MARCAÇÃO A MERCADO EXPLICADA! COMO GANHAR DINHEIRO COM A MARCAÇÃO A MERCADO

205 visualizações23 de nov. de 202

um pouco complexo e é justamente por isso que eu resolvi trazer para você um vídeo explicando de uma forma simples e que você consiga entender como que funciona a marcação a mercado, o que é marcação a mercado e como que você pode na prática fazer esse tipo de operação! E se você está me vendo aqui pela primeira vez meu nome é Marco Antônio eu tenho 23 anos e eu sou investidor a quase quatro anos e aqui eu vou te mostrar tudo que você precisa saber sobre a marcação a mercado, lembrando que esse é um assunto um pouco complexo então não tem como eu trazer para você todos os pontos a respeito da marcação a mercado de uma forma aprofundada mas eu vou abordar os principais temas de uma forma que você consiga entender porque o objetivo do cada dia mais rico é ser um canal que consegue trazer para você qualquer assunto relacionado a investimentos educação financeira que geralmente são assuntos mais complicados só que de uma forma simples. E antes de eu começar a explicar sobre a marcação a mercado deixa o seu gostei aqui embaixo se inscreve aqui no canal e ative as notificações, então começando aqui eu vou te mostrar como que funciona essa operação e basicamente a marcação a mercado é uma operação que você faz na renda fixa mais especificadamente no tesouro direto, e ela está presente em todos os produtos do tesouro direto né, no tesouro SELIC, no tesouro prefixado, e no tesouro IPCA. Só que no tesouro SELIC ela não é tão presente porque a oscilação né, a variação é muito pequena então você não consegue ter nenhuma rentabilidade muito significativa. E primeiro eu vou explicar a marcação a mercado no tesouro prefixado e depois eu vou explicar a marcação a mercado no tesouro IPCA, primeiro eu quero que você entenda que a renda fixa se chama renda fixa porque você tem uma previsibilidade do retorno, então quando você compra qualquer produto de renda fixa você naturalmente né, no momento que você vai investir você sabe quanto que o seu dinheiro vai render, você sabe quanto que você vai ter lá no final só que no curto prazo ali diariamente a renda fixa ela é variável, ela oscila bastante, e isso se dá por conta de vários fatores né, taxa de juros, inflação, várias coisas e é com essa oscilação, com essa variação que você consegue fazer as suas operações de marcação a mercado. No tesouro direto geralmente os investimentos têm um valor mínimo e tem um valor unitário. O valor mínimo é o mínimo que você consegue aplicar para você ter ali aquele investimento, o valor unitário é o valor da cota e esse valor ele é importante, por exemplo como você pode ver aí, se a gente pegar o tesouro prefixado 2024 e o tesouro prefixado 2026 nós temos uma diferença na rentabilidade né que é devido ao prazo ser diferente isso é normal, e como você pode ver tem o investimento mínimo e tem o preço unitário e aqui tem um detalhe, o título do Tesouro prefixado sempre vai virar no vencimento do título um valor de R$1000, então o valor da cota tá em R$745,88 no vencimento esse valor vai virar R$1000, isso já é padrão então todo título do Tesouro prefixado vai virar no vencimento R$1000. Não importa a conta que você faça, no final lá no vencimento o valor vai ser de mil reais, e isso daqui é um conceito extremamente importante para você entender a marcação a mercado, todo título prefixado do tesouro direto tem que valer R$1000 no vencimento do título independentemente do valor que esteja a cota, se tiver R$600, se tiver R$700,00 R$800,00, não importa, calculando ali a rentabilidade né pelo valor unitário vai dar exatamente R$1000, então naturalmente quanto mais próximo de 2024 você tiver maior tende a ser esse valor unitário, porque lá em 2024 no vencimento ele vai ser exatamente R$1000. Só que tem uma coisa que muda esse preço para cima ou para baixo né que é a taxa pelo qual o seu investimento está sendo submetido. Por exemplo, o tesouro prefixado 2024 está submetido a uma taxa de 11,96%, essa taxa é referente a taxa de juros que é a taxa SELIC, quando você tem a taxa SELIC subindo né a taxa de juros né subindo, o que acontece é que os investimentos prefixados né, nesse exemplo aqui o tesouro prefixado, vai pagar mais. Então se agora ele está pagando quase 12% se a taxa de juros subir naturalmente esse título ele vai ter que pagar mais vai pagar 13%, 14%, 15%, 16%, conforme a taxa SELIC for subindo todos os investimentos que tem algum vínculo com a taxa SELIC ou a algum índice que segue ali próximo da taxa SELIC vão se beneficiar com isso, só que se você já investiu lá atrás em um título prefixado você não pega essa taxa aumentando porque você investiu lá em um título prefixado e você prefixo a sua taxa, se você comprou o título a 11,96%, passou ali 2, 3, 4 meses, a taxa SELIC subiu, esse título agora está pagando mais, naturalmente você não acompanha essa rentabilidade, você continua com a mesma rentabilidade anterior e quanto maior for a rentabilidade do seu investimento menor precisa ser o preço unitário do seu investimento, o preço da cota, para que no final ali, no vencimento do título ele dê o resultado de R$1.000, e está aparecendo aí agora né um exemplo disso, é como se fosse um pêndulo, é um efeito oposto que acontece, por exemplo imagina que você tem a taxa de juros em um determinado patamar e o preço do título em um determinado patamar, se a taxa de juros sobe esse investimento vai pagar mais, se ele tá pagando mais o resultado no vencimento seria mais de mil reais, pra isso não acontecer, o preço da cota, o preço unitário do título ele tem que cair. Então se por exemplo você tinha ali o seu título a R$745,88 que no vencimento daria R$1.000 submetido a taxa de 11,96%, se a taxa de juros subir né, a taxa do seu título subir, o que que vai acontecer? O preço do seu título vai ter que cair, então de R$745,88 ele vai por exemplo para R$700,00. Então você pagou R$745,88, agora o seu título como a taxa de juros subiu você tem um título que vale ali R$700,00, então essa diferença, esses R$45,88 mais ou menos vai ser a diferença no seu resultado, se você comprou 10 cotas desse título você tem 10 X pelos R$45,88, e esse seria o seu resultado. Nessa situação seria um prejuízo caso você vendesse antecipadamente, só que o oposto também acontece, se você tem aqui a taxa de juros e o preço do título, a taxa de juros cai o que que acontece? Para dar os mesmos R$1.000, como agora o seu preço ali, a sua cota está sendo submetida a uma taxa menor naturalmente o preço tem que subir para ele dar o resultado de mil reais no vencimento, então é isso que acontece, os R$745,88 que você pagou suponhamos que agora seja R$800,00 então agora você tem cada cota do título valendo R$800,00 sendo que você pagou R$745,88 se você vender você pega essa diferença multiplicado pelo número de cotas que você tiver. Eu dei o exemplo de você comprando o valor da cota inteira, se você comprar ali o investimento mínimo você vai receber o proporcional, do mesmo jeito, a análise é a mesma só que você vai receber proporcionalmente ali né, não vai ser 37 reais não vai equivaler a mil reais no vencimento, vai ser proporcional ali, mas a análise é a mesma, não muda praticamente nada, e esse foi um exemplo prático de uma operação de marcação a mercado onde você lucrou e uma onde você perdeu, agora uma dúvida que muitas pessoas tem é como funciona a marcação a mercado nos títulos IPCA, no tesouro IPCA por exemplo. O tesouro IPCA ele é um título atrelado a inflação né, então você tem ali, o IPCA é a taxa inflacionária né, se você tiver alguma dúvida sobre os investimentos IPCA, tem um card aqui em cima que eu tô deixando para você mas aí aqui como você pode ver os preços são maiores né então você tem títulos valendo quase 3 mil reais, valendo quase 2 mil reais, “Ah Marco mas você falou que no vencimento o título vai valer R$1000, ele já está em R$2.000, R$3.000 como que funciona isso aí? eu vou perder dinheiro? NÃO, na verdade o que acontece nos títulos IPCA é que por exemplo eles são atrelados à inflação e tem um negócio no tesouro IPCA que é o seguinte, ele pega toda a inflação acumulada e soma ela, é como se fizesse isso, então ele tem a inflação desde 2002 e ele vem reajustando a inflação né então o valor nominal né, esse que você vê aí de R$1.890 de R$2.947,00, isso daí é um valor já corrigindo a inflação. É como se fosse R$1.000 lá atrás. Mas é a mesma coisa né, você não perde nada, a análise é a mesma. Se a inflação subir o que que acontece? Se você comprou pelo preço unitário de R$1.890 você vai ter que receber mais lá no vencimento pra corrigir essa inflação, então o que vai acontecer é que você vai conseguir vender com lucro né, o preço da cota vai estar mais caro, e o contrário também é verdade né, só que é mais fácil de você fazer a marcação a mercado (isso do meu ponto de vista né, eu não sou nenhum especialista nesse assunto) mas no meu ponto de vista é mais fácil você fazer no tesouro prefixado, e é mais previsível também você fazer né, porque a taxa de juros subir ela basicamente acompanha a inflação e quando começa a subir ela geralmente sobe muito, quando começa a cair ela geralmente cai muito, então geralmente é muito previsível você conseguir fazer uma operação de marcação a mercado bem sucedida, mas basicamente no tesouro IPCA você tem a correção da inflação, então esse valor que você vê ele já é um valor corrigido pela inflação né, no vencimento lá você vai receber por exemplo R$2.000, 3, 4, 5, R$10.000, tudo vai depender da inflação né, e qual que é a maior vantagem dos investimentos de renda fixa no quesito de marcação a mercado? A maior vantagem eu credito que é com relação aos investimentos de bolsa de valores como ações e fundos imobiliários, por exemplo se você investe em uma ação ou em um fundo imobiliário você não sabe se o investimento vai se valorizar ou se desvalorizar, se você compra uma ação de uma empresa ela pode até quebrar, não é tão comum, mas ela pode quebrar um dia. Agora se você compra um título de renda fixa com intuito de fazer uma marcação a mercado o que vai acontecer é que se por exemplo der errado ali você comprou e a taxa de juros acabou subindo, você só segura até o vencimento que você vai ter o retorno que foi concordado ali né no momento da compra do título, então você não vai perder dinheiro, você vai deixar de ganhar. E isso não acontece no mercado de renda variável então essa para mim é a maior vantagem de todas, você praticamente não tem risco nenhum né, o único momento em que você perderia dinheiro seria se você vender antes da hora com a taxa de juros mais alta ali, porque aí o seu título vai estar com o valor da cota menor do que quando você comprou e aí você vendendo você assume o prejuízo multiplicado pelo número de cotas. Para você ter uma noção um exemplo real de marcação a mercado foi ali no período de 2019 quando a taxa de juros estava caindo ali, tendo cortes ali o tempo todo e chegou a cair para os menores patamares de 2% né, hoje ela já tá subindo mas foi um momento em 2019 onde se você tivesse comprado antes qualquer título prefixado ou mesmo durante esse período de queda você obviamente né teria um título que o mercado não consegue mais reproduzir porque a taxa de juros está mais baixa e você tem um título que vale mais, o valor da sua cota ali seria bem maior, e esse era um claro momento de operação de marcação a mercado, muita gente ganhou muito dinheiro com isso né esse momento que nós estamos vivendo hoje é um momento ruim para marcação no mercado né, porque que eu falo isso? Porque a gente estava com um patamar de taxa de juros muito baixa e aí a taxa de juros agora tá subindo né, a cada 45 dias tem uma reunião que é feita para decidir se ela vai subir, permanecer ou cair, e ela vem subindo porque a inflação está subindo né, o objetivo da taxa de juros é manter a inflação sob controle né então basicamente a taxa de juros está subindo nesse momento e a previsão é que continue subindo por mais algum tempo, então se você compra um título hoje que paga 12% no ano daqui 3 meses pode estar pagando 14%, daqui 6 meses pode estar pagando 16% e aí você vai ter um título que está desvalorizado, você vai ter ali uma cota desvalorizada, se você precisar do dinheiro, se você quiser vender você vai perder dinheiro. Então atualmente não é propício, não é inteligente você fazer nenhum investimento com o objetivo de marcação a mercado, apenas alguns títulos atrelados ao IPCA costumam ser bastante atraentes nesse momento porque eles pagam inflação + uma taxa, e se essa taxa for bem maior do que geralmente é disponibilizada no mercado, como ela é prefixada, apenas o IPCA que varia, você tem uma taxa que daqui por exemplo 1 ano, 2 anos nem vai estar disponível no mercado, então vai ser um título muito bom pra fazer marcação mercado, mas nos investimentos prefixados esse tipo de operação não é muito inteligente nesse momento atual né, se você tiver vendo daqui uns meses esse vídeo talvez a taxa de juros já tenha sido estabilizada né já esteja em um patamar onde já se projete uma taxa de juros menor com a inflação já sendo controlada, e nesse momento pode ser realmente propício para você fazer um tipo de operação de marcação a mercado, e se por exemplo você estiver errado você pode simplesmente segurar até o vencimento que você vai ter um título que paga muito bem né, 12%, 13%, 14% é uma rentabilidade muito boa para a renda fixa. E qual que é o maior ponto negativo que eu vejo na marcação a mercado? Na minha opinião é o Imposto de Renda, porque quando você segura o seu investimento até o vencimento geralmente você pega ali a menor alíquota de imposto possível né porque você vai segurar até o vencimento, agora quando você vende antes né você pode entrar na alíquota regressiva, eu vou te dar um exemplo aqui, imagina que você pega um título para 2, 3, 4 ou 5 anos ou qualquer prazo acima disso e você resolve vender com 6 meses, antes de 6 meses você paga a maior alíquota de Imposto de Renda, porque na renda fixa você tem uma alíquota de imposto regressiva, como que funciona né? Se você tem um investimento e você vende o seu investimento até 6 meses né você deixou ele investido ali e vendeu antes de 6 meses você entra na alíquota de 22,5% de 6 a 12 meses é 20% de 12 a 24 meses é 17,5% e acima disso né, acima de 2 anos você tem a menor alíquota que é de 15%, então às vezes você vai vender vai pegar um lucro muito pequeno, a alíquota que você vai pagar a mais faz o seu investimento não compensar, você às vezes vai perder dinheiro, só que o Imposto de Renda ele só incide sobre o rendimento ele nunca vai incidir sobre o que você investiu somente sobre o que rendeu, então é bom você fazer essa conta para saber se realmente compensa ou não você vender antecipadamente. E uma coisa que eu expliquei sobre esse tipo de operação é que você não tem o mesmo risco que você tem no mercado acionário, no mercado de fundos imobiliários, se você por exemplo comprou ali e você quiser simplesmente deixar ali até o prazo de vencimento você pode deixar, não tem risco nenhum, você vai receber o que você contratou ali no momento do investimento, então mesmo você às vezes errando o timing né, você por exemplo comprou ali a 10% ao ano, uma taxa de 10% ao ano e aí a taxa de juros continuou subindo, você não sabia que ela ia continuar subir, você achou que ela ia cair e ela acabou não caindo você simplesmente mantem até a data de vencimento ou até ser um momento propício né para você vender, e é isso né eu sei que esse assunto sobre marcação a mercado é um assunto complexo, não é uma coisa que você vai entender 100% em um único vídeo mas eu tenho certeza que se você prestou atenção durante esse vídeo né você consegue ter uma base muito boa e eu peço para você que caso você tenha tido alguma dúvida comenta aqui embaixo que eu vou te responder, e a sua dúvida provavelmente vai ser a dúvida de outra pessoa também né então isso é muito importante. Deixa o seu gostei nesse vídeo, se inscreve aqui no canal e ative as notificações, meu nome é Marco Antônio você está no ca

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments