AERI3 | AERIS VALE A PENA INVESTIR? Vale a Pena Comprar AÇÕES da AERI3? ANÁLISE FUNDAMENTALISTA 2T21

743 visualizações

para produção de energia renovável, no vídeo de hoje falaremos sobre aeris energia (AERI3), se você curtiu a ideia do vídeo já deixe seu like, compartilhe esse vídeo e não se esqueça de se inscrever no canal. Aproveita também para deixar nos comentários se você tem essa empresa na sua carteira, e qual ação gostaria de ver uma breve análise feita pelo resenhando investimentos. Apenas resumindo um pouco sobre a empresa, trata-se de uma das mais importantes empresas brasileiras do setor eólico no brasil, sendo o player com mais de 70% desse mercado no brasil, e vem trazendo fortes clientes para sua base afim de fortalecer seu portfólio, e em notícia não muito recente aeris fechou grandes projetos com siemens gamesa, o que reforça ainda mais o compromisso da empresa em relação ao seu objetivo de crescimento. E em outra notícia não muito recente ocorreu uma recomendação de compra no qual o preço encontrava-se próximo do valor de fechamento da última sexta feira 17/09 que foi em 9,70, apesar de ser um dos últimos players a entrar no mercado, a aeris fornece pás eólicas para os 5 maiores fabricantes de geradores eólicos do ocidente, aeris atua junto aos principais players globais há mais de 1 década. Lembrando que o setor eólico atualmente representa 8% do total de energia produzida no mundo, e a expectativa é que até 2050 a fonte renovável passe a corresponder a mais de 20%. E ainda em breve análise da notícia, os analistas do banco safra comentaram a respeito da maturação de algumas linhas manufatureiras recém-instaladas, deixando claro uma expectativa de que o roic da companhia deve melhorar entre 2022 e 2023 beneficiando as margens operacionais. Más não destacaram alguns riscos ligados ao setor e a companhia, como uma possível elevada concentração de mercado, piorando o ambiente competitivo, perda de participação no segmento eólico para outras fontes de energia limpa, como energia solar, e nuclear por exemplo. E agora sobre a mais recente notícia a respeito da companhia, Money times comentou a respeito de uma projeção que prevê a possibilidade de controle de boa parte do mercado global de pás eólicas por parte da aeris energia até 2050, o que significa projeção de um crescimento acima da média para os próximos 30 anos para companhia, com a energia eólica ganhando cada vez mais força ao longo dos anos, estimam que já em 2040 aeris estará com domínio de boa parte deste mercado. E essa notícia veio logo após um contrato bilionário divulgado em 1 semana antes, contrato esse que foi feito com a nordex, no qual contempla a conversão de duas linhas de produção já existentes para um modelo de pá para aerogeradores de potência superior a 5 megawatts, além da instalação de uma nova linha de produção do mesmo modelo. Esse contrato deve vigorar até 2023, a aeris fornecerá a nordex as pás eólicas, resultando em um aumento líquido de 2 gigawatts na carteira, estima-se um incremento de 1.6 bilhão na receita de aeris. E ainda sobre essa notícia coberta também pelo banco btg, eles comentam sobre a assinatura de capacidade adicional que mais uma vez demonstra a estratégia da companhia se posicionando como um importante player local para as montadoras globais, beneficiando-se assim com o crescimento do mercado de energia eólica no brasil e no mundo. E completando a notícia, o banco ainda fez cobertura dos papéis recomendando compra e mantendo o preço alvo em 14 reais para os papéis. E galera, só aproveitando para deixar aqui no card nosso último valuation para quem não viu que foi de CASH3 (Méliuz) empresa que vem chamando bastante atenção no mercado por sua alta volatilidade, então não deixe de conferir. E dando continuidade, agora partindo para os resultados de aeris energia, a respeito do 2t2021, um lucro líquido de 18,7 milhões, um roic de 13,9%, a receita liquida de 591 milhões, investimentos de quase 69 milhões no trimestre também e o ebitda referente ao período foi de 55 milhões, importante lembrar do novo centro de distribuição de 35 mil metros quadrados, e da expansão fabril de 51k metros quadrados que também estão entre os destaques. Lembrando que deixamos na descrição desse vídeo alguns e-books gratuitos para ajudar na escolha de como analisar uma ação, inclusive um mini curso de como investir na prática, não deixe de conferir e fazer o download dos arquivos, lembrando se você está gostando do conteúdo, não esqueça de deixar o like, se inscreva no canal e ativar as notificações para ficar por dentro de todos os vídeos. E ainda sobre seus indicadores, a aeris energia apresenta um ROE de 11.3%, ROIC de 10%, a MARGEM LIQUIDA ficou em 4%, uma LIQUIDEZ CORRENTE de 2.7 e uma DL/EBIT dentro do aceitável de 2.9x. Já quando falamos de indicadores de precificação, ela demonstra estar com elevados números em comparação aos resultados até então apresentados, um P/L de 52x, P/VP de 6,8x e o EV/EBITDA de 26,4x e um EV/EBIT de 29,9x. Sem mais delongas, vamos para nossa primeira modalidade de valuation que é o do Benjamin Graham que para quem não sabe a métrica utilizada pelo mesmo, deixaremos no card um valuation de BBAS3 onde detalhamos como funciona esse método para que entendam melhor. E segundo cálculo de Graham que consiste na raiz quadrada de 22.5 x LPA x VPA = o valor intrínseco dos papéis no qual o Benjamin Graham estaria disposto a pagar é de R$ 2,10. Pois bem, como falamos no ultimo cálculo de Méliuz, empresas que tem um pouco da identidade em tecnologia também não é bem precificada por esse método, pois esse método não embute expectativa futura, apenas os números atuais da companhia. Mas caso utilizemos o mesmo método, mas levando em consideração um número um pouco maior que o mencionado, algo como “80” que representaria um p/l de 30 e um p/vp de 2.6 aproximadamente, ficando então a raiz quadrada de 80xlpaxvpa = o valor intrínseco então passaria a ser de 3,96, ainda assim uma precificação injusta para os papéis, mas é conforme supracitado, esse método não embute expectativa futura. E agora partindo para o valuation resenhando investimentos, com o crescimento na perenidade de 4%, custo do equity de 10% bem como custo da dívida total de 10%, utilizamos o ebit dos últimos 12 meses de 219 milhões, mantivemos o capex representado pela última notícia do seu resultado divulgado dia 21/09 que demonstra um capex entre 300 e 400 milhões, bem acima da estimativa do btg que era em torno de 177milhoes , e a variação média do capital de giro que fica por volta de 450 milhões de reais, com isso chegamos ao valor intrínseco para os papeis de R$ 8,31 E fazendo breve análise técnica, vemos como principais pontos de suporte os valores de R$7,75 e R$6,67, enquanto que resistência, a primeira está em R$9,19 e a mais importante delas em R$10,61 aproximadamente, depois disso pode voltar ao último topo. E ainda no gráfico semanal aproveitamos para projetar uma Fibonacci, cujo os 61,8% de fibo está em R$11,96 e os 100% de Fibonacci em R$15,00. E traçamos também uma retração de Fibonacci para ver o possível limite da queda dos papéis, e podemos ver que em 61,8% da retração de Fibonacci vemos o preço de 6,74 como sendo um forte ponto de suporte, muito próximo do principal ponto de suporte da nossa análise. Lembrando que essa forte queda nos papéis se deve a divulgação de suas projeções para o próximo ano que ficaram abaixo do que os investidores projetavam, entretanto, o btg reforça que após o próximo ano a tendência é uma produção mais eficiente com as linhas de produção mais maduras mantendo a recomendação de compra com preço alvo de 14$. Mas agora é com vocês, tem os papéis de aeris energia? O que acham da empresa, deixem nos comentários o que acham da companhia e comentem também a próxima ação que gostaria de ver nesse quadro de v

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments