas da riqueza que é a primeira você ter um trabalho você manter a família você se divertir você investir o seu dinheiro e você realizar doações que ia ter empatia pelo outro né então esses com essas cinco dicas se a gente conseguir equilibrar essa nossa mãozinha aqui dele de ações né com certeza a gente vai ser muito mais feliz porque não adianta eu achar que você feliz comprando uma caminhonete do ano se eu não sou feliz com meu fusca né e e e olha só a calha aqui para mim o comentário da Luciele também ela disse somos espelhos para nossos filhos precisamos ter consciência e responsabilidade para dar o exemplo para que nossos filhos não se torne adultos consumistas acreditando que isso é natural e eu também ouvi nessa troca que a gente fez ontem né da Giane ela dizendo que ela educa os filhos dela para eles saberem investir aquilo que eles tem porque independente da profissão que eles tiverem eles não vão gastar mais do que eles recebem Eles serão feliz porque a gente pode ganhar uma remuneração 50 mil reais por mesmo mas se a gente não tiver um controle do que a gente tivesse gente não será feliz mesmo que essa profissão ser a nossa profissão dos sonhos e aí vamos fazer uma distinção aqui Ana entre poupar investir né porque por exemplo o Pou para eu guardar meu dinheiro e eu reter meu dinheiro para entender de que forma que eu vou investir ele Eu até vi uma um comentário aqui no chat né sobre e este e agora especial especialmente nesse nesse momento né de desce taxa SELIC sobe taxa SELIC vale a pena investir no vale a pena investir a inflação EA preço da gasolina r$ 8 eu fiquei sabendo aqui no Rio Grande do Sul então é essa oscilação nos preços e esse mercado instável nos faz tem saem nos traz muitas dúvidas né então ou para o reter o meu dinheiro para depois investir e esse investir eu posso olhar para mim independência financeira porque eu posso investir o meu dinheiro por exemplo em bens Imóveis né E aí você ter uma renda passiva que lá na frente a longo prazo quando você se aposentar vai ter garantir uma renda além da aposentadoria do governo que a gente não pode só pensar numa única fonte de aposentadoria então nós precisamos olhar para outras fontes de renda olhando para o nosso futuro que está logo aí né então eu posso investir no sonho curto prazo mas e guardar esse dinheiro para investir nesse sonho eu posso investir no Mercado de Ações eu posso investir em fundos de investimentos né mas é bem importante que antes de qualquer ação quando eu quando eu estou olhando para o mercado financeiro investir o meu dinheiro eu entender Qual é o meu perfil de investidor se eu sou o investidor que tem uma tendência a ser mais arrojada né a cor correr riscos e aqui para você que que tem uma tendência a correr riscos ao investir o dinheiro eu faço uma pergunta você está propensão ao risco mas quanto você pode perder esse risco porque muitas vezes nós temos uma aversão à perda mas nós não contabilizamos porque a gente só tá enxergando aquilo que a gente pode ganhar não enxergo que a gente pode perder e no meu perfil do investidor eu sou alguém mais conservador sou alguém mais Arrojado ou só moderado né então o primeiro. Entendo o seu perfil de investidor E qual é o tipo de investimento que como fazer Baby móveis vai investir numa previdência e fundos de investimentos em multimercados enfim o que aí você vai ter que é bem importante buscar informações buscar um corretor buscar uma instituição que se for nessa orientação a partir do que você tá entendendo o que quer fazer com seu dinheiro e escárnio ia tocar exatamente nesse assunto porque às vezes é novamente né a gente falou sobre emoções vezes no impulso de achar que eu preciso de um pouco mais de renda eu preciso do investimento muitas vezes eu me iludo de brilho facilmente com algumas informações então assim quanto é importante você procurar uma pessoa de confiança uma instituição de confiança e buscar as informações mais assertivas para que você Observe que vocês envia são para que vocês possuem né é ninguém nasce educadamente financeiro né educado financeiramente Nós aprendemos isso e tá tudo certo Oi hoje convive e precisa conviver com esse tema cada vez mais relevante nosso dia a dia então aqui eu acho que é aceitar que a gente precisa aprender junto e procurar melhor informação e aí eu só quero fazer mais um adendo ano aqui a gente falou aqui parece algo muito fora da nossa realidade olhar para investimentos né e no mercado financeiro e tudo mais se você não tem 500 reais para guardar por mês começa acontece mas tá com 15 começa com 20 começa com aquele valor que você consegue por quê Porque você já vai tá treinando a sua disciplina e vai estar criando o hábito de poupar para investir cárie E assim a gente também tá avançando no tempo né a gente da nossa tomar um depoimento de uma parceira Nossa muito especial eu também queria que a gente falasse um pouquinho para aquelas pessoas que talvez estão no trabalho tem um é só fixa mas elas sonham com um pano Beco investimento e talvez ainda não não estão organizadas financeiramente para isso Ou estou mais ainda de uma forma muito Sutil né que a gente também pode deixar que eu vou as dicas para essas pessoas quando a gente fala em Plano B subtense Já que é algo que vai vir complementando o que eu já tenho de renda né só que aí algumas dicas que eu deixo para vocês primeiro é olhar aquilo que a gente já falou antes quando a gente fala em Plano B não adianta eu colocar algo só pensando enquanto eu vou ganhar tem que ser algo eu tenho que fazer algo e tenho que colocar o meu negócio olhando para aquilo que você está lento que eu amo fazer então o primeiro. É você decidir tomar essa decisão olha com a tua vocação que você ama fazer o que você quer fazer realmente porque porque você vai ter que muitas vezes colocar em prática o seu plano b nas suas horas que você não está trabalhando E aí existe uma organização de tempo que precisa ser muito bem planejada por quê Porque você vai ter o seu emprego Você vai ter o seu salário ou a sua primeira renda o teu plano b vai tomar do seu tempo e você ainda Precisa dedicar tempo para você para sua família para os seus filhos para o seu marido enfim para os seus amigos tá então organização do tempo é muito importante olhar para aquilo que você ama fazer é o primeiro. Né planejamento sempre não existe você colocar um negócio seja ele um plano b Plano A né ou você não ter renda sem ter um planejamento tem que planejar a curto médio e longo prazo o que você quer como você quer quando você vai fazer com que recurso você vai fazer isso né quem vai executar quais serão os seus parceiros né então você precisa desmembrar o seu planejamento aí olhando para todos esses vieses né E aí nunca misturar eu nunca se deixar enganar pelas receitas O que é renda do teu plano A do teu salário é renda do teu salário o que é renda do teu plano b é ter um plano B né O que é teu CPF é teu CPF Não misture o seu CNPJ com seu CPF porque porque esse é o princípio básico para você manter a saúde financeira da sua empresa ou do seu pequeno negócio legal cara acho que nós estamos aí muito felizes né eu vi aqui no chat eu acredito que quando encerrar os grande mulher a gente vai ter aí que comprar massa que comprar em ok que comprar a gente tem uma padaria para visitar também olha eu tenho percebido assim que aqui como plano B né Karen muito crochê Olha só fazendo investimentos para agregar renda artesanato então eu vou pedir uma coisa aqui para todos vocês que estão colocando isso para nós o chat a China quando foi Embaixadora fotos dos seus produtos e elas vão mandar para nós nós estamos em contatos na carne frequentemente as cinco pessoas que procuram e nós também em virtude das nossas ações Então olha só eu acho que a gente está aqui para fazer parcerias também né então para nós vai ser uma alegria ver aí o que vocês estão produzindo e detalhe comprando Verde vocês e algumas não algumas continuar com aquilo que vocês empreenderam então para nós é uma alegria saber como vamos fazer um merchan né vai lá no Instagram posta o que você gosta de fazer marca cooperativa quem sabe a cooperativa a repórter ajuda aí a fazer umas vendas pela internet vou sair legal então cara e vamos ver quem tá aqui para dar um depoimento para nós Olha só pessoal nós temos uma empreendedora ela está numa cidade de Minas Gerais Pouso Alegre que aonde nós temos hoje duas agências de atendimento a iniciarmos nosso relacionamento com o estado Mineiro já há dois anos 2019/2020 e ela já esteve na primeira edição aqui falando conosco porque ela teve uma dificuldade financeira e ela precisou se organizar financeiramente para realizar os sonhos dela o nome dela é Gisele Pires Você tá aí de Sério que meninas Boa noite Ana boa noite cara que trazer falar com vocês que delícia tá aqui com a minha camiseta do Sicredi mulher novamente muito bom Ah que legal Gisele seja muito bem-vinda para nós é um presente ter você aqui ge conta para nós aí como é que foi que experiência é assim que você teve que ser eu organizar financeiramente é conta para gente que aconteceu com for para você também isso e vamos lá eu vou contar rapidamente aqui um pouquinho da minha história só para vocês entenderem menos para meninas que estão aí entenderem um pouquinho é eu venho de uma família muito humilde uma família muito simples que passava necessidades mesmo sabe E aí eu lembro da minha mãe sempre dizia assim que a gente tinha que ter o nome da gente Limpo ou seja não tem dívidas para minha família para minha mãe e isso era a gente só falo você só falando de valor e preço isso era um valor no sentido muito amplo da palavra Oi e aí é eu cresci né com muita dificuldade tudo mas eu sempre quis um algo mais para minha vida e as 20 anos atrás eu tomei a decisão de empreender e eu mudei eu morava em Poços de Caldas e eu mudei para a cidade de Pouso Alegre que aonde eu tô até hoje aqui em Pouso Alegre eu abrir a minha agência inicialmente era uma empresa de publicidade e aí por uma demanda do mercado eu mergulhei fundo na área de organização de eventos corporativos só que foi assim vamos abrir empresa Beleza abrir empresa sem planejamento sem estrutura sem entender o que que era custo sem entender absolutamente nada eu era muito nova na época eu tinha 22 anos e aí eu me vi com e certamente afundada em dívidas e aqui o quê lá atrás né Eu sempre entende como sendo o valor muito grande como sendo uma coisa que a gente tinha que preservar né que é o nome você estar em Dia com as suas coisas eu me vi completa numa situação completamente fundo do poço eu acho que não tem outro nome para falar eu devia para os meus fornecedores eu devia no meu nome eu devia no nome do meu irmão que era 18 anos na época nome das empresa Então não precisa nem falar nada e aquela situação assim pouquinhos eu tava perdendo o brilho nos olhos que eu tava tendo perdendo o trabalho que eu fazia a minha alegria em falar eu vou precisar eventos em dar o melhor do meu conhecimento transformar o meu a reação dos meus criei eu tava perdendo isso porque você fica tão focada o dívida dívida dívida dívida e telefone tocando e fala por telefone se arrepia de medo eu não sei se alguém aqui já passou por essa situação mas assim é muito triste é muito triste e aí eu cheguei eu tive um dia que eu numa situação de urgência não tava muito bem eu tomei uma decisão falei assim vou começar a fazer congelados chamei meu irmão chamei um parceiro eu falei assim nossa preciso fazer um curso para entender um pouco né sobre isso e como manipular alimentos e aí eu não consegui me inscrever nesse curso porque não podia ter restrição no nome e aí eu lembro direitinho que eu direito almoço pessoal Olha mas eu não vou pagar né e o meu cheque né porque usava chip eu uso o chefe da minha irmã foi uma pessoa que me ajudou assim nos momentos mais difíceis minha irmã meu cunhado ela fosse não não importa porque o cadastro no seu nome é é aquilo ali entrou aquelas palavras aquela situação toda me marcou de uma forma tão profunda mas tão profunda que naquele momento eu tomei uma decisão eu falei assim olha eu vou pagar todas as minhas dívidas e nunca mais eu vou me endividar novamente eu sou muito religiosa assim eu coloquei meu joelho no chão eu falei assim Senhor me ajuda me ajuda porque eu preciso de ajuda e aí eu falei assim olha primeira coisa que eu tenho que fazer e olhar de frente eu encarava foi assim mas eu não colocava no papel tinha medo né porque porque naquela situação a mãe eu falo deixa para depois voltar lá no Serasa mesmo né E aí estou selando protelando protelando protelando enrolação O que dizia eu gostei de tudo tudo tudo e aí eu falei assim não eu onde queria essa negra em um mês e nenhuma foram em sete anos fazer 7 anos que eu tava nessa situação eu falei assim olha eu então se Deus me ajudar que eu pagar esse o seu se eu conseguir pagar tudo isso nos três quatro anos tá ótimo eu lhe comer aí do comecei a ligar para as pessoas para os meus sonhos e dores negociar e a gente tem pessoas tão boas que assim eu tive fornecedor que virou para mim e falou assim eu confio em você e eu confio no seu potencial onde eu precisava o dinheiro eu te ligo é desse jeito é E aí eu comecei nesse processo né de pagar pagar pagar uma coisa pagar outra colocar no papel como que eu faço para economizar como que eu gasto e menos aqui como que eu gasto menos ali e vocês não vão acreditar com um ano eu já estava com a minha empresa com todas as dicas quitadas tanto do menor de pessoas de pessoa física quanto em nome de pessoas jurídicas eu paguei assim tudo que eu devia e eu já tinha Caixa na empresa tem um ano bom então você olhar para você entender como você está Eu acho que é um ponto assim Fundamental e é possível um best-seller Exatamente é possível quando naquele momento que eu tive a virada de Chave Eu falei assim eu vou conseguir né E aí assim se eu conseguir todo mundo como créditos Olha a minha dívida não era lá eu devia muito e olha só Jucélio vou convidar aqui é caro que ainda está aqui conosco no estúdio é quando você disse assim eu me deparei com um momento em que eu precisei colocar todas as minhas dívidas no papel eu não encarava o valor das minhas dívidas né e de certa forma você é contou com uma ferramenta para te ajudar e você colocou isso no papel Você ligou para todas as pessoas que você devia vai aparecer renegociou se colocou a tua intenção de no ida e aqui cárie a gente tem atualmente diversas ferramentas plataformas é possibilidades de ajuda para esse controle financeiro na vez isso aí a gente precisa a gente tem por exemplo é as mais tradicionais então eu vou pegar um caderno um caderninho eu vou anotar isso de uma forma muito simples eu posso fazer uma planilha de excel eu posso ter um aplicativo né Eu tinha uma planilha de excel hoje eu já migrei para o aplicativo vai do que você quer ele como você quer fazer isso mas isso são ferramentas aí talvez você tem aqui buscar um pouco de conhecimento gente o YouTube tá cheio de vídeos que ensina claro que você tem que olhar a fonte né vá em profissionais que você talvez já tenha ouvido Augusto e saber se são profissionais sérios e que vão e relevantes mas busque conhecer mais também para você para contribuir com esse seu processo mas a Gisele ela foi muito assertiva porque antes dela colocar no papel ela tomou a decisão de enfrentar a dor de enxergar que ela precisava melhorar ela tomou consciência e esse é o primeiro passo é a caneta É isso aí e calha assim a cárie é o educador e ela e se educa na cara cara tem uma planilha um um aplicativo que ajuda ela e vê-la já me passou esse aplicativo eu tô experimentando e e às vezes a gente não se atém aos detalhes então assim como é importante a gente falar aqui porque às vezes a gente está num grupo de amigas ou tá saindo e aí é pensa assim por vai dar só mais esse picolezinho ou é só mais esse café é Gisele como é que foi para ti Você precisa olhar para esses detalhes os mínimos gastos teus E aí você conseguir nesse um ano líquida todas as suas dívidas com certeza é um momento em que você tem que eu né tive que entender que se eu ficasse fazendo as mesmas coisas se eu ficasse com os mesmos hábitos eu não ia conseguir sair de toda aquela situação e as coisas elas acontecem de maneira gradativa a partir do momento que eu tomei a decisão que aquilo para mim Tava claro eu sabia o quanto eu devia já tinha tudo planejado tudo anotado aí eu sabia também o ponto que eu tinha que ganhar para poder quitar tudo aquilo e aí eu mergulhei fundo trabalhando é assim me dedicando mais ainda a minha empresa ao meu negócio então foi o conjunto né Deixa só compartilhar que eu acho bem importante também que quando a gente fala em planilha é é é e a gente quando for registrar Isso numa planilha você separar que pode não importa se é no seu caderno se é na planilha mais separa por exemplo o que é alimentação da família o que é material de limpeza para casa o que é um gasto com o seu cachorrinho compete O que é gasto em combustível o que é gasto de não de manutenção mais de mecânica do carro porque dentro de um período de 30 dias faça esse experimento porque você pode perceber que daqui a pouco você está gastando um valor considerável em material de limpeza que só trocando por uma marca tipo B uma marca um pouco mais inferior você já vai conseguir aí a ter uma margem maior no teu orçamento no final do mês só se pequenas decisões né as decisões do dia a dia que vão fazer vou fazendo a diferença tem um dia o que cuida dos centavos porque os milhões que cuidam sozinhos né Acho que vem aí né mas de série eu queria dizer assim pretinha que foi muito bom ouvir o seu depoimento aqui aqui oxe tá dando números Parabéns para você dizendo para você quando você mamãe Josa e assim que lindo da tua parte é trazer esse depoimento tempo porque é da tua vivência a tua experiência é aquilo que vai ficou você e compartilhar que com tantas outras mulheres que estão assistindo então muito obrigada muito obrigada mesmo principalmente no tema aqui por vezes a gente não dá tanta atenção né Eu Eu que agradeço pelo convite e pela oportunidade É sempre um prazer imenso tá com vocês e compartilhar um pouquinho dessa experiência que graças a Deus né é uma virada de chave e aí correu tudo bom obrigada mesmo viu decoração legal só vou compartilhar aqui pessoal hoje série Pires ela é casada mais de dez anos tem dois filhos é proprietária da terra e eventos corporativos hoje ela é presidente da câmara da mulher empreendedora de Pouso Alegre e diretora executiva da associação comercial a CIPA de Pouso Alegre então muito obrigada muito obrigada Gisele foi um presente ter você aqui Eu que agradeço obrigada gente boa noite boa noite legal cárie e depois desse depoimento que não deixe série depois de tudo que a gente trouxe aqui é nesses últimos minutinhos O que que você traria àquele dica para todos nós sobre essa educação financeira sobre esse valor o preço da nossa vida é tem várias dicas da gente poderia ficar aqui três quatro horas falando só falando do que é a vontade de comprar e Como conter Vontade de comprar né mas eu acho que é bem importante você sempre fazer uma reflexão quando você for tomar decisão de comprar ao tá essa dívida isso que você vai comprar ele é de valor ou sem valor hoje se ele é uma ela é uma dívida de valor ela vai agregar na tua vida ela vai agregar renda ela vai agregar qualidade de vida e ela vai agregar no teu relacionamento e familiar se essa dívida por sem valor significa que você poderia ter optado por outra por outro item por outra outro objeto por outra tomada de decisão porque essa dívida sem valor não vai ter agregar Então observa-se as suas decisões estão sendo agregadoras ou não E para finalizar fazendo uma conexão com o texto que você trouxe do Augusto Cury lá no começo eu é a minha participação com uma frase do William Shakespeare que ele fala que o importante não é o que você tem na vida o mais importante é quem você tem na vida né Eu acho para mim essa é uma frase inspiradora eu tenho comigo no meu dia a dia sempre cárie muito obrigada pela sua presença foi assim como todas as outras noites mas de ter você aqui presencialmente e a gente sabe aqui no estúdio para que a gente tava muito esperançoso que você estivesse aqui conosco hoje então foi um presente sempre todas as vezes que a gente te ouvir e hoje mais ainda acho que eu muito leve nosso bate-papo E pelo que eu tenho observado aqui no chest também as mulheres estão muito participativas e gostamos muito então muito obrigada e parabéns também pela tua com sal me gratidão minha né Sicredi hoje foi sempre cento de crédito e ela orgulho legal e para vocês então mulheres nós estamos aqui 20 e 58 nós temos ainda 2 minutinhos quero falar para vocês que na semana que vem no dia dezesseis a terça-feira é o nosso último encontro digital você já pararam para pensar como passou rápido esse momento último encontro digital e na semana seguinte vocês terão um encontro então com a agência com Embaixadora de vocês para que vocês possam trocar suas experiências então aqui eu vou convidar e especialmente vocês ganharam lá no início uma espumante e o brinde dela vai ser na próxima terça-feira dia 16 então eu quero convidar vocês podem convidar a marido amigo núcleo familiar enfim convida quem vocês querem quem vocês desejarem para estar aqui conosco vai ser outra noite memorável uma noite em que a gente vai retomar um pouquinho da que a gente viveu aqui junto e aí a gente vai visualizar Será que nós construímos Bons Frutos vocês levo lá no início primeiro encontro a gente veio falando sobre o despertar EA que eu desejo era que a gente fosse despertando juntas todas as noites que fomos nos encontramos então da próxima terça-feira nosso último encontro digital e nesse momento digital que a gente vai fazer esse brinde essa comemoração é agradecer e comemorar esses encontros maravilhosos essa parceria linda que nós tivemos aqui é muito boa noite a todas vocês foi uma um prazer enorme estar aqui em uma gratidão sem tamanho trazer dois um depoimento e uma contribuição da cárie aqui como formadora Espetacular falando sobre educação financeira falando sobre aquilo que não é uma escolha a gente ter a gente falar gente e se aprimorar muito obrigada pela participação de vocês desejamos uma ótima noite e até a próxima semana o homem viver como é bom sonhar Eo que ficou pra trás passou eu não me importei Foi até melhor tive que pensar em algo que fizesse sentido ainda vejo o mundo com os olhos de criança que só quer brincar e não tanta responsa Mas a vida cobra sério e realmente não dá pra fugir poder sorrir sim livre pra poder buscar o cara [Música] ele botou a [Música] a [Música] lista de reencontrar uma vez cada um tem seu caminho [Música] irmãos [Música] sonhar sorrir e [Música] o

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments