Essência ou seja o aumento do gasto público a maioria desse gasto absolutamente necessários um país tão

chegou no ponto de chegar e falar eu vou enfrentar o meu problema causa dos meus problemas que o Brasil fez esse tempo todo faz 30 anos que ele faz isso ele aumenta o gasto aumenta a receita aumenta o gasto aumenta receber repente aumentou muito a dívida aí aumenta mais a receita para acomodar Mas nós nunca fomos na Essência ou seja o aumento do gasto público a maioria desse gasto absolutamente necessários um país tão carente com o Brasil daí não sobra dinheiro para quem tá precisando você fez uma coisa boa com a discussão agora se eles não for nós estamos discutindo O que é inútil a gente vai discutir o ovo a outra coisa isso Ele sim

olha eu eu acho que os elementos estão todos colocados e e acho que a discussão é exatamente essa de um lado a sustentabilidade fiscal que é fundamental e significa se Vitória você tem que ter dívida dívida é uma coisa boa desde que você seja um bom pagador mas mostre isso fazer mostra é de sim de verdade uma maneira sustentável e de outro lado todos os outros elementos do desenvolvimento econômico da eficiência do gasto de como o estado pode reduzir um determinado o gasto que está sendo mal feito para colocar dinheiro investimento para fazer projetos pilotos aqui pés tem determinadas iniciativas que tenham efeito multiplicador mais elevado para a economia Então são duas questões mas que estão umbilicalmente relacionadas tem o que mais me preocupa Hoje é a primeira sustentabilidade fiscal Porque sem ela é como ir à guerra sonhar mas se você tem uma dívida que começa a desancorar esquece A Âncora fiscal que é o teto de gastos com todos os seus problemas e lá no início em 2016 mas foi passado eu fui um crítico de um de alguns dos pontos desse teto da forma como foi desenhado mas ele é A Âncora atual você está alçando A Âncora e deixando o barco à Deriva a dívida PE é de crescimento econômico e taxa de juros a taxa de juros está precificado em onze doze por cento até exagerado que seja 89 aí nós vamos ter uma inflação em torno de quatro cinco Toma são falando de uma taxa real de juros Vamos jogar por baixo de 4 o juro menos a inflação você pega esse juro compara com o crescimento esperado para o ano que vem um e-mail no máximo mais otimistas estão falando então 4 – um e-mail dois e meio quer dizer que a dívida pública vai ser turbinada por esse motor de dois e meio por cento Não tem escapatória a mas nós estamos saindo de um ponto mais baixo verdade foi feito um congelamento de Salários militares Foram deixados de fora mas o grosso dos Servidores não teve reajuste agora nós temos que olhar para frente na margem Como diz os economistas nós somos já piorando Eu acho que já iniciamos Talvez um filme muito parecido com aquele do período que Eu mencionei da contabilidade criativa Infelizmente eu acho que tem conserto eu acho que assim é grave é grávida tá tentando durar pílula mas tem conserto e mesmo no ponto ele é o seguinte Vale lembrar que a gente fez uma reforma da Previdência é o gasto o real da Previdência hoje cresce menos na metade do que crescerá três quatro anos atrás foi enorme avanço já se acha que o Brasil é pela maturidade política discussão política tá melhor hoje a gente discute privatização sentem medo de ser agredido a 56 anos atrás eram temas difícil esse começar um debate então Acho sim que teve a maturidade e questão sustentabilidade dívida se eu coloco no meu modelo o seguinte Olha o Brasil vai ficar com juro de 10 porcento ao ano o Brasil vai crescer um por cento ao ano a dívida não para de crescer a gente veio vira década com a dívida crescendo agora eu sou coloco mesmo dele o seguinte olha só a gente vai ter um ano de jo alto que a2022 para trazer a inflação para a meta e depois o juro começa a cair para seis e meio e o Brasil vai fazer algumas reformas no próximo governo que fica crescendo entre 22 e meio a dívida começa a cair lá em 2025 26 então esse na a sustentabilidade de dívida ela é muito dependente do que você coloca de crescimento de p&d taxa de juros o meu ponto é o seguinte muito acessível mas muito sensível a gente já entrou numa rota sem volta que a gente vai ter que fazer um baita pacote econômico daqui a 12 meses que minha resposta não a gente no Brasil tem tanta ineficiência inclusive do lado de arrecadação que a gente ainda tem a possibilidade de aumentar arrecadação sem aumentar a carga tributária a gente é um bocado de regrinha especial é pessoas jurídicas empregado que a gente chama pejotização que o governo perde muito arrecadação regra de tributação especial por exemplo no Brasil não sei que você sabe quando a pessoa completa 65 anos de idade e tem renda de aposentadoria ou pensão a faixa de isenção de Imposto de Renda automaticamente Dobra o Brasil perde 10 milhões de arrecadação por ano porque Fora as renúncias fiscais a zonas exatamente Então a gente tem chance ainda no governo novo governo com força política e aí tem um ponto importante que nenhum economista nenhum A Fazenda por melhor que seja vai fazer ajuste fiscal no Brasil ajuste fiscal é por natureza um debate político se a política não quiser fazer ajuste fiscal nós não faremos Agente Fiscal e as coisas vão piorar Mas se a classe política entender a necessidade do país fazer ajuste fiscal EA gente avança e tem formas a gente inclusive de grande arrecadação sem aumentar a carga tributária e o controle da despesa é difícil é mas a gente vai ter que debater quais programas funciona e quais programas não funcionam porque o problema do Brasil diferente do México Colômbia Chile peru não é aumentar o gasto para gente resolver desigualdade social e pobreza é mudar a composição do gasto o Brasil gasta muito e gasta mal a gente tem a carta Professor Sarmento obrigatório que nós temos no fundo eles estão brigando por causa de o que me respondam oferta do orçamento mas eu até tava mais otimista achava que ele podia obrigado em torno e nove porcento do orçamento é menos animais Alice novamente a discussão do Brasil é como a gente muda a composição do gasto para tornar o mais distributivo reduzidos igualdade a empresa e outros países da América Latina a discussão É de fato aumentar o gasto que eu gasto é muito baixo não é o caso do